10P Mundocross para Hector Assunção

Por Jorge Soares | Fotos por Divulgação | 30 de maio de 2011 - 10:43

Ele atualmente está sendo considerado o piloto destaque do Motocross brasileiro, pois nas últimas provas que disputou, duas etapas do Brasileiro de Motocross e o GP Brasil de Motocross, ele andou muito e mostrou que está chegando para brigar pelos títulos nacionais com os grandes pilotos da modalidade.

Ele começou no esporte como a maioria dos pilotos, por influência do pai e do irmão, que já foi campeão Brasileiro de Motocross e Supercross. Mas ele não fica atrás do irmão e já foi campeão Brasileiro de Motocross duas vezes na categoria 65, uma vez na 85, uma vez campeão do Arenacross na 85, e duas vezes campeão do Arenacross na MX Júnior.

E pelo jeito que ele está pilotando, e pela forma como os fãs e a imprensa está enxergando ele neste momento, esta relação de títulos não devem parar de crescer nos próximos anos. É, o filho menor do Português está pedindo passagem, para quem sabe brilhar entre os grandes nas próximas temporadas.

Hector Assunção é patrocinado pela Fox

Hector Assunção é patrocinado pela Fox

Estamos falando do jovem Hector de Freitas Assunção, o piloto que foi o grande destaque entre os pilotos brasileiro no GP Brasil de Motocross 2011, válido pela quarta etapa do campeonato Mundial de Motocross MX1 / MX2. Continue lendo este 10P Mundocross e saiba um pouco mais sobre Hector Assunção. Boa leitura !!

Placa de 5 segundos no ar : Largou…

1) Mundocross – Para dar uma quebrada no gelo e também para a galera saber um pouco mais da tua história, conta aí pros leitores como foi o teu início no Motocross.

Hector Assunção – Então, eu comecei aos 9 anos de idade, e tudo por causa do meu pai. Antigamente meu pai fazia Motocross, mas nada sério, só diversão mesmo. E logo depois meu irmão já começou a andar de Motocross, e pra continuar a saga da família, chegou minha vez de começar também. No começo tive bastante dificuldade. Chegava dos treinos chorando, pois não tinha um desempenho muito bom. Mas junto com meu pai, não desistimos e continuamos treinando forte, até que hoje consegui chegar onde a maioria dos pilotos sonha chegar.

2) Mundocross – No início do ano alguns comentários no Mundocross davam conta que você estaria indo para a equipe oficial Honda no lugar na temporada 2011. Houve de fato esta possibilidade ?

Hector Assunção – No final de 2010 todo mundo pensava que eu seria piloto oficial Honda. Mas eu procurei não me empolgar muito com o que as pessoas estavam falando e pensando, e procurei fazer meu trabalho. Não tive nenhuma conversa com a Honda sobre ser piloto oficial de fábrica, mas sabia que teria uma vaga em uma equipe satélite. E este ano estou novamente fazendo meu trabalho, me esforçando bastante e quem sabe ano que vem entro para equipe oficial Honda !!! hahaha

3) Mundocross – Com os ótimos resultados que você vem colhendo nas últimas provas, tanto da Superliga, Brasileiro e Mundial de Motocross, você já sonha com uma vaga na equipe para o Motocross das Nações na França ?

Hector Assunção – Eu sonho sim. Acho que estou fazendo um trabalho muito bom esse ano. Conseguindo chegar em um ritmo muito bom no Brasileiro de Motocross, e já consegui disputar de igual para igual com os pilotos mais experientes como Leandro Silva, João Marronzinho e Jorge Balbi Jr., e se eu ganhar uma vaga na equipe brasileiro no Motocross das Nações vou dar 100% para uma colocação boa para o Brasil. Já mostrei para todo mundo aqui na etapa do Mundial de Motocross que tenho potencial,   conseguindo brigar entre os 10 primeiros na metade da prova e finalizando em 13º lugar no geral na MX2.

Hector é apontado como o destaque do MX brasileiro da atualidade

Hector é apontado como o destaque do MX brasileiro da atualidade

4) Mundocross – Com a liberação por parte da Honda, você participou da primeira e da segunda etapas do Brasileiro de Motocross 2011, e teve bons resultados. Você irá disputar o restante do campeonato ?

Hector Assunção – Vou sim. Ainda não tenho certeza se vou dar continuidade na categoria MX1, porque em Carlos Barbosa, onde tive um resultado muito bom na MX1, eu corri com a moto do meu irmão (Roosevelt Assunção), pois ele estava afastado porque tinha quebrado a clavícula, e então resolvi pegar a moto dele e correr. Mas agora pra próxima etapa ele já vai voltar a correr, então tô sem moto no momento hahaha. Mas estamos correndo atrás disso.

5) Mundocross – Hector, com as lesões do Swian e também do Leandro, existe alguma possibilidade de você substituir um dos dois por alguma etapas. Te pergunto isto, pois é algo que acontece normalmente no AMA Supercross e AMA Motocross quando algum piloto de equipes de fábrica se lesiona, pilotos de equipes semioficiais os substituem até se recuperarem.

Hector Assunção – Então, querendo ou não eu já faço parte da equipe Honda. Não como oficial, mas sim como satélite, e desde o começo do ano a Honda vem me ajudando com as motos e se preocupando com meu desempenho. Acho que substituir os pilotos não, mas talvez me darem um suporte melhor, para que eu posso ajudar a equipe Honda, já que três pilotos estão fora das competições.

6) Mundocross – O eu você aprendeu com os pilotos estrangeiros (em termos de técnicas) com a tua participação no GP Brasil de Motocross, e que poderá aplicar daqui prá frente ?

Hector Assunção – Aprendi bastante coisas com os pilotos estrangeiros. O ponto mais forte deles na minha opinião é o preparo físico. Acho que isso é muito importante. Nas duas baterias de 35 minutos mais duas volta , eles andam todo tempo no mesmo ritmo, do começo ao fim, e acho que nós Brasileiros acabamos perdendo muito nessa parte também.

Percebi que eles andam basante em pé na moto. Vi o Roczen, o Herlings e outros pilotos entrando nas curvas em pé e no final da canaleta eles sentavam, e vi que eles andam bastante embalado, principalmente as motos de 250cc, que em saída de curva sofre mais em relação as 450cc.

O paulista está totalmente focado em sua carreira de piloto de MX

O paulista está totalmente focado em sua carreira de piloto de MX

7) Mundocross – Seu irmão, Roosevelt Assunção, duas vezes campeão Brasileiro de Motocross 125, está concluindo um curso de piloto de helicóptero, e pelo jeito quando ele se formar terá que se afastar um pouco do Motocross, pois vida de piloto não tem hora certa para decolar. No caso do Roosevelt ele já está de olho em seu no futuro, e você, o que planeja fazer em termos profissionais: seguir a carreira de piloto de Motocross ou ir para outra atividade ?

Hector Assunção – No momento tô totalmente focado no Motocross. Ainda não pensei em fazer outra coisa. Vou aproveitar todo esse momento que eu estou tento, pois estou em uma fase muito boa da minha carreira e não largo isso por nada. Quem sabe daqui uns 10 anos eu faço um curso de piloto de avião hahahaha brincadeira. Para falar a verdade ainda não sei o que fazer no futuro, mas penso em fazer alguma coisa com relação a Motocross, que é a minha vida.

8) Mundocross – O que você costuma fazer nas horas de folga ?

Hector Assunção – Fora do Motocross, como todos os pilotos de MX sempre tem um joguinho de Motocross né hahaha Gosto muito de vídeo game e passo uma parte do dia jogando online com os amigos. Também gosto muito de andar de bicicleta, que é muito parecido com o Motocross. E como todo atleta também preciso de horas vagas pra sair com a namorada né hahahaha

9) Mundocross – Ao que você credita esta tua excelente fase ? Pré-temporada, estrutura da equipe, técnico, equipamento, maturidade ?

Hector Assunção – Um pouco de tudo. Acho que para chegar em uma excelente fase, você tem que vir trabalhando desde o começo do ano, pois a pré temporada é muito importante. E acredito também que para disputar um campeonato tem que ter uma boa estrutura de equipe, um bom equipamento, porque tudo isso é essencial para chegar a disputar um titulo de nível nacional.

10) Mundocross – Qual é o sonho que você deseja realizar dentro do Motocross ?

Hector Assunção – O sonho de todo piloto brasileiro é andar lá fora, nos Estados Unidos e no campeonato Mundial de Motocross. Esse é o meu maior sonho. Estou treinando duro para isso, e espero que esse meu sonho se realize nos próximos anos.

Hector foi o melhor brasileiro no GP Brasil de Motocross 2011

Hector foi o melhor brasileiro no GP Brasil de Motocross 2011

Mundocross – Agora a palavra e o espaço são seus.

Hector Assunção – Quero agradecer o site Mundocross por ter me escolhido para fazer essa entrevista, e também aos leitores do site que torcem por mim. Quero agradecer também os meus patrocinadores, a Itamaracá, a Fox e a Honda. Obrigado a todos !!

Perfil do piloto Hector Assunção
Nome completo : Hector de Freitas Assunção
Data de nascimento : 8 de abril de 1992
Cidade onde nasceu : Osasco – SP
Cidade onde mora : Jandira – SP
Motos atuais : Honda CRF 250
Principais títulos : Três vezes campeão Brasileiro MX / Três vezes campeão Arenacross
Ídolo no MX Nacional : Roosevelt Assunção
Ídolo no MX Internacional : Ele não anda mais, mas ainda é meu ídolo: Ricky Carmichael
Pista favorita em São Paulo : Minha pista em Barueri
Pista favorita no Brasil : Pista nova de Indaiatuba
Comida favorita : Lasanha
Bebida favorita : Suco de laranja
Comida nos dias de corridas : Massa
Bebida nas corridas : Cerveja hahaha brincadeira. Suco e água
Lazer preferido : Meu quarto
Esporte preferido fora o Motocross : BMX
E-mail : [email protected]
Twitter : www.twitter.com/hector_assuncao

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Bruna disse:

Hector, boa sorte e continue se esforçando pra alcançar seus sonhos que vc logo irá conquistá-los. Sucesso, torço por você. Beijos.

Peninha #11 disse:

SOU MAIS SWIAN ZANONI!!! O CARA ANDA FACÍL!!!
SÓ Ñ TÁ DANDO SORTE!
MAIS DEUS SABE O QUE FAZ!!! SEMPRE!!!
BOA SORTE SWIAN ZANONI.

flavio disse:

Duvido muito que no final do campeonato mundiall de motocross o suain zanoni passa o hecton na soma geral o suian ja andou em tres corridas e ate agora nada nao mostrou pra que veu e o hecton e o jean em uma corrida so ja marcou os primeiros pontos no mundial vergonha vergonha total suian.

duda disse:

SWIAN JÁ NÃO ALCANÇOU MESMO RESULTADO LEGAL NA ETAPA QUE PARTICIPOU NO MUNDIAL, ENTÃO COLOCA O HECTOR LÁ NO LUGAR DELE, HECTOR TÁ ANDANDO DEMAIS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

MACARRAO disse:

ta bombando isso aqui.

Ricardo alves. -ES disse:

Mais o pior que o swian não era estrelinha não mais quando o sucesso sobe para a cabeça o cara se acha mesmo.
é so ver o caso do welinton garcia era metido ate dizer chega hoje em dia ta pianinho pianinho(humilde),O nando que continua a mesma coisa não baixa a bola por nada.
Então SANDALIAS DA HUMILDADE PARA O SWIAN ZANONI E PARA O LEANDRO SILVA.

Pedro H. #369 disse:

Hector grande promessa pro Brasil no motocross!!

dentao82 disse:

esse piloto ainda vai longe, pois é novo e esta andando d+. parabens

Rafael 72 disse:

Swian ESTRELINHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

jefersson 33 disse:

Tambem axo que o ronallldooo ai de cima tem toda razao.

Ronallldoooo disse:

HECTON ASSUNCAO ANDOU BARBARIDADE LA EM INDAIATUBA.
NA MINHA OPINIAO JA QUE O SWIAN ZANONI TA MACHUCADO E SEM RITMO QUEM DEVERIA SUBSTITUIR ELE LA NO MUNDIAL ERA CONSERTEZA O HECTON ASSUNCAO.
O SWIAN ZANONI NO MUNDIAL TAVA PARECENDO ESTRELA TODO POSUDO O MUNDO DA VOLTAS EM SWIAN.

VALMIR CAIO 934 disse:

Somos seus fas…..melhor piloto brasileiro na atualidade disparado….
sem contar a humildade da familia Assunçao…….

Héctor, estava lá em Indaiatuba e vi tudo o que fez! Ahh muleeeque!
Parabéns pela garra (a técnica eu já conhecia…rsrsrs)

renato alexandre – site crossnaveia

jeison scheidt disse:

hector, vc é o caraaaaaaaa.. torço muito por vc… abraçao

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly