Catarinenses querem se manter invictos em Canelinha

Por Divulgação | Fotos por Divulgação | 12 de julho de 2011 - 22:47

Os catarinenses prometem ir com tudo para a disputa da terceira etapa do campeonato Pro Tork Brasileiro de Motocross 2011, que será realizada neste final de semana na tradicional pista do Motódromo Arthur Jachowicz, em Canelinha (SC). E dois deles têm a missão de defender em casa a invencibilidade na competição: Milton ‘Chumbinho’ Becker na categoria MX4, e Gustavo Henn na 85 cilindradas. Haverá ainda provas decisivas para as classes MX1, MX2, MX3, 230 e 65.

A dupla catarinense está com 100% de rendimento na competição. Além de vencer as corridas anteriores, realizadas em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, e Carlos Barbosa, na serra gaúcha, os pilotos ainda foram os mais rápidos dos treinos cronometrados e faturaram um ponto extra em cada etapa. Assim, ambos lideram suas respectivas classes com 52 pontos. “Tenho trabalhado forte para melhorar ainda mais o rendimento e estou curioso para ver como será em Canelinha”, disse Chumbinho.

Milton 'Chumbinho' Becker

Milton 'Chumbinho' Becker

O fato de correr em casa motiva o experiente competidor. “Canelinha é ainda mais que isso, é a pista mais tradicional em atividade no país e que tem nível de Campeonato Mundial. O público de lá é fantástico e vibra a cada volta com os pilotos”, concluiu Chumbinho. Nas outras categorias, a briga pelo título está quente e os seguintes pilotos são os atuais líderes: Jorge Balbi Jr. (MX1), Eduardo ‘Dudu’ Lima (MX2), Massoud Nassar (MX3), Enzo Lopes (65) e Fabiano dos Santos (230).

Gustavo Henn

Gustavo Henn

A etapa catarinense do Pro Tork Brasileiro de Motocross servirá como pré-seletiva para o Motocross das Nações, principal evento do calendário internacional da modalidade e que está marcado para 18 e 19 de setembro em Sant Jean d´Angely, na França. Em Canelinha, serão escolhidos oito pilotos para a seletiva final, de onde sairão os três competidores que farão parte da Seleção Brasileira. Saiba mais clicando aqui

Terceira etapa – Pro Tork Brasileiro de Motocross 2011

Local: Motódromo Arthur Jachowicz – Canelinha / Santa Catarina

Sexta-feira – 15 de julho
12:00 às 19:00 horas – Secretaria de prova e vistorias técnicas

Sábado – 16 de julho
7:00 horas – Vistoria técnica
8:30 às 8:45 horas – Treino livre 230
8:55 às 9:15 horas – Treino livre MX3
9:25 às 9:40 horas – Treino livre 65
9:50 às 10:10 horas – Treino livre MX2
10:20 às 10:40 horas – Treino livre MX4
10:50 às 11:05 horas – Treino livre 85
11:20 às 11:40 horas – Treino livre MX1
12:40 às 12:55 horas – Treino cronometrado 230
13:05 às 13:25 horas – Treino cronometrado MX3
13:35 às 13:50 horas – Treino cronometrado 65
14:00 às 14:20 horas- Treino cronometrado MX2
14:30 às 14:50 horas – Treino cronometrado MX4
15:00 às 15:15 horas – Treino cronometrado 85
15:25 às 15:45 horas – Treino cronometrado MX1

Domingo – 17 de julho
8:20 às 8:30 horas- Warm Up MX3
8:40 às 8:50 horas- Warm Up 230
9:00 às 9:10 horas- Warm Up 65
9:20 às 9:30 horas- Warm Up MX2
9:40 às 9:50 horas- Warm Up MX4
10:00 às 10:10 horas – Warm Up 85
10:20 às 10:30 horas – Warm Up MX1
11:00 horas – Abertura oficial
11:30 horas- Corrida MX3 e MX4
12:00 horas – Corrida 230
12:50 horas- Corrida 65
13:50 horas- Corrida MX2
14:50 horas – Corrida 85
15:50 horas – Corrida MX1

O Pro Tork Brasileiro de Motocross tem patrocínio de Pro Tork e Rinaldi. A terceira etapa conta com organização da Federação Catarinense de Motociclismo – FCM, e supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM.

Confira como foram as primeiras etapas do Brasileiro de Motocross 2011

2ª Etapa – 8 de maio – Carlos Barbosa / Rio Grande do Sul
1ª Etapa – 3 de abril – Foz do Iguaçu / Paraná

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Tiago Wolff disse:

nao entendi o cronograma, mx3 e mx4 treinam separados e correm juntos??

Edson Oliveira disse:

parabens canelinha e organizadores,vamos fazer voltar os velhos tempo e dar a volta por cima no brasileiro de motocros.

Fred disse:

Este comentário foi excluído pelo fato do email informado não ser um email válido. Evite ter seus comentários excluídos informando corretamente seu nome completo e seu email.

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly