Mobil e FGM fecham parceria para campeonatos

Por Assessoria Imprensa FGM | 13 de maio de 2011 - 10:32

A Federação Gaúcha de Motociclismo – FGM, e a Mobil, fecharam contrato onde a empresa do ramo de lubrificantes será uma das patrocinadoras máster dos campeonatos Gaúcho de Motocross, Velocross e Supercross 2011. O acordo foi fechado pela responsável pelo marketing da Mobil, Fabiana Costa, e pelo presidente da FGM, Paulo Della Flora.

Conhecida pelas suas ações de marketing em competições esportivas, como o campeonato Brasileiro de Motocross, da qual foi patrocinadora até a temporada 2009, neste ano a Mobil está voltando com força as suas ações para os campeonatos Estaduais de Motocross.

“A Federação Gaúcha vem trabalhando incansavelmente na busca de novos apoiadores e patrocinadores para os campeonatos. Recentemente a Siverst, fábrica gaúcha de moto-peças de reposição, firmou contrato patrocínio para os campeonatos da FGM. E na semana passada fechamos um acordo de patrocínio com a Mobil Oil. Agora os dois novos patrocinadores se unem aos outros apoiadores que desde o começo da temporada já estavam com a FGM no apoio aos campeonatos de Motocross, o Velocross e o Supercross. Empresas com esse nível, com esse porte e respeito, vem unir-se a nós e isto mostra que estamos no caminho certo”, comentou Della Flora.

A parceira da Mobil e da FGM começará a valer a partir da terceira etapa do campeonato Gaúcho de Motocross 2011, que será realizada no dia 29 de maio, na cidade de Venâncio Aires, capital nacional do Chimarrão. No evento a Mobil irá ter a divulgação de seu material promocional e também um quiosque para apresentação dos produtos da marca para o público e pilotos.

Sobre a Mobil

A Mobil é reconhecida em todo o mundo por sua performance, seu perfil inovador e sua avançada tecnologia em lubrificantes e serviços. A Mobil é referência em esportes automobilísticos, nos quais o desempenho do motor é fundamental. Utilizadas por consumidores que buscam qualidade superior, as linhas de produtos Mobil superam as mais rígidas especificações da indústria e têm a aprovação dos Fabricantes Originais de Equipamentos (OEM).

Em 2000, a fusão de duas grandes companhias petrolíferas, Exxon e Mobil, resultou na constituição da ExxonMobil Corporation, empresa nº 1 do mundo nos negócios de petróleo e petroquímica, reunindo um significativo conjunto dos melhores recursos humanos e tecnológicos.

No Brasil, essa fusão agregou à Esso os lubrificantes Mobil, marca que já estava presente no País dede 1910, quando eram vendidos óleos e graxas por meio de representantes atacadistas. Em 1955 foi criada a Mobil Oil do Brasil Indústria e Comércio Ltda. e, dois anos depois, inaugurada a fábrica de lubrificantes na cidade de Santos (SP), que funcionou por mais de 40 anos. Atualmente, os lubrificantes e graxas Esso e Mobil são produzidos na Fábrica de Lubrificantes, instalada em 1957 na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro.

Em 2008, a Cosan adquiriu os negócios da Esso no Brasil e obteve a licença de uso da marca, além do acesso à tecnologia e às formulações, inclusive as que vierem a ser desenvolvidas internacionalmente. A partir de então, os combustíveis e lubrificantes passaram a ser comercializados e distribuídos por meio da empresa Cosan Combustíveis e Lubrificantes.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Jackson disse:

Jabuti…a parceira é válida com certeza,mas esse apoio é pra FGM arrecada mais grana,pois não se da um desconto em inscrição.Então me pergunto,pra onde vai esse dinheiro?de que forma é feito?

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly