Tapejara colocou o Gaúcho de Velocross nos eixos

Por Assessoria Imprensa FGM | Fotos por André Charão | 09 de agosto de 2011 - 9:47

A cidade de Tapejara, na região norte do Rio Grande do Sul, recebeu neste último final de semana a quarta etapa do campeonato Rinaldi Gaúcho de Velocross 2011. Um grande público e mais de 220 inscritos fizeram o sucesso do evento. No sábado pela manhã a movimentação de pilotos já era intensa, duas sessões de treinos, uma livre e outra cronometrada, fizeram parte da programação.

Nos treinos, os tempos foram sendo pulverizados pelo pilotos volta a volta. Nas primeiras horas da manhã do domingo, o Parque de Rodeios da cidade já estava tomado pelos pilotos, que vieram de todas as regiões do Rio Grande do Sul e do Uruguai, e o tempo colaborou para o sucesso do evento, já que a previsão de chuva para a tarde de domingo não se concretizou.

A quarta etapa do Gaúcho de VX foi realizada num local com ótima estrutura e com boas condições gerais para os pilotos e público poderem desfrutar ao máximo o evento organizado pela Federação Gaúcha de Motociclismo, e com isto, colocar o Velocross no patamar onde merece estar: no topo. Confira agora o que aconteceu na pista neste domingo, 7 de agosto:

A VX4 teve seu vencedor definido na última volta
A categoria VX4 Nacional com pilotos acima dos 40 anos abriu a programação da quarta etapa do campeonato Gaúcho de VX, e a emoção foi do começo ao final da categoria. Na largada o piloto da casa Elder Pirolli (Tapejara), largou na frente e ao que tudo indicava, não daria chances para ninguém. Em um ritmo forte manteve a liderança durante quase toda a prova. Moisés Folha (Cristal), que largou na quarta colocação, precisou de apenas uma volta e meia para encostar no líder.

E depois disso os dois fizeram uma grande disputa. Moisés Folha foi com tudo para ultrapassar o líder quando foi dada a placa de duas voltas, conseguindo a vitória na última volta. Elder terminou em segundo, com Luciano Casirigui (Carazinho) em terceiro. Já Marco Aurélio Faria (Lajeado) foi o quarto colocado, e Luiz Carlos Berger (Montenegro) fechou o pódio na quinta colocação.

Moisés Folha

Moisés Folha

Balzan se deu bem na VX4 Importadas
Os pilotos da categoria VX4 Importadas foram  a segunda categoria a alinharam no gate em Tapejara. Na largada Júlio Balzan (Tupancieretã) assumiu a liderança. Sílvio Souza (Santa Vitória do Palmar), líder do campeonato, saiu na quarta colocação com o intuito de diminuir a diferença do líder no campeonato. Mas Balzan manteve o ritmo forte durante toda a prova, e venceu de ponta a ponta. Fernando Sanches (Santa Maria) foi o segundo colocado, mas Sílvio Souza manteve a liderança do campeonato chegando na terceira colocação. Toninho Viana (Jaguarão), depois de largar na terceira colocação ficou em quarto lugar, e Lauri Majoni  (Passo Fundo) fechou o pódio na quinta colocação.

Júlio Balzan

Júlio Balzan

Gabriel venceu sua primeira na categoria 50
A categoria 50cc foi a última categoria a alinhar no gate na parte da manhã, assim que foi dada a largada Gabriel Costa (Dom Pedrito), vice-líder do campeonato, assumiu a liderança da prova. Na segunda colocação vinha Matheus Hernandes (Rio Grande) líder do campeonato. Os dois chegaram a disputar as primeiras curvas juntos, mas prevaleceu o bom ritmo de Gabriel, que venceu a prova de ponta a ponta. Além da primeira vitória na competição, Gabriel ainda diminui a diferença entre o líder do campeonato para três pontos. Matheus foi o segundo colocado. Mathias Vargas (Rivera/Uruguai), que chegou estar em segundo, caiu para a terceira colocação depois de furar o pneu traseiro. Erik Moura (Rio Grande) ficou na quarta colocação, e Pablo Henrique dos Santos (Passo Fundo), fechou o pódio na quinta colocação.

Gabriel Lopes Costa

Gabriel Lopes Costa

Gusberti foi o destaque na Novatos Nacional
Trinta pilotos alinharam no gate para a disputa da categoria Novatos Nacional. Os pegas foram constantes, tanto no primeiro, como no último ‘pelotão’. Entre os pilotos, Gustavo Gusberti (Vila Flores) foi o mais eficiente, e venceu a prova de ponta a ponta, com Michel Fiel (Encantado) na segunda colocação, e Alex Sandro Campos (Marau) em terceiro. Leandro Fole (Montauri) foi o quarto e André Bertoglio (Tapejara) completou o pódio na quinta colocação.

Ótima estreia de Tessaro no campeonato
Uma das grandes surpresas do campeonato foi o jovem piloto Eduardo Tessaro (Machadinho). O piloto que conquistou o campeonato na categoria 85cc no ano passado participou da categoria Estreantes Importadas, sendo esta a primeira participação de Tessaro na competição em 2011, e não poderia ter sido melhor. Com um ritmo muito forte, venceu a prova de ponta a ponta com uma boa vantagem para o segundo colocado, Fabrício Rosso (Pelotas), líder do campeonato. Na terceira colocação, depois de uma grande disputa, chegou o piloto Fabrício Ferrari (Espumoso). Everton Dallasta (Sertão) foi o quarto colocado, e Cassiano Gonçalves (Passo Fundo) chegou na quinta colocação.

Eduardo Tessaro

Eduardo Tessaro

Pirolli fez a festa correndo em casa
A categoria VX3 Nacional era a última chance de Elder Pirolli (Tapejara) conquistar uma vitória na frente de sua torcida, mas depois de uma largada perfeita, Elder viu o caminho ficar complicado quando Moisés Folha (Cristal), que largou na sétima colocação, conquistar a liderança em menos de cinco curvas. Os dois fizeram uma grande disputa, sempre com Lucindo Amorim (Pelotas) na terceira colocação. Após três voltas o piloto da casa assumiu a liderança e imprimiu um ritmo muito forte consolidando a vitória. Moisés Folha foi o segundo colocado, Lucindo Amorim o terceiro, Sérgio Braga Júnior (Santa Cruz do Sul) foi o quarto colocado, e Marco Aurélio Farias (Lajeado) fechou na quinta colocação.

Elder Pirolli

Elder Pirolli

Deu Volcan pela terceira vez na VX3 Importadas
A categoria VX3 Importadas teve como vencedor pela terceira vez em quatro etapas, o piloto Rodrigo Volcan (Pelotas). Mas a vitória só se confirmou após a primeira metade da prova, pois na largada quem assumiu a liderança foi Fernando Sanches (Santa Maria). Rodrigo vinha logo atrás, seguido de perto por Júlio Balzan (Tupanciretã). Os três logo nas primeiras voltas abriram uma vantagem sobre os demais. Fernando em menos de três voltas abriu uma vantagem confortável sobre o segundo colocado, que começou a diminuir na segunda metade da prova. Volcan precisou de três voltas para superar Sanches, e assumira liderança da prova até a bandeirada de chegada, com Sanches em segundo, e Balzan em terceiro. Na quarta colocação chegou Maiara Basso (Mato Castelhano), que travou uma grande disputa com Cleomenes Gomes (Camaquã), que fechou o pódio na quinta colocação.

Rodrigo Volcan

Rodrigo Volcan

Vitória de Sérginho Moraes na 230
A categoria 230cc gerou grande expectativa na largada, afinal 30 pilotos estavam alinhados lado a lado no gate. E entre eles quem levou a melhor foi Sérgio Marques Moraes (Santa Cruz do Sul), que assumiu a liderança nas primeiras curvas, e com um ritmo surpreendente venceu de ponta a ponta. Logo atrás do líder, a disputa foi eletrizante entre Getúlio Pacheco Jr. (São Borja), Cássio Rossi (Santa Maria) e Alex Campos (Marau). Os três trocaram de posições várias vezes durante os mais de doze minutos de prova. Do segundo pelotão veio Cleomar Lusa (Flores da Cunha), que entrou na briga pelas primeiras posições conquistando o segundo lugar. Cássio Rossi foi o terceiro colocado, Getúlio chegou na quarta colocação e Alex Campos cruzou a linha de chegada na quinta colocação.

Sérgio Marques Moraes

Sérgio Marques Moraes

Lucas Basso largou em último e venceu  a VX2
Depois de cair na primeira curva após a largada, e ter ficado na última colocação, Lucas Basso (Gentil) mostrou por que é favorito ao título do campeonato de 2011. Com um ritmo de prova alucinante, Lucas mostrou uma grande reação. Saiu da última colocação e superou todos os seus adversários, inclusive seu concorrente direto, o uruguaio Mauricio Alvarez (Jaguarão), cruzando a linha de chegada em primeiro lugar, com onze segundos de vantagem sobre o segundo colocado, Alvarez. Eduardo Tessaro (Machadinho) chegou na terceira colocação após mais uma excelente prova. Luis Henrique Zottis (Passo Fundo), mesmo com uma queda, chegou em quarto lugar, e Everton Dallasta (Sertão) fechou o pódio na quinta colocação.

Lucas Basso

Lucas Basso

Deloss é 100% na 4 Tempos Força Livre
Outro piloto que mostrou que é o favorito ao título foi Felipe Deloss (Lajeado). Mais uma vez o piloto  venceu a categoria 4 Tempos Força Livre. A novidade desta vez foi a ‘dificuldade’, pois na largada Deloss ficou em sétimo, com Cristiano Rasia (Três de Maio) assumindo a liderança. Antes mesmo da metade da prova, Tjones Fritz (Lajeado) já era o líder, e Deloss com grandes ultrapassagens era o segundo colocado. Após encostar em Tjones, foram necessárias duas voltas para assumir a liderança e conquistar a quarta vitória na categoria. Tjones foi o segundo, Diovane Anselmi (Morro Redondo) o terceiro, Cristiano Rasia o quarto colocado, e Guilherme Zottis (Passo Fundo) o quinto colocado.

Felipe Deloss

Felipe Deloss

Araújo e Menuzzi venceram na 85 e na 65
As categorias 65cc e 85cc alinharam juntas no gate para a disputa da quarta etapa do campeonato. Henrique Araújo assumiu a liderança da categoria 85cc e venceu de ponta a ponta, com André Gonçalves (Ibirubá) em segundo. Leônidas Moraes (Santa Cruz do Sul) foi o terceiro, Mateus Kunz o quarto e Nicole Manzke o quinto colocado.

Henrique Araújo

Henrique Araújo

Já na categoria 65cc Felippe Menuzzi também assumiu a liderança na largada e venceu de ponta a ponta, com Matias Vargas (Rivera/Uruguai) em segundo, Lucas Dallasta (Sertão) em terceiro e Leandro Pick (Vera Cruz) em quarto lugar.

Felippe Menuzzi

Felippe Menuzzi

Rasia foi o vencedor de ponta a ponta na Intermediária
Com um ritmo muito forte e uma pilotagem segura o piloto Cristiano Rasia venceu a categoria Intermediária de ponta a ponta. A grande disputa foi pela segunda colocação, que ficou entre Luis Henrique Zottis (Passo Fundo) e Jônatas ‘Joaninha’ Migliorini (Marau). Os dois andaram forte e no mesmo ritmo, e no final vantagem para Luis Henrique, que ficou com a segunda colocação. Migliorini foi o terceiro colocado, Maurício Alvarez (Jaguarão) foi o quarto colocado, e Everton Dallasta (Sertão) completou o pódio na quinta colocação.

Cristiano Rasia

Cristiano Rasia

Deloss 100% também na Nacional Força Livre
Felipe Deloss (Lajeado) venceu a segunda categoria na tarde de domingo e como se não bastasse, garantiu os 100% de aproveitamento também na categoria Nacional Força Livre. Nesta categoria Deloss largou na segunda colocação logo atrás de Cristiano Rasia (Três de Maio). Os dois fizeram uma empolgante disputa pela liderança nas três primeiras voltas. Rasia com problemas na moto abandonou a prova, e deixou o caminho livre para Deloss, que venceu novamente, só que com mais facilidade que a primeira. Diovane Anselmi (Morro Redondo) fez uma belíssima prova e chegou na segunda colocação. Guilherme Zottis (Passo Fundo) foi o terceiro colocado, Maicon Galiotto (Flores da Cunha) foi o quarto colocado e Márcio Vizentim (Flores da Cunha) fechou o pódio na quinta colocação.

Felipe Deloss

Felipe Deloss

Na VX1 Basso fechou o dia com mais uma vitória
Quem também faturou duas vitórias na quarta etapa do Gaúcho de Velocross foi o piloto Lucas Basso (Gentil). Depois de vencer de forma espetacular a VX2, Lucas venceu também a VX1. Cristiano Rasia (Três de Maio) foi o segundo colocado, Mauricio Alvarez (Jaguarão) foi o terceiro colocado, Maiara Basso (Mato Castelhano) conquistou a quarta colocação na última curva, e Rodrigo Volcan (Pelotas) completou o pódio na quinta colocação. Com essa vitória Lucas aumentou a sua vantagem na liderança do campeonato na principal categoria da competição.

Lucas Basso

Lucas Basso

A quinta etapa do campeonato Rinaldi Gaúcho de Velocross 2011 será no dia 18 de setembro, juntamente com a quinta etapa do campeonato Brasileiro de Velocross na cidade Pelotas, na região sul do Rio Grande do Sul.

Clique aqui e confira os resultados completos da etapa de Tapejara

Clique aqui e confira a classificação geral do Gaúcho de Velocross 2011

Confira como foram as etapas anteriores do Rinaldi Gaúcho de Velocross 2011

3ª Etapa – 3 de julho – Canguçu
2ª Etapa – 22 de maio – Jaguarão
1ª Etapa – 17 de abril – Santa Maria

O campeonato Rinaldi Gaúcho de Velocross 2011 tem o patrocínio máster de Rinaldi, Siverst e Mobil, e copatrocínio de Impacto Motos, IMS Equipamentos e Bel Parts, e apoio de DG Rampas, Farover, Octano, SSul, Artemoto Troféus e Mecânica Zapanetti. A etapa de Tapejara teve o apoio local da Prefeitura Municipal.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly