Wellington deve voltar ao Brasil semana que vem

Por VipComm Comunicação | Foto por Divulgação | 04 de maio de 2011 - 19:18

O piloto goiano Wellington Garcia permanece internado no Hospital Militar de Sofia, na capital da Bulgária. O brasileiro continua em recuperação no quarto, acompanhado do seu pai, Wellington Silva. Na segunda-feira o piloto da equipe oficial Honda / Mobil precisou fazer uma pequena intervenção cirúrgica para o reposicionamento do dreno do pulmão.

Wellington passa bem, caminha pelos corredores e voltou a se alimentar com líquidos mais consistentes, como sopa. Segundo os médicos, se o piloto continuar evoluindo, a previsão é que ele possa voltar ao Brasil dentro de nove dias.

O piloto Wellington Garcia sofreu uma queda durante o treino pré-classificatório da primeira etapa do campeonato Mundial de Motocross MX1 / MX2 na Bulgária, no dia 9 de abril. Desde então, o piloto passou pelas seguintes operações: ainda em Gabrovo, a cerca de 20 quilômetros do local do evento, Wellington fez uma intervenção cirúrgica para deter hemorragia no baço.

Depois, já em Sofia, extraiu o baço e também conteve lesão no pâncreas. Na semana passada, Wellington passou por uma cirurgia para controlar sangramento no estômago. Fãs, amigos e familiares do piloto continuam deixando mensagens no site da Equipe Honda.

Wellington Garcia permanece hospitalizado na Bulgária

Wellington Garcia permanece hospitalizado na Bulgária

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Dadona disse:

Que Deus te abencoe e que voce vai superar isto tudo.

um grande abraço da turma de Coromandel-mg

Que Deus sempre te abençoe e que proteja você e sua família. Força ai na sua recuperação!

Gerson Cruz disse:

Twitter: Luiz Da Cruz
Força guri,que Deus te acompanhe na tua recuperação,e que tu volte a dar shou nas pistas…

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly