Chumbinho voltará a França após uma década

Por Divulgação | Foto por Divulgação | 10 de agosto de 2011 - 22:14

Em setembro, Milton ‘Chumbinho’ Becker voltará à França para representar o Brasil no Motocross das Nações. Mais de uma década se passou desde que o piloto catarinense defendeu as cores da seleção brasileira ao lado de Massoud Nassar e Roosevelt Assunção em Saint Jean d’Angely, em 2000. Esta mesma pista receberá a edição deste ano do MXoN, a 65ª na história da competição.

Mesmo que ainda esteja em atividade e tenha conquistado seu 15º título nacional no fim de junho, Chumbinho assume o cargo de consultor técnico do Team Brasil 2011. Uma função para qual o piloto vem se dedicando nos últimos anos. “Há bastante tempo venho trabalhando com pilotos mais jovens, desenvolvendo treinos que os façam render mais na pista e mostrando os atalhos para que a evolução técnica de cada um seja mais rápida”, explica Becker.

Durante a competição, em 17 e 18 de setembro, Chumbinho será responsável por passar instruções técnicas da pista e acompanhar o desempenho dos três pilotos que integram o Team Brasil. Ele também será responsável por avaliar a evolução dos adversários diretos do time brasileiro nas baterias classificatórias de sábado, e nas provas de domingo.

“Como a pista muda muito e rapidamente, o piloto precisa estar constantemente informado de qual será o melhor trajeto em determinada curva, por exemplo, ou qual o traçado está dando melhor rendimento aos adversários”, enumera Chumbinho. “Espero ajudar com estes pequenos detalhes, mas que representam muito no resultado final”, completa.

Chumbinho lembra que em sua experiência como piloto da seleção brasileira no Motocross das Nações, o apoio técnico foi praticamente inexistente. “Não tínhamos a estrutura que está sendo criada para o Team Brasil deste ano, e isso fará toda a diferença”, garante. “Como consultor de pilotos, quero auxiliá-los na tomada de decisões, trocaremos ideias e informações, e os ajudarei a administrar as situações. Mas, tudo será em equipe, nada será imposto”, garante o piloto.

Conhecendo o funcionamento da cabeça do piloto, Chumbinho já deu início ao seu trabalho. Na última semana, durante os treinos da seleção brasileira em Siqueira Campos, Paraná, o consultor técnico conversou individualmente com os cinco atletas pré-selecionados. “Procurei saber qual a forma que cada um deles gosta de receber a informação. Pois, cada piloto tem seu estilo e reage de maneira diferente ao que lhe é passado”, esclarece.

Chumbinho Becker e Balbi Jr. farão parte do Team Brasil 2011

Chumbinho Becker e Balbi Jr. farão parte do Team Brasil 2011

“Neste ano, estamos cercados de bons profissionais em diferentes áreas e acreditamos que este é o caminho para um bom trabalho. O Chumbinho é o maior nome do motocross brasileiro e tê-lo como consultor técnico da equipe é uma honra. Desde o dia em que convidamos o Chumbinho a participar do desafio ele não parou de trabalhar e demonstrar entusiasmo e isso é fantástico”, ressalta Eduardo Appel, coordenador do projeto Team Brasil 2011.

Este será o segundo ano consecutivo em que o Team Brasil contará com um nome de peso em sua delegação com o objetivo de transmitir experiência aos pilotos. No ano passado, em Lakewood, Estados Unidos, o francês David Vuillemin assumiu o cargo de consultor técnico da seleção brasileira.

O Team Brasil no Motocross das Nações 2011 tem o patrocínio de Pro Tork.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly