Thales está confiante para o Latino de MX em RO

Por Adriano Winckler | Foto por Divulgação | 02 de agosto de 2011 - 14:42

Quinto colocado na primeira etapa do campeonato Latino Americano de Motocross MX2 2011, disputado em Latacunga, no Equador, o paulista Thales Vilardi, patrocinado pela Mega Energy / KTM / Mormaii, é uma das apostas do Brasil durante a segunda etapa da competição, que será disputada no próximo final de semana, dias 6 e 7 de agosto, na cidade de Pimenta Bueno, em Rondônia.

Correndo ‘em casa’ e com o apoio da torcida local, que deve lotar as arquibancadas das Pista Ecológica dos Buritis, Thales chega confiante para a disputa. ” Tivemos um intervalo grande entre a primeira e a segunda etapa, então, estou melhor preparado e mais acertado com a moto. Minhas expectativas são muito boas. Correr em casa tem pontos positivos, como o apoio e a vibração da torcida, que sempre dá um empurrãozinho a mais. Mas também sei que a etapa de Rondônia nunca é fácil, por causa do clima muito quente e na maioria das vezes com pistas arenosas. De qualquer forma, estou confiante e bastante empolgado”, declarou o piloto.

Ainda de olho na etapa seguinte, que também será disputada no Brasil, Vilardi sabe que para ser campeão não pode fazer uma prova conservadora. “Sem dúvida agora já é hora de começar a arriscar para buscar o título. A primeira etapa foi disputada com muito barro, então procurei marcar pontos para chegar nas etapas brasileiras perto dos primeiros colocados, e isso eu consegui lá no Equador. Agora é fazer o meu melhor e tirar essa vantagem nas duas etapas daqui”, completou o piloto.

O presidente da Federação de Motociclismo de Rondônia – FMR, Reinaldo Selhorst, acompanhou pessoalmente os trabalhos realizados com o apoio do Governo de Rondônia na Pista dos Buritis. O traçado de 1.650 metros, construído por Sebastião Gouveia, recebeu pequenas alterações para melhorar a segurança dos pilotos e o espetáculo para o público. Algumas recepções receberam mais aterro para se tornarem mais suaves, e os lançadores projetando as motos a grande altura.

Thales Vilardi foi o melhor brasileiro na primeira etapa do Latino MX2

Thales Vilardi foi o melhor brasileiro na primeira etapa do Latino MX2

Classificação do Latino Americano de Motocross MX2 2011 após uma etapa
1º – Jetro Salazar (Peru) – 47 pontos
2º – Andres Benenaula (Equador) – 47
3º – Juan Cordovez (Equador) – 40
4º – Felipe Espinoza (Equador) – 34
5º – Thales Vilardi (Brasil) – 34
7º – Rodrigo ‘Lama’ Santos (Brasil) – 27 pontos

Compartilhe este conteúdo

Comentários

sejam todos bem vindos a Rondônia – capital do mx.
parabens Reinaldo pelo evento e por respeitar quem faz o show

Heinz Chrispim disse:

queria dizer aqui e parabenizar a cbm pelo convite aos pilotos para andarem no latino que e um grande evento e eu como piloto que ja andei nos anos de 2007 e 2008 em rondonea,e estarei presente nesse ano tbm, e falar que estou muito aborrecido com a atiude dos organizadores do arenacross, onde eu realmente pela primeira vez iria participar com a ajuda de um patrocinio na categoria principal, mas simplesmente me falaram que eu estava de fora e que eles nao podiam fazer nada, a respeito, nem realmente me deixar tentar as classificatorias, e se isso que dizem que os pilotos que fazem o show, mas ,o que adianta o proprio piloto nao se valorizarem e andarem a troco de nada, enquanto uns usam os proprios pilotos como degraus, para conseguirem bens maiores, e o Brasil continua do memso geito em relacao ao esporte (nao predomindo e valorizando quem faz o show)

Juvenal Alves disse:

Boa sorte não de moleza beba uns 10 litros d agua antes da prova viu creme………….abraços

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly