Palmas receberá etapa do Brasileiro de Velocross

Por Adriano Winckler | 29 de julho de 2011 - 9:26

A cidade de Palmas, capital do Tocantins, receberá pelo segundo ano consecutivo uma etapa o Campeonato Brasileiro de Velocross 2011. A quarta etapa da competição acontecerá nos dias 13 e 14 de agosto, na pista da Praia do Prata, local com grande infraestrutura para receber público, pilotos e equipes.

“A pista da Praia do Prata já foi utilizada para um Super Prime do Rally dos Sertões. Estamos apenas adequando-a para receber os melhores pilotos do velocross nacional. Serão cerca de 900m de extensão, cercados por restaurante, bares, banheiros e área para camping. É um local belíssimo, perfeito também para passeios e lazer na água”, declara Maurício Limeira, presidente da Federação de Motociclismo do Estado de Tocantins (FMT).
Segundo o dirigente, é grande a expectativa pela prova. “A localização da pista é um grande diferencial para essa etapa. Esperamos cerca de quatro mil pessoas para prestigiar as corridas. Serão R$ 6.500 de premiação em dinheiro e troféu do 1º ao 8º lugar. Tenho certeza de que será uma grande festa”, completou Limeira.

Dentro da pista, a briga promete esquentar mais uma vez entre os três primeiros colocados da categoria VX1, a principal da modalidade. Após a vitória em Anápolis/GO no último fim de semana, o paranaense Paulo Stedile assumiu a liderança com 63 pontos. O gaúcho Mateus Basso também soma 63, um a mais que o catarinense Lui Fietz, com 62. Campeão das categorias VX1 e VX2 em 2010, porém, Fietz sabe que o campeonato ainda está aberto e acredita em uma recuperação nas próximas etapas.

“Ainda tenho andado meio tenso, meio preso. Pode ser o fato de eu ser o atual campeão que esteja pesando. Mas eu tenho sido muito rápido nos treinos. No momento em que eu conseguir colocar essa velocidade nas provas tenho certeza de que as coisas serão bem favoráveis”, garantiu o piloto da equipe Central Automoveis/TDR/Jacson Racing/TBT.

A quarta etapa do campeonato Brasileiro de Velocross é uma realização da Federação de Motociclismo do Estado de Tocantins (FMT), com supervisão é Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM) e da própria FMT.

Classificação do Brasileiro de Velocross 2011 após três etapas

VX1
1º – Paulo Stedile – 63 pontos
2º – Mateus Basso – 63
3º – Lui Fietz – 62
4º – Lucas Basso – 40
5º – Jeison Scheidt – 34

VX2
1º – Mateus Basso – 75 pontos
2º – Lui Fietz – 62
3º – Lucas Basso – 42
4º – Rodrigo Taborda – 40
5º – Tiago Pykocz – 33

VX3 Importada
1º – Fabiano Ribeiro – 70 pontos
2º – Nasri Sarkis – 66
3º – João Francener – 39
4º – Carlos Ribas Junior – 33
5º – Marcelo Marques – 32

VX3 Nacional
1º – João Francener – 68 pontos
2º – Marcelo Marques – 44
3º – Braulio Andrade – 36
4º – Elder Piroli – 35
5º – Adilson Hubner – 27

Força Livre Nacional 
1º – Jacson Keil – 47 pontos
2º – Marcos Wudarski – 47
3º – Daniel Schmitz – 34
4º – Flavio Cassou – 29
5º – Douglas Korelo – 25

230
1º – Jacson Keil – 50 pontos
2º – Preslei de Carli – 47
3º – Wyllyn Alves – 31
4º – Julio Vaselkoski – 30
5º – Luiz Kovolczyk – 29

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Chandler Bohm disse:

aewwwwwwwwwww fica aqui do lado da minha cidade aewwwwwwwwwwwwwwwwwww vo ta la concerteza é em pertinho ^^

Igor disse:

Este comentário não foi incluído pelo fato do email informado não ser um email válido. Foi enviado um email para confirmação do autor do comentário, e o email voltou como endereço inválido. Evite ter seus comentários excluídos informando corretamente seu nome completo e seu email.

Jackson Luiz de Oliveira disse:

Eu acho isso de uma incoerência tremenda,tdo bem que o campeonato é brasileiro,mas verifiquem quem está realmente pontuando e participando,e analise só..os pilotos tem que fazer no minimo 2000km pra anda de moto….e o pior a CBM não fala em momento algum em ajudar em nada,o piloto que se vire???isso é ajudar o esporte????Nem aqui nem na China!!!E ai Assis?e ai Jabuti??ou o presidente da Federação de Tocantins vai ajudar com o oleo diesel ou que para os pilotos irem até o seu estado????Tomara que mesmo que saia o boicote a essa prova como foi proposto em Goiás numa reunião informal dos pilotos.SENHORES PILOTOS que estão pontuando,se unam e NÃO VÃO pra essa prova.Senhor Selhorst..faça alguma coisa pelos pilotos já que na hora de cobrar a filiação são rápidos,e é nessa hora que vcs da ABMX tem que cobrar e intervir.Pelo jeito a questão é só dinheiro mesmo,nao estão nem ai pros pilotos,pois sem vocês o esporte vai mas sem pilotos o esporte MORRE!!!!! e é isso que vai acontecer com o Velocross.Os dois candidatos a presidencia da CBM agora prometem tudo,nossa o esporte ano que vem vai ser uma maravilha só…um é do Mato Grosso do Sul pouca gente conhece, o outro foi informado que é o candidato do caravana..então o que a gente faz?Vão fazer a eleição da nova presidencia em Natal RN,e quem não for não pode votar,mas claro fizeram isso justamente pra mtos nem irem….cartas marcadas…Isso nos deixa envergonhados….Pilotos VAMOS NOS AJUDAR E NÃO IR NESSA PROVA

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly