Brasileiro de Motocross entra na fase decisiva

Por Divulgação | 04 de agosto de 2011 - 14:03

O campeonato Pro Tork Brasileiro de Motocross 2011 entra na fase decisiva e fica difícil adivinhar quem irá subir ao pódio na quarta etapa, marcada para os dias 20 e 21 de agosto em Anchieta, no Espírito Santo. A única certeza é de que o espetáculo está garantido entre os principais pilotos do país, que prometem disputas acirradas na pista que está sendo construída na área de eventos da cidade, localizada a 82 quilômetros da capital Vitória.

Depois de ter ficado de fora do calendário na temporada de 2010 do campeonato Brasileiro de Motocross, o Espírito Santo retorno com força para o antigo e tradicional campeonato de Motocross do Brasil. Como o campeonato terá ao todo sete etapas, a etapa de Anchieta marcará a metade da temporada 2011, que tem como diferencial em relação as temporadas anteriores o fato dos pilotos poderem descartar o seu pior resultado.

Haverá corridas para as categorias MX1, MX2, MX3, MX4, 230, 85 e 65, sendo que a entrada para o evento é gratuita. Uma das classes mais equilibradas tem sido a 230, que a cada etapa apontou um líder diferente: Richard Nunes ‘Piabinha’ saiu na frente, mas a liderança passou para as mãos de Fabiano dos Santos, e agora está com Marcos Moraes. “A briga está bem quente, não está fácil conquistar esse título. Agora estou mais confiante, treinando bem e com a moto acertada”, disse o atual ponteiro, que é de São Carlos, interior de São Paulo.

Ele está ansioso para a corrida, que tem como palco uma pista totalmente nova. Segundo a Federação do Espírito Santo, o circuito está sendo construído em um terreno bastante acidentado, o que favorece ainda mais a disputa. “Eu gosto de correr em pistas novas, costumo me soltar muito bem. As pistas do Brasileiro de Motocross estão excelentes e bem técnicas, e eu prefiro as que são em terrenos acidentados”, concluiu Marcos Moraes.

Os outros pilotos que terão a missão de manter a liderança em Anchieta são: Jorge Balbi Jr. (MX1), Eduardo ‘Dudu’ Lima (MX2), Douglas ‘Duda’ Parise (MX3), Milton ‘Chumbinho’ Becker (MX4), Gustavo Henn (85) e Enzo Lopes (65). Clique aqui para conferir a classificação completa do campeonato Brasileiro de MX 2011.

O Pro Tork Brasileiro de Motocross tem patrocínio de Pro Tork e Rinaldi. A quarta etapa conta com co-patrocínio da Secretaria de Esportes e Lazer do Governo do Espírito Santo e Prefeitura de Anchieta, realização da Federação Capixaba de Motociclismo e supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly