Confira todos campeões da Superliga de Motocross 2011

Por VipComm Comunicação | Fotos por Luiz Pires | 10 de julho de 2011 - 22:29

Jorge Balbi, Adam Chatfield e Thiago Formehl confirmaram o favoritismo e levaram respectivamente os títulos das categorias MX Pró, MX2 e Júnior da temporada 2011 da Superliga Brasil de Motocross. A quinta e decisiva etapa para estas categorias foi realizada neste domingo, 10 de julho, na pista do Centro de Lazer Off-Road Anexa à Honda, em Indaiatuba, São Paulo.

O evento chegou ao fim com transmissão ao vivo de corridas, via internet e TV, exemplo na organização das provas, com infraestrutura impecável, e melhor, um show de disputas nas pistas das cinco cidades (Poços de Caldas/MG, Paulínia/SP, Chapecó/SC, Penha/SC e Indaiatuba/SP) que receberam o maio evento da modalidade no país.

Primeira bateria categoria MX Pró
Dependendo de suas próprias forças para ganhar o trófeu da categoria, o líder Jorge Balbi começou a primeira etapa de forma arrasadora. O competidor fez o holeshot e abriu uma boa distância para os demais colocados. Já Roberto Castro se atrapalhou na largada e ao final da primeira volta era apenas o décimo. Em corrida de recuperação, o costa-riquenho superou seus limites ao ultrapassar oito adversários e alcançar a vice-liderança. A posição era incômoda ao piloto, que precisava chegar à frente de Balbi  para diminiur a diferença de pontos na classificação geral. O ímpeto de Castro não adiantou, já que Balbi caminhou livre para a vitória.

Largada da primeira bateria da categoria MX Pró em Indaiatuba

Largada da primeira bateria da categoria MX Pró em Indaiatuba

Segunda bateria categoria MX Pró
Na segunda prova foi a vez de Roberto Castro fazer uma ótima largada. O costa-riquenho brigou pelo primeiro lugar com Gabriel Gentil na volta inicial, conquistou a liderança e disparou na frente. Já Balbi, líder do campeonato, não teve um bom começo, mas mesmo assim ocupava o quinto lugar. Em uma volta, o mineiro ultrapassou três oponentes (Dudu Lima, Roosevelt Assunção e Luis Correa) e pulou para a segunda colocação, necessária para conquistar o título. Roberto Castro terminou o campeonato com a segunda colocação, seguido de João Paulino “Marronzinho”.

Largada da segunda bateria da categoria MX Pró em Indaiatuba

Largada da segunda bateria da categoria MX Pró em Indaiatuba

“Foi uma temporada difícil, cheia de lesões. Procurei não cometer o erro da etapa anterior, em Penha. Coloquei uma pressão em mim para ganhar este título e consegui”, explica Balbi, que ao final da bateria comemorou com a torcida realizando várias manobras.

Jorge Balbi Jr. foi o mais regular e conquistou o título da MX Pró

Jorge Balbi Jr. foi o mais regular e conquistou o título da MX Pró

Jorginho Balbi com a placa de número da Superliga de Motocross na MX Pró

Jorginho Balbi com a placa de número da Superliga de Motocross na MX Pró

Sem poder fazer nada, coube a Castro, que precisava tirar sete pontos do líder, correr para a vitória e torcer para um tropeço do adversário. O erro não aconteceu e Jorge Balbi, com 200 pontos, consagrou-se campeão da Superliga Brasil de Motocross 2011.

Primeira bateria categoria MX2
Sem tirar o mão do acelerador, o líder do campeonato, Adam Chatfield, fez o holeshot e caminhou para a liderança ainda na primeira curva. Sem ninguém pela frente, o inglês tinha pista livre para a vitória. Os concorrentes do piloto pelo título da categoria, Jean Ramos e Hector Assunção, tentavam permanecer vivos na disputa.

Adam Chatfield

Adam Chatfield

Jean perdeu um pouco de tempo ao tentar ultrapassar Hugo Amaral e Humberto Martin. Conseguiu, mas já era tarde para alcançar Adam. Já Hector teve dificuldades na largada e demorou para encostar no pelotão de frente. Mesmo assim, não se intimidou com o fato de estar em posições intermediárias e partiu para cima dos oponentes. Ao final da bateria, terminou em terceiro e viu a diferença para Adam Chatfield crescer para doze pontos. Jean Ramos foi o segundo na corrida. “Com a vitória na primeira bateria, entre mais mais tranquilo na segunda. Sabia que poderia ficar entre os cinco primeiros. Estou muito feliz ser campeão”, destaca o vitorioso Adam Chatfield.

Segunda bateria categoria MX2
Quando o gate caiu para os 25 pilotos que disputaram a bateria, Jean Ramos logo pulou para a primeira posição e Rafael Faria era o segundo. Enquanto Hector encostava no líder da prova, Adam Chatfield não teve um bom início e ocupava o segundo pelotão. “Voando” na pista, Hector ultrapassou Jean na terceira volta.

Largada da segunda bateria da categoria MX2 em Indaiatuba

Largada da segunda bateria da categoria MX2 em Indaiatuba

Chatfield comemorou o título com os membros da equipe IMS / Honda

Chatfield comemorou o título com os membros da equipe IMS / Honda

Rafael Faria, em quarto, e Adam, em quinto, proporcionaram um grande duelo durante algumas voltas. Melhor para o inglês, que ultrapassou o brasileiro e ficou a um passo do título. Hector chegou a primeira colocação, mas para vencer o campeonato, precisava que Adam terminasse a corrida em oitavo. Porém o inglês já era terceiro. Hector recebeu a bandeira quadriculada em primeiro, mas Adam, na terceira posição da prova, conquistou o inédito título, com 194 pontos.

Bateria categoria Júnior
Com a vantagem de chegar entre os noves primeiros para garantir o título, o líder da categoria, Thiago Formehl, fez uma boa largada, no entanto não conseguiu manter a ponta. Logo nas primeiras voltas, o mato-grossense cedeu o primeiro lugar para o adversário na briga pelo troféu, Gustavo Henn, após uma querda. O catarinense chegou a andar na frente, porém Pedro Bueno, em ritmo forte, o ultrapassou e assumiu a liderança.

Largada da categoria MX Júnior em Indaiatuba

Largada da categoria MX Júnior em Indaiatuba

Thiago Formehl é o novo campeão da Superliga de MX na categoria MX Júnior

Thiago Formehl é o novo campeão da Superliga de MX na categoria MX Júnior

Apesar de duas quedas, Formehl cruzou a linha de chegada na quinta colocação e conquistou o título da classe, com 88 pontos. A prova foi vencida por Pedro Bueno. “Foi muita adrenalina durante toda a prova. Comecei bem, mas cai duas vezes. Felizmente garanti o campeonato”, comemora Formehl.

Todos campeões da Superliga de Motocross 2011
Categoria 65 – Enzo Lopes
Categoria MX Júnior – Thiago Formehl
Categoria MX Pró – Jorge Balbi Jr.
Categoria MX2 – Adam Chatfield
Categoria MX3 – Cristiano Lopes
Categoria MX4 – Milton Becker

Clique aqui e confira o que rolou nas disputas deste sábado em Indaiatuba

Resultados completos da quinta etapa da Superliga de Motocross 2011

Corridas
Categoria Júnior

Categoria MX2 – Primeira bateria

Categoria MX2 – Segunda bateria

Categoria MX Pró – Primeira bateria

Categoria MX Pró – Segunda bateria

Classificação do campeonato após cinco etapas
Categoria Júnior

Categoria MX2

Categoria MX Pró

Compartilhe este conteúdo

Comentários

motocross disse:

sei q e impossivel………mas acho q super liga e brasileiro mx deveria se fundir em um so campeonato mais isso vai fica so no sonho mesmo faser oq né!!!!!!!!!!!!!!e uma pena eu pelo menos acho isso uma pena,seria um campeonato muito mais legau de se ver

fausto disse:

falar do valerio a facil . dificil e fazer u ela faz ele e simplesmente o melhor …….. eu acompanhei a corrida pela tv e ele falou um monte no nome do balbi …… amiguinhos vamos parar com isto o ano que vem todos vao ter que engolir a super liga ……………. da forma que ta indo acho que nao vai ter brasileiro infelismente

Eduardo disse:

O Vitor e tem mais uma pergunta, quem vai fazer o papel de promotor do Brasileiro??? Quem vai montar e divulgar o evento de Canelinha??? Vai ser o Caravana mesmo??? Vamos pessoal, tentem descobrir, pelo que vejo só mudou o chefe da quadrilha!!!

Vitor disse:

Pedro Machado estou com vc! falou com base! A superliga tem 2 anos ja esta ao vivo na tv, coisa que fazem mais de 15 anos que nao existe no motocross, transmite na net, tem locutores renomados, medicos de 1a linha, estrutura muito melhor que a do brasileiro, as pistas estao muito boas e elogiadas pelos proprios pilotos. Nao podem criticar pq e o brasileiro, vai passar aonde? que tv? que site? quem é o locutor? quem é o medico? nao vamos fazer comparação! cada um tem seu valor e seu respeito!

Pedro machado disse:

Muito Bacana os comentários, agora a superliga fez o campeonato….
Mostrou na tv, coisa que não existia, e todos vcs sabem que o brasileiro ta capengando. Não e hr de começar a pensar ….falar mal de um ou outro…..
Tipo locutor, vcs tão loko, eu assisti o trem e padrão Globo. Vcs esquecem que recentemente a cbm Tava procurando um pra fala no microfone….
Escrevam coisas com fundamento.

PARABENS BALBI estaremos em canelinha sc pra ver outro show seu no BRASSILEIRO DE MOTOCROSS agora!!!!!
E FICA AQUI TB nosso parabens tb para o HECTOR que se nao fosse a falta de sorte na primeiura bateria teria TB se sagrado CAMPEAO mas ainda é novo e anda muito e temos o brasileiro lá pra vc mostra td isso novamente valeuuu!!
PARABENS

FABRICIO MAGALHAES disse:

Paulao este placar seu ta errado 3 IMS x 2 PROTORK,Honda 0,equipes privadas campeas quem diria hein,estamos no rumo certo quanto mais equipes privadas mais profissionais empregados e mais equilibrado a disputa,a e lembrando que aquele titulo do cristiano lopes ainda ta na justiça e vamos ver o que diz o juiz,valeu

FABRICIO MAGALHAES disse:

Duda aposto que o Balbi nao vai p Arena todo mundo sabe o motivo,a pista e um absurdo de facil e nivela por baixo,qualquer piloto que anda de motocross zera aquelas pistas sem problema algum e o Balbi tem muita bagagem p enfrentar aquilo,agora tudo pode mudar ne vamos aguadar p
ver,afinal so tem o br de mx p ele correr esse restao de ano.valeu

FABRICIO MAGALHAES disse:

BALBI E O CARA,PARABENS AO BALBI,SR JORGE E AO MAX,uma familia de campeos e com muita raça e vontade de vencer nao de ne hondetes kkkkkkkkkkkk,tinha gente na transmissao que tentava jogar uma zica no balbi mas a zica ta toda na equipe honda,kkkkkk.Falta de respeito na hora que a equipe campea subiu no podio cortaram a transmissao e calaram ate a fala do Valerio neto,e por isso que nosso esporte esta desse jeito se quem coloca dinheiro como a PROTORK nao aparce p que patrocinar?MINAS GERAIS NO TOPO DO MOTOCROSS NACIONAL,VALEU GALERA E UM BOM BALBI P TODO MUNDO KKKKKKKKK.

duda H disse:

PERGUNTO: ALGUÉM JÁ SABE SE O BALBI VAI PARTICIPAR DO ARENA CROSS???? RS.RS.RS.RS.RS.

Zé do Off-road disse:

Este comentário foi excluído pelo fato do e-mail informado não ser um e-mail válido. Informe dados verídicos como nome e e-mail, e evite com isto que seus comentários sejam excluídos.

Luiz disse:

Realmente o Valério decepcionou a todos,o comentarista chegava a dizer referindo-se ao Balbi “aquele ali” pode levar o titulo..Uma vergonha,a tendenciosidade deles…todos perceberam a falta de profissionalismo em ficar somente alisando os cara da Honda,que tomaram na cara..fizeram um campeonato só pra eles ai vai um piloto da Protork e ganha o campeonato kkkkkk BEM FEITO YASUDA LIXO!!!!

Ronaldo disse:

Obrigado Balbi!!!!

Pagar pelo campeonato e comprar 90% dos pilotos o dinheiro compra,falar um monte de bobeira no microfone desmerecendo os demais pilotos por nao serem Honda o dinheiro tambem paga!

VER O BALBI SER CAMPEAO EM INDAIATIBA NAO TEM PRECO!!!!!

Joca disse:

Este comentário foi excluído pelo fato do e-mail informado não ser um e-mail válido. Informe dados verídicos como nome e e-mail, e evite com isto que seus comentários sejam excluídos.

VOLNEY LIMA disse:

O Valério é grande narrador e o Quinho Caldas desde da época da extinta Revista Motoshow sempre li suas matérias, mas ontem em determinado momento da transmissão eles ‘apeleram” em relação a Honda (patrocinadora master da competição), principalmente na 1ª bateria pelos comentários de ambos, eles chegaram a conclusão que na 2ª bateria “a matemática” quase ficou favoravel ao R. Castro ( que corria de honda), por mais que defendam o interesse de uma marca específica, ficou muito apelativo em muitos momentos dentro da transmissão. Talvez o que esta acontecendo neste ano com a equipe Honda, seja castigo, mas não aos pilotos, mas sim aqueles que de alguma forma tenta “financeiramente e politicamente” manipular a siruação em favor da marca.

duda H disse:

BALBI É FODÃO MESMO, PEGOU O CAMPEONATO QUE A HONDA ENCABEÇA, FOI LÁ E PAPOU, BALBI HOJE SEM SOMBRA DE DÚVIDAS, É O MELHOR E MAIS BEM PREPARADO PILOTO BRASILEIRO, TALVEZ O MELHOR DE TODA HISTÓRIA. COM WELLINGTON, LEANDRO E SWIAN(QUE NÃO TÁ ANDANDO NADA TB), FORA, CABOU A EQUIPE OFICIAL, SÓ ANO QUE VEM MESMO… !!

Chico disse:

Este comentário foi excluído pelo fato do e-mail informado não ser um e-mail válido. Informe dados verídicos como nome e e-mail, e evite com isto que seus comentários sejam excluídos.

Paulao disse:

Queria conhecer o Adam hehehehe!

Placar Honda 3 x 3 outras hehehen sei não tio Yasuda!

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly