Justiça indefere liminar de Alexandre Caravana

Por Adriano Winckler | 02 de junho de 2011 - 21:39

A juíza Rita de Cássia Vergette Correia, da 1ª Vara Cível de Niterói, no Estado do Rio de Janeiro, indeferiu nesta quinta-feira, 2 de junho, o pedido de antecipação de tutela impetrado pelo ex-presidente da Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM, Alexandre Caravana Guelman, para voltar ao comando da entidade.

Acompanhado de um advogado, o presidente Assis Aquino compareceu ao Cartório da 1ª Vara, constatou que o pedido inicial foi negado e ainda pediu vistas ao processo. Com a decisão da juíza, a CBM apresentará nos próximos dias os documentos que comprovam a legalidade da situação e da nova diretoria, que tomou posse após o afastamento do ex-presidente Alexandre Caravana Guelman.

Confira abaixo a decisão do processo nº 0008474-18.2011.8.19.0212:

“Indefiro a antecipação dos efeitos da tutela pleiteada, porque ausentes os pressupostos autorizadores do art. 273 do CPC, ressaltando que a concessão da medida pleiteada carece antes da instauração do contraditório e da ampla defesa, destacando inexistir prejuízo ao direito do autor pela não apreciação da medida in limine litis, vez que a assembléia por ele reclamada já teria ocorrido, no dia 23/05 /2011, conforme se vê de fsl. 50/51. Assim, manifeste-se a ré sobre o pedido deduzido em sede de tutela, no prazo de 05 dias, contados da sua intimação. I.; 2) Sem embargos, diga a parte autora se pretende produzir provas pericial e/ou testemunhal, apontando os quesitos, se positivo, considerando o rito sumário adotado, retornando, conclusos para designação da audiência prevista no art. 277 do CPC. Prazo: 05 dias. I.”


Compartilhe este conteúdo

Comentários

NEY NUMAS MAYCA disse:

pessoal vamos coloca o barco pra anda novamente longe deste cara(caravana) deixa ele gasta dinheiro dele em paz deixando a cbm tambem em paz e ai vamos ter campeonatos brasileiros brilhantes para pilotos,equipes,publico e principalmente para patrocinadores vamos a luta.
caravana manda teu curriculo pra brasilia com sua experencia vai ser aceito sem estagio. ahahahahahahahahahaahaahahahaha.vai logo

paulo disse:

Conheço um presidente da fgm que fez o mesmo e ta merda.
O crime nao compença

henrique disse:

Este Caravana , ja deu, vai gastar a grana guardada, por favor convide o Sr Yasuda pra ir com voce, e nao se esqueca de levar o Decio aquele de SP que acabou com tudo, faca esse lindo favor, e se caber na sua mala leve tb este leiloiro oficial do esporte duas rodas carlinhos romanhol sei la oque…..Bem Agora os novatos Rsrsrsrsrrs….ja estao adiando provas por ai coitado dos pilotos …e dos patrocinadores…..so rindo, boicote greve geral aos princiopais campeonatos sem pilotos nao h’a provas mais uma vez acordem….

Kleber disse:

Outra coisa, é chover no molhado, a próxima eleição se houver no prazo correto, vai deixar a demanda com falta de objeto se o objetivo for retornar a direção da CBM. Será a teoria do fato consumado, o novo eleito assume e a demanda se desfaz em seu objetivo. Ficará só na prestação de contas válida ou inválida. Um abraço,
Kleber/RJ

Kleber disse:

A única coisa que poderia pedir, seria a anulação da assembléia e ter as contas novamente apreciadas, mas, isto não é caso de antecipação de tutela, pois, não preeenche os requisitos para a sua concessão. O rito sumario também não vejo como o correto, poderia ingressar com uma ordinária com varios pedidos e acrescidos de danos morais. O rito sumario tem limitação de valores, até 60 salários, se presta mais ao que não se encaixa no juizado especial cível. A questão é muito complexa e deverá ser transformada em rito ordinário, como já aparece no site do TJ/RJ. Isto vai demorar bastante, pois, a assembléia não será anulada e a discussão será sobre a perícia contabil que apontará se há desvio de finalidade nas despesas da CBM, se ele tinha poderes para gastar com despesas pessoais, isto é fácil; há autorização formal para isto? Se não houver, vai dançar na questão. Os Estatutos permitem isto?
Sobre ingressar com demanda, é direito dele, todos temos direitos, estes, ele tem. Sobre ter razão ou não, isto quem decide é o Judiciario. Um abraço,
Kleber/RJ

PS: Gostaria de saber sobre a FEMERJ? Vai sofrer intervenção ou não, tendo como base os documentos da CBM? Me parece que deveria haver algum tipo de fiscalizaqção do órgão maior no menor. O que acham?

Jackson disse:

Isso é uma total falta de VERGONHA na cara desse Caravana.Deixa o esporte em Paz,vai pescar,joga futebol de botão,chega de tanta SACANAGEM!!!

rafael disse:

nao intendi uma frase se quer.. rsrsrsrsrs

NEY NUMAS MAYCA disse:

CARAVANA QUER VOLTAR PRA REPARTIR DINHEIRO CBM COM DEUS, ELE ATIRA DINHEIRO PRA CIMA E O QUE DEUS PEGA É DELE EO CAI NO CHÃO É DELE.
VAMOS MANDA ELE PRA BRASILIA COM O PALOCCI

paulo disse:

Esse caravana so cortando as maos.
Ainda e perigoso rouba com os pes

Adriano Gil disse:

Judicialmente, ele tem chance de voltar?
Os advogados se manifestem´rs.

Fernando disse:

o cara ainda ta querendo voltar, heheheheh de certo esqueceu o cofre cheio..

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly