Sacilotti festeja título Brasileiro no Rally Cross Country

Por Adriano Winckler | Foto por Rodolfo Bazetto | 26 de agosto de 2011 - 15:22
A temporada 2011 ainda não terminou, mas o paulista Ramón Sacilotti já tem motivos de sobra para festejar. Apesar de não ter brigado diretamente pelo título do Rally dos Sertões com o francês Cyril Despres e o mineiro Felipe Zanol, Sacilotti usou a estratégia e manteve o foco para não cometer erros durante a prova e garantir antecipadamente o título de campeão brasileiro de Rally Cross Country na categoria Super Production, a principal da modalidade.
O Rally dos Sertões 2011 foi disputado em dez dias, valendo por três etapas do campeonato Brasileiro (uma etapa do 1º ao 4º dia, outra do 5º ao 7º, e mais uma do 8º ao 10º). Zanol venceu as três etapas, enquanto Ramón conquistou um 3º, um 2º e um 4º lugar.
“Eu mudei para a Super Production esse ano e, sinceramente, não esperava esse título assim tão cedo. Tem muitos pilotos fortes e experientes na disputa do campeonato, como o Deni e o Tiago Fantozzi, que já têm títulos brasileiro na bagagem. Mas eu consegui uns resultados legais. Ganhei o Series, ganhei o Rally da Amazônia, e no Sertões eu sabia que tinha essa possibilidade de ser campeão. Então resolvi fazer uma prova com bastante constância, para não errar e poder garantir o título antecipadamente”, declarou Ramon.
Com o resultado do Sertões, Ramón soma 175 pontos na classificação geral do Campeonato Brasileiro de Rally Cross-Country e não pode mais ser alcançado pelos rivais. Com a vitória nas três etapas do Sertões, o mineiro Felipe Zanol, segundo na classificação da categoria Super Production, chegou a 75 pontos. O catarinense Ike Klaumann tem 62.
“Acho que o que fez diferença neste ano foi a minha regularidade. Todo mundo cometeu algum erro em algum momento do campeonato. E nas provas que eu fui mal, nem fiquei tão mal nos pontos e isso fez a maior diferença”, declarou o piloto de 27 anos, que chega a seu terceiro título no Brasileiro de Rally. “Sou um dos mais novos no meio do rally, e pretendo continuar na modalidade enquanto eu conseguir andar de moto. É algo que eu gosto muito de fazer. Estou muito feliz com o título e com meu momento dentro da categoria”, comentou o Sacilotti.
Ramón já é campeão 2011 na categoria Super Production

Ramón já é campeão 2011 na categoria Super Production

Após dez dias de brigas e duelos intensos com Cyril Despres, o mineiro Felipe Zanol comemorou o vice-campeonato do Sertões 2011 ao chegar em Fortaleza (CE) com uma diferença de apenas 4m10s de desvantagem para o francês tricampeão do Rally Dakar.

“Foi uma prova ótima. Fica a vontade de conquistar o título, mas ao mesmo tempo estou satisfeito por ter sido bastante competitivo do início ao fim. Liderei os quatro primeiros dias e depois fiquei em segundo lugar, sempre buscando a primeira posição”, disse Zanol.
Esta foi a segunda participação do mineiro no evento. Em 2010 ele estreou com o vice-campeonato atrás do espanhol Marc Coma.
“Continuo otimista para levar a taça do Sertões para casa, pois a prova é a segunda maior de rali do mundo. No ano que vem, pretendo fazer uma preparação ainda mais intensa focando apenas o Sertões, porque senti que poderia ter andado mais rápido nos primeiros dias da disputa”, completou o mineiro.
Após a disputa do Sertões, os líderes do Campeonato Brasileiro de Rally são: Ramón Sacilotti (campeão antecipado da Super Production), Marco Antonio Pereira (Production Aberta), Luiz Fernando (Marathon), Dimas Mattos (Over45), Marcio Oliveira (Quadria Aberta) e Bruno Sperancini (Quadri 450cc)
Confira o resultado do Rally dos Sertões 2011
Categoria Geral
1º – Cyril Despres (SPR) – 30h04m00s
2º – Felipe Zanol (SPR) – 30h08m10s
3º – Dário Júlio (PDA) – 31h20m48s
4º – Juan Pedrero Garcia (SPR) – 31h32m13s
5º – David Casteu (SPR) – 32h17m45s
Categoria Super Production
1º – Cyril Despres
2º – Felipe Zanol
3º – Juan Pedrero Garcia
4º – David Casteu
5º – Daniel Gouet
Categoria Production Aberta
1º – Dário Júlio
2º – Marco Pereira
3º – Felipe Prohens
4º – Rubens Neiton
5º – Osmar Shimosaka
Categoria Marathon
1º – Ricardo Martins
2º – Leandro Silveira
3º – Guilherme Brandao
4º – Robison Araujo
5º – Luiz Zotelli
Categoria Over 45
1º – Dimas Mattos
2º – Aristides Mafra Júnior
3º – Juca Bala
4º – Luiz Carlos Barros
5º – André Siqueira
Categoria Quadri Aberta
1º – Tom Rosa
2º – Leonardo Franco
3º – José Demontier Moura
4º – Márcio Oliveira
5º – André Suguita
Classificação do Brasileiro de Rally Cross-Country 2011
Categoria Super Production
1º – Ramón Sacilotti – 175 pontos
2º – Felipe Zanol – 75
3º – Ike Klaumann – 62
4º – Guilherme Benchimol – 51
5º – Denisio do Nascimento – 50 pontos
Categoria Production Aberta
1º – Marco Antonio Pereira – 180 pontos
2º – Dário Júlio – 161
3º – Arndt Budweg – 127
4º – Moara Sacilotti – 110
5º – Fábio Henrique – 75 pontos

Categoria Marathon
1º – Luiz Fernando – 107 pontos
2º – Ricardo Martins – 97
3º – Leandro Silveira – 71
4º – Ivo Mayer – 53
5º – Guilherme Brandão – 52 pontos
Categoria Over 45
1º – Dimas Mattos – 188 pontos
2º – Aristides Mafra – 144
3º – Horst Miklautz – 74
4º – Márcio Adami – 64
5º – Juca Bala – 58 pontos
Categoria Quadri Aberta
1º – Marcio Oliveira – 171 pontos
2º – Leonardo Vieira Franco – 161
3º – Sandro Antunes – 72
4º – Tom Rosa – 67
5º – José Demontier Moura – 65 pontos
Categoria Quadri 450
1º – Bruno Sperancini – 111 pontos
2º – Ernesto Watashi – 66
3º – José Demontier Moura – 50
4º – Márcio Boaventura – 40
5º – Odlavson Bezerra – 32 pontos

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly