Lista completa dos times para o MX das Nações 2011

Por Jorge Soares | 19 de agosto de 2011 - 17:23

A Federação Internacional de Motociclismo – FIM, entidade maior do motociclismo mundial, liberou hoje a lista completa dos países, pilotos e chefes de equipes que irão competir no Motocross das Nações 2011, evento considerado a Copa do Mundo do Motocross.

A competição irá acontecer nos dias 17 e 18 de setembro, no circuito de Saint Jean d’Angely, na França, e o Brasil estará lá mais uma vez sendo representado nesta grandiosa competição do Motocross mundial. O time brasileiro vai competir no Motocross das Nações 2011 com os patrocínios de Pro Tork e Rinaldi, e apoio da Allsigns.

Os favoritos
O grande favorito são os Estados Unidos, que vão com Ryan Dungey, piloto oficial Suzuki, Ryan Villopoto, da equipe oficial Kawasaki, e Blake Baggett, da equipe semi-oficial Pro Circuit. Na sequência dos favoritos vem a França, que por correr em casa leva uma certa vantagem, e depois a Bélgica, que não deverá ter Clement Desalle, lesionado, mas que está com o nome na lista.

Os brasileiros
O Team Brasil, que será anunciado oficialmente pela CBM neste sábado durante a quarta etapa do campeonato Brasileiro de Motocross em Anchieta, no Espírito Santo, pela lista da FIM vai para a França composto por Jorge Balbi Jr. da equipe Pro Tork / 2B / Kawasaki na categoria Open, Marcello Lima da equipe Vaz / Rinaldi / IMS / Kawasaki na MX1 , e Eduardo Lima da equipe Vaz / Rinaldi / IMS / Kawasaki na categoria MX2.

Team Brasil
Marcello Lima – MX1 -Kawasaki 450F #52
Eduardo Lima – MX2 – Kawasaki 250F #53
Jorge Balbi Jr. – Open – Kawasaki 450F #54
Chefe de equipe – Jorge Balbi

As ausências
Quem ficará de fora é o piloto italiano David Philippaerts, oficial da Yamaha, que acabou fraturando o braço em um treino semana passada e desfalcará a equipe italiana no Motocross das Nações 2011. E outro que deve ficar de fora do MXDN deste ano é o belga Clement Desalle, que acabou fraturando o ombro no final de semana passado quando disputava o campeonato Belga de Motocross.

Clique aqui e confira a lista completa dos times para o MX das Nações 2011

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Raphael!
Maginficos teus coments!

tu citou o Marron. esse guri anda tem carisma etc etc mas…

quem lembra do episodio da final do brasileiro de mx…

$$$$$$ move o mercado…

E nós torxas apaixonados pelo esporte ficamos aqui nos nossos devaneios tolos a se perguntar???
heheheheh

Dureza! Disse tudo ]

God help us!

Rafael Abrahão disse:

Para quem pensa que eu estou sonhando, ou nao estou me colocando no lugar deles (Leandro, Swian, Wellington, J.P Marronzinho, Jean), quero citar o exemplo do melhor piloto do Brasil, o único que fez e ainda faz história no motocross mundial, Antonio Jorge Balbi Jr. o “BRAZILIAN BOMBER”… ele é o exemplo de piloto que se preocupa e se interessa no desenvolvimento do esporte, na evolução à nível mundial… Disse adeus pra equipe honda e foi a procura da vitória, a verdadeira vitória, no mundial, no AMA, no Brasileiro.. e nao na superliga…Ele viu que o esporte não é feito somente de patrocínio e marcas, mas é feito com coraçao e raça! fica aí o exemplo.. quem quer vai atrás e nao se acomoda no “mundinho” fácil em que vivem…Daqui 10 anos todos eles vao ter nada mais do que títulos em superliga e arenacross… mais nada pelo esporte em sí… e mais uma era de pilotos estarão na fase em que estes estão hoje.. PRECISAMOS AGIR URGENTE!

Rafael Abrahão disse:

Gostaria de parabenizar a equipe HONDA, e fazer meus agradecimentos à equipe HONDA também pelo desenvolvimento do motocross brasileiro e pelo amor ao esporte e a bandeira que representa o país que oferece a refeição na mesa da família de todos eles. Quero parabenizar também pela competência e força de vontade na participação de alguns pilotos que seriam os melhores do Brasil, se nao fossem escravos de um simbolo japonês e honrassem a Bandeira nacional à qualquer custo.
É uma forma de demonstrar uma pequena parte da minha revolta, a revolta de qualquer amante e piloto de motocross brasileiro que sonha um dia poder ver seu país no topo do pódio, assim como nosso pequeno Enzo Lopes.. devemos tomar muito cuidado, pois tem grandes chances de nós vermos ano que vem ele andando de crf 150 com equipamentos oakley, asw, fox, reebok etc…e um símbolo japonês no peito!

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly