Selhorst agora é líder isolado do Rondoniense de MX

Por Chico Limeira | Fotos por Divulgação | 06 de julho de 2011 - 20:43

Prestigiada por um grande público presente no motodrómo do Pé de Galinha, aconteceu neste fim de semana a terceira a etapa do campeonato Rondoniense de Motocross 2011, com mais um show de adrenalina e manobras radicais proporcionado pelos principais pilotos do Motocross do Estado de Rondônia.

Sem muitas surpresas entre os pequenos artistas da pista, nas categorias 65 e 85, Lucas Belém e Diego Henning venceram suas respectivas disputas, enquanto na MX Estreantes, Talles Rodrigues foi o vencedor do dia.

Largada da categoria MX2 em Buritis

Largada da categoria MX2 em Buritis

Já na Força Livre Nacional, Riderson Carlos fraturou a clavícula, deixando caminho livre para Felipe Carvalho garantir a vitória. Correndo juntos na pista, na MX3 venceu Alberto ‘Brizola’ Maschio, enquanto Rodrigo Selhorst foi o vencedor da MX2, assumindo com isto a liderança do campeonato. Confira como foi o evento deste domingo, 3 de julho…

Lucas Belém ampliou vantagem na 65
Começando ainda pela manhã, na disputa da categoria 65cc, um total de onze pilotos foram á pista para mais uma prova bastante disputa, onde os garotos que representam o futuro do motociclismo de Rondônia mostraram técnica e excelente desempenho na pista. Mantendo o nível, o piloto Lucas Belém # 444, da cidade de Vilhena venceu mais uma vez a disputa e se isolou ainda mais da liderança do Campeonato. Na briga pelo título, o também vilhenense Mateus Zilli # 17 completou a prova na segunda colocação, com Igor Vasconcelos # 37, de Buritis na terceira posição, Vitor Antônio # 8, de Ariquemes em quarto e Orlando Neto # 222, de Ariquemes, completando o pódio.

Lucas Belém

Lucas Belém

Henning se recuperou e venceu na categoria 85
Líder absoluto da categoria 85cc, o já experiente Diego Henning # 191, da cadê de Porto Velho foi o vencedor da prova, ampliando a sua vantagem para os demais concorrentes. Mesmo não largando bem na prova, Diego perdeu o traçado, caindo e ficando em último lugar, mas fazendo uma prova de recuperação antes da metade da prova já havia recuperado a ponta. Depois de liderar a prova nas primeira volta, o piloto de Porto Velho Eduardo Alecrim # 7, completou na segunda posição, mantendo-se com o resultado, na vice liderança do campeonato. Lucas Belém # 444, de Vilhena garantiu a terceira posição, enquanto Igor Mateus # 718, de Ouro Preto do Oeste terminou em quarto e Mateus Zilli # 99, de Vilhena, na quinta colocação.

Diego Henning

Diego Henning

Talles acelerou forte e venceu na MX Estreante
Numa prova forte e de muitos duelos a cada ponto da pista, na categoria MX Estreantes, cerca vinte pilotos começaram a prova, que teve uma largada bem embolada, com Bruno Bonnini # 818, de Ouro Preto do Oeste largando na ponta mas sendo perseguido de perto por Felipe Carvalho # 112, de Rolim de Moura e Talles Rodrigues # 63, de Ariquemes. Contornando melhor as curvas do traçado, Talles garantiu a dianteira ainda na primeira volta, mas abrir vantagem e deixar a briga pela segunda vaga entre Bonnini, Felipe e Walcenir “Leitão” Montes # 102, de Rolim de Moura, vencedor da etapa de Cacualândia. Após muitas trocar de posições entre Felipe e Leitão,  a prova terminou com Talles Rodrigues em primeiro, Felipe Carvalho em segundo, Leitão em terceiro, Thiago Rigon # 812 na quarta posição e Mailson Evandro # 132  em quinto.

Talles Rodrigues

Talles Rodrigues

Felipe venceu duelo com Chagas na Força Livre Nacional
A categoria que tradicionalmente agrega o maior número de pilotos a cada prova, na etapa de Buritis sofreu um reverso, levando a pista pouco mais de dez competidores, mas sofrendo ainda grandes perdas como a do extrovertido piloto Riderson Carlos # 80, uma das atrações do motociclismo de Rondônia pela sua forma de pilotar, levantando a platéia com manobras radicais. Riderson sofreu uma queda após saltar rampa, fraturando a clavícula, o que deve deixa-lo afastado das pistas por algumas provas.

Riderson Carlos

Riderson Carlos

Sem o adversário mais difícil na prova, o jovem Felipe Carvalho # 112, de Rolim de Moura, puxou a fila, sempre seguido de perto por João Roberto Chagas # 39, de Santa Luzia, mas mantendo-se a frente e vencendo as duas baterias. Valdinei Correia # 88, de Pimenta Bueno foi o terceiro, Emanuel Felipe # 6 de Alto Paraíso foi o quarto e fechando o pódio, Carlos Casarin # 67, também de Alto Paraíso.

Felipe Carvalho

Felipe Carvalho

Na disputa da MX3 Brizola mostrou mais experiência
Correndo em conjunto com os pilotos da MX2, categoria máxima do motociclismo de Rondônia, a disputa da MX3 foi mais uma batalha entre os experientes pilotos acima dos 35 anos. Na briga direta pela liderança da temporada, Alberto Maschio, o “Brizola” # 103 de Pimenta Bueno, levou a melhor sobre os concorrentes diretos Evandro Bucioli # 27, de Rolim de Moura, Jean Carlos # 81, de Porto Velho e Nidval Amaral # 10, de Ji-Paraná.  Depois de vencer a primeira bateria e terminar em segundo na última, Brizola ficou com o lugar mais alto pódio, enquanto Jean Carlos foi o segundo, Evandro o terceiro, Mailson Evandro # 132 em quarto e Val Amaral em quinto.

Alberto 'Brizola' Maschio

Alberto 'Brizola' Maschio

Zamboni fez pressão mas Rodrigo venceu e assumiu liderança na MX2
Em mais uma prova mais bastante emocionante e de grandes duelos pelas melhores posições, a disputa da categoria MX2 mexeu com o grande público presente no Motodrómo Pé de Galinha. Marcando o retorno do atual campeão estadual as pistas após duas etapas fora, a prova de Buritis protagonizou ainda grandes e acirrados duelos, principalmente envolvendo o líder da temporada Rodrigo Selhorst # 8, de Espigão do Oeste e César Zamboni # 172, de Juina (MT), que se revezaram vencendo uma bateria cada.
Largando bem, na primeira bateria Rodrigo Selhorst assumiu a ponta imprimindo um ritmo bastante forte, com Marco Túlio # 1, de Ariquemes na sua cola e mais atrás César Zamboni e Cândido Chagas # 93, de Rolim de Moura tentando se manter no grupo.

Rodrigo Selhorst

Rodrigo Selhorst

Hugo Amaral # 51, de Porto Velho, até então líder do Estadual não largou bem e teve de fazer uma corrida de recuperação para ir ganhando posições aos pouco até encostar nos primeiros, mas não conseguiu manter o ritmo e nas últimas voltas perdeu contato com os líderes. Rodrigo se mantinha na frente com Zamboni pressionando na cola, até que na última volta, Selhorst se atralaha com retardatário e Zamboni aproveita para assumir a ponta cruzar a linha de chegada em primeiro. A segunda bateria foi um espelho da primeira, com Rodrigo largando na ponta e se mantendo até o final, seguido por Zamboni e Hugo Amaral saindo mal, mas terminando em terceiro. Marco Túlio que se revezou com Diego Henning # 191 na quarta e quinta posições, sentiu a falta de ritmo, mas promete melhorar para a próxima etapa, dias 16 e 17 de Julho, em São Miguel do Guaporé.

Parlamentares parceiros da FMR prestigiaram festa do MX em Buritis
A prova do fim de semana, prestigiada por um público estimado em mais de cinco mil pessoas presentes no Pé de Galinha, recebeu ainda as presenças de autoridades como o senador Valdir Raupp, deputada federal Marinha Raupp e deputado estadual Natan Donadon, membros da bancada do PMDB de Rondônia e grandes parceiros nos eventos promovidos pela Federação de Motociclismo de Rondônia – FMR. Estev presente n vento ainda o secretário de estado Rui Vieira, representado o governador Confúcio Moura na festa do prefeito Elson Montes, que já manifestou o desejo de realizar para 2012 uma etapa Sul-Americana de MX.

Autoridades parlamentares participaram do evento em Buritis

Autoridades parlamentares participaram do evento em Buritis

A terceira etapa do Rondoniense de MX 2011 foi mais uma promoção e realização da FMR, em parceria com a Prefeitura de Buritis, com apoio do Ministério dos Esportes, Petrobras, Eletrobras, Governo de Rondônia, senador Valdir Raupp, senador Acir Gurgacz, deputada federal Marinha Raupp, deputado federal Natan Donadon, deputado federal Moreira Mendes, deputado estadual Valdivino Tucura, Kaká Mendonça, MegaBom Sorvetes, Castilhos Estruturas Metálicas, Cairú Transportes, Lind’água, Ciclo Cairú, Kaká Mendonça e Rondoniaovivo.

Resultado da terceira etapa do Rondoniense de Motocross 2011

Categoria 100
1° # 444 – Lucas Belém – Vilhena
2° # 17 – Mateus Zilli – Vilhena
3° # 37 – Igor Vasconcelos – Buritis
4° # 8 Vitor Antonio – Ariquemes
5° # 222 – Orlando Netto – Ariquemes

Categoria 85
1° # 191 – Diego Henning – Porto Velho
2° # 7 – Eduardo Alecrin – Porto Velho
3° # 444 – Lucas Belém – Vilhena
4° # 718 – Igor Mateus – Ouro Preto do Oeste
5° # 99 – Mateus Zilli – Vilhena

Categoria MX Estreantes
1° # 63 – Talles Rodrigues – Ariquemes
2° # 112 – Felipe Carvalho – Rolim de Moura
3° # 102 – Walcenir ‘Leitão’ Montes – Rolim de Moura
4° # 812 – Thiago Rigon – Cacoal
5° # 132 – Mailson Evandro – Porto – Velho

Categoria Força Livre Nacional
1° # 112 – Felipe Carvalho – Rolim de Moura
2° # 39 – João Roberto Chagas – Santa Luzia do Oeste
3° # 88 – Valdinei Correia – Pimenta Bueno
4° # 6 – Emanuel Felipe – Alto Paraíso
5° # 67 – Carlos Casarin – Alto Paraíso

Categoria MX3
1° # 103 – Alberto ‘Brizola’ Maschio – Pimenta Bueno
2° # 81 – Jean Carlos – Porto Velho
3°# 27 – Evandro Bucioli – Rolim de Moura
4° # 132 – Mailson Evandro – Porto Velho
5° # 10 – Nidval Amaral – JI-Paraná

Categoria MX2
1° # 8 – Rodrigo Selhorst – Espigão do Oeste
2° # 172 – Cesar Zamboni – Juina –MT
3° #  51 – Hugo Amaral – Porto Velho
4° # 1 –  Marco Túlio – Ariquemes
5° # 191 – Diego Henning – Porto Velho

Confira como foram as primeiras etapas do Rondoniense de Motocross 2011

2ª Etapa – 29 de maio – Cacaulândia
1ª Etapa – 15 de maio – Espigão do Oeste

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Paulao disse:

Que blz ver o alemão azulando a biela denovo! o Cézinha moendo heheheh
Que pena mas Que pena mesmo q o véio não montou um chapa pra CBM, deve la ter seus motivos…
Lembro da corrida la de Carlos Barbosa que o alemãozinho hehehe faturou , cara torci demais , volta guri…

Sucesso !

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly