Resultados do Brasileiro de Motocross em Canelinha

Por Jorge Soares | Fotos por Divulgação | 17 de julho de 2011 - 13:29

Os pilotos Jorge Balbi Jr. e Adam Chatfield foram os destaques da terceira etapa do Pro Tork Brasileiro de Motocross. A dupla saiu vencedora nas corridas deste domingo, que tiveram como palco o tradicional Motódromo Arthur Jachowicz, em Canelinha, Canelinha. Apaixonado por motociclismo, o público catarinense compareceu e acompanhou ainda a vitória do piloto da casa Gustavo Henn na categoria.

Balbi venceu na MX1, Douglas ‘Duda’ Parise na MX3, Adam Chatfield na MX2, Marcos Moraes na 230, Enzo Lopes na 65 e Júlio Cezar Xavier na MX4, e levaram os 25 pontos para a classificação no campeonato, que ainda terá mais quatro etapas. A quarta etapa do Pro Tork Brasileiro de Motocross será realizada nos dias 21 e 22 de agosto, em Anchieta, no Espírito Santo.

Largada da categoria MX2 em Canelinha

Largada da categoria MX2 em Canelinha

Segue abaixo os resultados da terceira das sete etapas do campeonato Pro Tork Brasileiro de Motocross 2011, evento realizado neste domingo, 17 de julho, no circuito Arthur Jackowicz, em Canelinha, Santa Catarina.

Clique e confira o resultado completo da categoria MX3

Clique e confira o resultado completo da categoria 230

Clique e confira o resultado completo da categoria 65

Clique e confira o resultado completo da categoria MX2

Clique e confira o resultado completo da categoria MX4

Clique e confira o resultado completo da categoria 85

Clique e confira o resultado completo da categoria MX1

Confira os detalhes das disputas em Canelinha

Categoria MX3
A categoria MX3 abriu as disputas da etapa em Canelinha. Assim que assumiu a liderança da prova, o gaúcho Douglas ‘Duda’ Parise abriu boa vantagem e deixou a briga para o catarinense radicado no Rio Grande do Sul Marcos Cordeiro, o mineiro Massoud Nassar, o paranaense Davis Guimarães e o catarinense Milton ‘Chumbinho’ Becker, que andaram praticamente juntos durante toda a prova. Com o resultado, Duda Parise conquista mais 25 pontos na classificação e segue firme na busca pelo título.

Douglas 'Duda' Parise

Douglas 'Duda' Parise

Categoria 230
O catarinense Germano Vandrensen largou na ponta, mas após a sessão de costelas no miolo da pista foi superado pelo gaúcho Fabiano dos Santos, que passou a liderar isolado a prova da categoria 230 até receber a placa de duas voltas, quando sua moto quebrou e ele teve que abandonar a disputa. O catarinense Germano Vandresen, que vinha na segunda posição, assumiu a ponta, mas não conseguiu conter o paulista Marcos Moraes, que mais rápido, estava em terceiro. Marcos assumiu a ponta na última volta e venceu. Germano finalizou na segunda colocação como o melhor catarinense da categoria.

Marcos Moraes

Marcos Moraes

Categoria 65
O catarinense Arthur Todeschini largou na ponta, mas ainda na primeira volta foi superado pelo jovem Enzo Lopes largou, que passou a abrir distância para vencer com grande vantagem a prova da categoria 65cc. O gaúcho venceu e ampliou ainda mais a sua liderança no campeonato em que está invicto, com três vitórias nas três etapas.

Largada da categoria 65 em Canelinha

Largada da categoria 65 em Canelinha

Categoria MX2
Com 34 motos alinhadas no gate, a categoria MX2 teve vitória do inglês Adam Chatfield, que largou na frente e conseguiu fugir da pressão imposta pelo paranaense Jean Ramos no início da prova.  A disputa mesmo ficou entre o argentino Luis Correa, e o paulista Rafael Zenni, sendo que o também paulista Hector Assunção chegou neste pelotão na metade da prova. Na segunda metade da prova estes pilotos andaram muito próximos um dos outros. O  mineiro Jorge Balbi Jr., um dos favoritos da categoria, passou por uma situação inusitada na largada, quando o paulista Hector Assunção bateu na casinha do gate, que caiu a atingiu Balbi que estava no outro lado da casinha. Resultado: os pilotos cairam e largaram atrás, com Balbi tendo que parar no pit stop para um reparo na moto. Com isto o paulista e o mineiro fizeram uma prova de recuperação.

Eduardo 'Dudu' Lima

Eduardo 'Dudu' Lima

Categoria MX4
Quem largou na ponta na MX4, a categoria dos mais experientes, foi o gaúcho Carlos ‘Nazysta’ Kettermann, sendo que o grande favorito da categoria, o catarinense Milton ‘Chumbinho’ Becker, acabou caindo na largada e partiu em último lugar na prova. Há cada volta, Chumbinho recuperava posições e no finalzinho ele encostou no líder, o pernambucano Júlio César Xavier, Chumbinho pressionou há duas voltas do final, quando ia para a ultrapassagem, cometeu um erro e caiu. Júlio César aproveitou a chance e acelerou o ritmo para vencer a etapa. Chumbinho finalizou a prova na segunda posição.

Categoria 85
Vitória catarinense na 85cc. Gustavo Henn confirmou o favoritismo dos treinos e venceu a prova da categoria de ponta a ponta, mantendo a invecibilidade no campeonato e ampliando sua vantagem na busca pelo seu primeiro título nacional.

Categoria MX1
O piloto Jorge Balbi Jr., de Minas Gerais, venceu a prova da principal categoria, a MX1, depois de um início disputadíssimo com o argentino Luis Correa. Os dois pilotos andaram muito próximos no início da prova, e depois de um terço de prova Balbi conseguiu abrir distância e finalizar a prova com tranquilidade na ponta. O segundo colocado foi o inglês Adam Chatfield, e o terceiro Luis Correa. Com a vitória Balbi abriu mais alguns pontos na liderança do campeonato.

 

Jorge Balbi Jr.

Jorge Balbi Jr.

Programação oficial do Brasileiro de Motocross em Canelinha

Domingo – 17 de julho
8:20 às 8:30 horas- Warm Up MX3
8:40 às 8:50 horas- Warm Up 230
9:00 às 9:10 horas- Warm Up 65
9:20 às 9:30 horas- Warm Up MX2
9:40 às 9:50 horas- Warm Up MX4
10:00 às 10:10 horas – Warm Up 85
10:20 às 10:30 horas – Warm Up MX1
11:00 horas – Abertura oficial
11:20 horas- Corrida MX3
12:00 horas – Corrida 230
12:50 horas- Corrida 65
13:40 horas- Corrida MX2
14:40 horas – Corrida MX4
15:30 horas – Corrida 85
16:10 horas – Corrida MX1

A terceira etapa do campeonato Pro Tork Brasileiro de Motocross 2011, que tem patrocínio de Pro Tork e Rinaldi, conta com o apoio da Prefeitura de Canelinha, Moto Shop Racing, Destak, Geração Motos, Mega Motos, Fundesporte e Secretaria de Estado Turismo, Esporte e Cultura de Santa Catarina. A organização é do Motoclube de Canelinha, com realização da Federação Catarinense de Motociclismo – FCM, e supervisão própria FCM e da Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Henrique disse:

Este comentário não foi publicado pelo fato do autor não ter respondido o e-mail de confirmação enviado pelo site Mundocross ao endereço de e-mail informado pelo autor no momento do comentário.

Tenha seus comentários publicados normalmente, bastando para isto que você informe seu nome completo e um endereço de e-mail válido para que você possa responder quando lhe for enviada uma mensagem para confirmar as informações. Lembrando que não serão aceitos comentários que contenham palavras de baixo calão ou ofensas.

Luti Benetti disse:

Parabens Duda….vce eh o cara.

MARCELO garibaldi rs disse:

Este comentário não foi incluído pelo fato do email informado não ser um email válido. Foi enviado um email para confirmação do autor do comentério, e o email voltou como endereço inválido. Evite ter seus comentários excluídos informando corretamente seu nome completo e seu email.

Moacir Fausto disse:

balbi cada vez mais rapido

Washington Igor -SE disse:

Parabéns Júlio César vc é o cara! Vai ganhar em Aracaju também.

Primeiramente deixo meus PARABENS ao balbi que alem de fazer uma bela prova de recuperaçao na MX2 andou muito na MX1 fazendo parecer que o triplo de canelinha era facil!!! incluise mandando na ultiam volta tb valeeuu
E tb ao HECTOR que anda demais e se tb nao ficasse na largada da MX2 teria sem duvida ganhado a corrida na minha opiniao isso vendo porque no meio da prova já estava entre os 5 primeiros e depois parece que cansou mas valeeu andou demais

Roberto Cardoso (Betinho e Bebé # 51) disse:

Nossos parabens ficam aqui para 3 pilotos gauchos, Enzo Lopes Duda Parise e Fabiano dos Santos popularmente conhecido aqui como Fabianinho dos Santos que andou muito ai na cat. 230cc mas que por um pouco de falta de sorte sua moto lhe deixou na mao apos receber a bandeira de duas voltas para o final, uma pena Fabiano mas isso infelizmente acontece, segue firme na sua busca!!! Parabens ao 3 Gauchos que representaram muito bem o nosso esporte na competicao…..Bom retorno as suas casas e suas familias e uma otima semana a todos!!!!!!!

mx427 disse:

Este comentário não foi incluído pelo fato do email informado não ser um email válido. Foi enviado um email para confirmação do autor do comentério, e o email voltou como endereço inválido. Evite ter seus comentários excluídos informando corretamente seu nome completo e seu email.

Cal Vasconcelos disse:

valeu julio nordeste ta contigo

Odilan Júnior disse:

PARABENS DUDA SALVO OS GAUCHO HEHEHE DELHE DUDA

Kleber Goncalves disse:

Este comentário não foi publicado pelo fato do autor não ter respondido o e-mail de confirmação enviado pelo site Mundocross ao endereço de e-mail informado pelo autor no momento do comentário.

Tenha seus comentários publicados normalmente, bastando para isto que você informe seu nome completo e um endereço de e-mail válido para que você possa responder quando lhe for enviada uma mensagem para confirmar as informações. Lembrando que não serão aceitos comentários que contenham palavras de baixo calão ou ofensas.

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly