Confira como foi a Trilha de Sant’ana em Miracema

Por Luciano Poeys | Fotos por Divulgação | 19 de agosto de 2011 - 13:53

Após três anos de interrupção, O Trail Club Miracema realizou a 5ª edição da Trilha de Sant’ana, o Padroeiro de Venda das Flores, 3º distrito de Miracema, no Rio de Janeiro. E São Pedro deu o ar da graça neste evento organizado no final de julho, mandando chuva na véspera e na parte da manhã que antecedeu a largada da Trilha.

Mas isto não foi empecilho para os cerca de 130 participantes, que devido ao mal tempo na região, desanimou a vinda de mais Trilheiros, pois muitos sabem que chovendo em Flores, nem “Tatu com chuteiras”, anda por aqui. Novas trilhas, formadas por subidões e matas fechadas, córregos e pedras, foram os ingredientes para quem compareceu ao evento.

Podemos dizer mais uma vez que a Trilha de Sant’ana é 100% Trilha. Grande trabalho realizado no levantamento do percurso feito pela galera do TCM. Além das tradicionais Trilhas, como ABS, Morro do Desafio. Este ano estreiamos a “Quebra costela”, descida do “Regala o zói”, “Terra esfarelenta” e muitos trechos de mata fechada.

A largada aconteceu pontualmente as 10:00 horas, após ser servido o café reforçado e contou com a presença das autoridades municipais, destacando a Secretária Municipal de Educação Luciana Moura, Secretário Municipal de Saúde Dr. Marcelino Padilha, o Secretário Municipal de Segurança Gisvaldo Teperino, o assessor do Prefeito Sr. Fabrício Xavier e dos Vereadores Manoel Gordo e Armandinho, a todos nosso sincero agradecimento.

Momentos antes do início da Trilha em Miracema

Momentos antes do início da Trilha em Miracema

A primeira Trilha do passeio já fez a alegria da galera

A primeira Trilha do passeio já fez a alegria da galera

Imagem de Amostra do You Tube

 

Clique aqui e confira a matéria completa, com mais fotos e vídeo da Trilha de Sant’ana.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

TRILHA DE SANT’ANA NO MUNDOCROSS – CHIQUE NO “ÚRTIMO”.

Douglas Poly disse:

Twitter: dougpoly
Eu sou de lá!! kkkk

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly