Vitória e liderança de Zanol no Brasileiro de XC

Por Adriano Winckler | Fotos por Vinícius Eça | 16 de maio de 2011 - 22:31

O mineiro Felipe Zanol (Gas Gas / Rinaldi) é o novo líder do campeonato Brasileiro de Cross Country na categoria XC1. Zanol venceu a segunda etapa da temporada 2011, disputada neste fim de semana, 14 e 15 de maio, em Porto Seguro, na Bahia, e ultrapassou o paranaense Paulo Stedile (Pro Tork) na classificação geral.

Outros dois mineiros, Nielsen Bueno (Suzuki) e Romulo ‘Oncinha’ Bottrel (Gas Gas / Ógio / Maxx), ficaram em segundo e terceiro, respectivamente. Stedile foi o quarto, com Leonardo Pereira (Frutyba / Bat Motos) em quinto.

“Tudo deu certo. Fiz uma boa largada e tentei abrir vantagem para conseguir abastecer sem perder posições. Conquistei a vitória e assumi a liderança. Não podia ser melhor”,  declarou Zanol, que busca o bicampeonato.

Zanol venceu e assumiu liderança no nacional de XC

Zanol venceu e assumiu liderança no nacional de XC

Na categoria XC2, o campeão de 2010 mais uma vez não deu chances aos adversários. ‘Oncinha’ garantiu o primeiro lugar com quase quatro minutos de vantagem sobre o segundo colocado, Marcos Martins (RA Motos). Luiz Felipe Rosendo (Jump / Motoland) foi o terceiro, com Carlos Zaniboni (BRC) em quarto e Guilherme da Silva (Pro Tork) em quinto.

Oncinha subiu no lugar mais alto do pódio na XC2 em Porto Seguro

Oncinha subiu no lugar mais alto do pódio na XC2 em Porto Seguro

Entre os pilotos mais experientes, na Over35, Francisco ‘Kiko’ Marino (Suzuki) venceu a segunda consecutiva, à frente de Luigi Colella (M3 Parts) e de Alexandro Alberto (Belparts). Já na Over45, vitória de Colella, seguido por Antonio Berrocal (Lincoln Jóias) e Adalberto Rosendo (Jump / Motoland).

Nas categorias nacionais, vitória para Marcos Martins (RA Motos) na Nacional A, com Rosimar Bonfim (Roval Motos) em segundo e Marcos Coelho (Coelho Contabilidade) em terceiro. Ricardo Valiense (Dinho Motos) foi o vencedor da Nacional B, seguido por Ueslei Damaceno (CDV Nova Canaã) e Rodrigo Meira (Prefeitura de Mata de São João), em segundo e terceiro, respectivamente.

A próxima etapa do campeonato Brasileiro de Cross Country 2011 está marcada para o dia 26 de junho. A segunda etapa do campeonato Brasileiro e a terceira etapa do campeonato Baiano de Cross Country tiveram supervisão da Federação Baiana de Motociclismo – FBM, e da Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM.

Resultado da segunda etapa do Brasileiro de Cross Country 2011

Categoria XC1
1º – Felipe Zanol
2º – Nielsen Bueno
3º – Rômulo Bottrel
4º – Paulo Stedile
5º – Leonardo Pereira

Categoria XC2
1º – Rômulo Bottrel
2º – Marcos Martins
3º – Luiz Felipe Rosendo
4º – Carlos Zaniboni
5º – Guilherme Roberto

Categoria Over 35
1º – Francisco Marino
2º – Lugi Colella
3º – Alexandro Alberto
4º – Antonio Berrocal
5º – Vincenzo Sforza

Categoria Over 45
1º – Luigi Colella
2º – Antonio Berrocal
3º – Adalberto Rosendo
4º – Aldo Parada

Categoria Nacional A
1º – Marcos Martins
2º – Rosimar Bonfim
3º – Marcos Coelho
4º – Darlan de Carvalho
5º – Murilo Lima

Categoria Nacional B
1º – Ricardo Valiense
2º – Ueslei Damaceno
3º – Rodrigo Meira
4º – Marcos Marciel
5º – Thiago Souza

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Adriano Winckler disse:

Betinho,
O Anderson foi 5º na categoria SX1, em Fresnillo. Matéria amanhã aqui no Mundocross.
Abs

Betinho e bebe # 51 disse:

esqueci por instantes q a estreia do swian no mundial MX foi na Holanda.
abrss.

Betinho e bebe # 51 disse:

Parabens ao Zanol pelo otimo resultado obtido na corrida e pela lideranca do campeonato, acelera muito e tem muita experiencia como piloto.
Amigos alguem sabe como foi o Anderson cidade no Latino Americano de supercross nesse final de semana?
Swian Zanoni alguem tem noticias mais completas sobre sua estreia no campeonato Mundial?
Grande abraco a todos.

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly