Team Brasil para o MXDN está reunido em Siqueira

Por Divulgação | Fotos por Elton Souza | 01 de agosto de 2011 - 16:35

Na manhã desta segunda-feira, 1° de agosto, a comissão técnica e pilotos se reuniram pela primeira vez após o anúncio dos pré-selecionados para o Team Brasil para o Motocross das Nações 2011. O mineiro Jorge Balbi Jr., o catarinense Anderson Cidade, o gaúcho Douglas Parise, e os paulistas Marcello Lima e Eduardo Lima mostraram animação com o encontro, e a possibilidade de participar de um processo transparente na formação da seleção. Leandro Silva, Swian Zanoni, Jean Ramos e Hector Assunção, vetados pelo time Honda, não compareceram ao encontro.

O discurso do chefe de equipe, Antônio Jorge Balbi, e do consultor técnico, Milton ‘Chumbinho’ Becker, foi de união. “Todos que estão aqui, querem mais do que ninguém defender o nosso país. Vamos nos unir e caminhar juntos em busca do melhor resultado da história do Brasil na competição”, afirma Balbi pai. “Temos um excelente grupo, com pessoas com vontade de trabalhar e é isso que importa. Vamos somar forças para rendermos o máximo que pudermos”, completa Chumbinho.

A comissão técnica fez questão de esclarecer a forma de trabalho, garantindo aos competidores um ambiente tranquilo e motivador. O coordenador do projeto, Eduardo Appel, também falou sobre a estrutura de ponta que será oferecida ao Team Brasil, proporcionando todas as condições necessárias à equipe fora do país.

“Estamos trabalhando com antecedência para que tudo ocorra da melhor maneira possível. A reunião de hoje foi importante para ouvirmos os pilotos, trocarmos opiniões e experiências. Queremos valorizar este tipo de parceria, na qual todos podem contribuir com o processo. Pelo que vi aqui, tenho certeza que teremos um grande resultado”, completa Appel.

Pilotos estão reunidos e serão avaliados para formação do Team Brasil

Pilotos estão reunidos e serão avaliados para formação do Team Brasil

O grupo segue no Centro de Treinamento da Pro Tork até amanhã, 2 de agosto, com uma série de atividades importantes para a definição do time final, formado por três titulares, mais um reserva. O anúncio do Team Brasil será feito no dia 21 de agosto, durante a realização da quarta etapa do campeonato Brasileiro de Motocross, na cidade de Anchieta, no Espírito Santo.

Anderson Cidade poderá estar indo pela segunda vez ao MXDN

Anderson Cidade poderá estar indo pela segunda vez ao MXDN

Jorge Balbi Jr. deverá ser novamente o capitão do Team Brasil

Jorge Balbi Jr. deverá ser novamente o capitão do Team Brasil

Douglas Parise já representou Brasil no MXDN em 2001

Douglas Parise já representou Brasil no MXDN em 2001

Irmãos Lima poderão estar indo competir juntos no MX das Nações

Irmãos Lima poderão estar indo competir juntos no MX das Nações

Sobre o Motocross das Nações – Considerado a Copa do Mundo da modalidade, o Motocross das Nações irá reunir os principais pilotos do mundo nos próximos dias 17 e 18 de setembro, em Saint Jean d’Angely, na França.

O Team Brasil no Motocross das Nações 2011 tem o patrocínio de Pro Tork.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Italu Arantes disse:

Fabio castro#246!!!!Isso é verdade mais por traz disso tem o todo poderoso WILSON YASUDA que nao libera cara axo que voce nao ta acompanhado isso aqui.
A HONDA VETOU FABIO E O FARIAS E PILOTO SATELITE HONDA COMO O HECTON ASSUNCAO TBM E.
ENTAO TEMOS QUE FAZER UMA CAMPANHA FORA YASUDA FORA IASUDA VAZA PRA BEM LONGE.
TEMOS QUE FAZER IGUAL TAO FAZENDO COM O RICARDO TEIXEIRA O TODO PODEROSO DO FUTEBOL.
VAMOS PRA RUA VAMOS COLOCAR A BOCA NO TROBONE FORAAAAAAAAAAAA DESGRAÇAAAAAAAAAAAAA.

Alberto Fernandes disse:

Fabio #246…. Concordo plenamente com o que vc falou sobre o Rafael Faria,,, se o que vc esta dizendo é verdade,,, então ta na Hora da Pro Tork agarrar esse piloto,,,, que além de grande piloto é uma pessoa de otimo caracter.

Fabio Castro #246 disse:

Acho que tá faltando darem uma chance para o Rafael Faria esee moleque tá andando muito, mais que Anderson Cidade e Douglas Parise. Etambem pelo que sei não é mais pilito satélite da Honda que não deram apoio nenhum para ele. Acho que deviamos fazer força para ele . abrx

Luiz Fernando Medeiros disse:

Twitter: Medeiros
Não concordo que vai ser um exercito de um homem só. Tudo bem que o Balbi salvou o time no ano passado, mas confio no trabalho da equipe este ano e creio que se a equipe trabalhar direito teremos um time muito bom. Lembre se que o Anderson Cidade teve apenas uma semana para se adaptar a moto e mesmo assim não andou mal. Creio que o Dudu tem bastante potencial, mas tem que o trabalhar direito. Sei que todo mundo esperava outros pilotos, mas infelizmente o espirito de união da equipe, não esteve presente a marca que os outros pilotos representavam !

fernando mazzucco disse:

Este comentário não foi incluído pelo fato do email informado não ser um email válido. Foi enviado um email para confirmação do autor do comentário, e não houve resposta do autor do comentário. Evite ter seus comentários excluídos informando corretamente seu nome completo e seu email.

Murilo 'Gyn' Pereira Vieira disse:

P/ Alberto
Falou tudo, vai ser um exercito de um homem só.

Alberto Fernandes disse:

Há coisas ditas no passado que não foram esclarecidas, transparentes, ou pra ser mais direto,, não foi dado nomes aos bois, assim dizendo,,, pois depois do Mx das nações nos EUA , pois o Sr. Edu Appel fez um comunicado na imprensa dizendo que na Equipe Brasileira existiam pessoas que foram para o EUA para fazer turismo e compras??? pois bem, daquela equipe do ano passado para este ano só não esta o Thales…. A minha pergunta é??? ele estava se referindo a ele “thales”??? ou a outras pessoas??? pois se é outras pessoas, vão continuar inssitindo no mesmo erro??? ou abertamente estamos sem falta de opções??? sejam quais forem as alternativas acima… mais uma vez o peso todo de resultados vai ficar em cima do Balbi Jr… ou seja, exercito de um homem só…

Washington Igor -SE disse:

A gente quer democracia e transparência. Corrupção deixa para o futebol>>

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly