Brasileiro teve bom resultado no Mundial de Supermoto

Por Mundo Press Assessoria | Fotos por Divulgação | 28 de agosto de 2011 - 22:47

Rafael Fonseca conquistou neste domingo o melhor resultado brasileiro no campeonato Mundial de Supermoto 2011. O piloto da Lawanteam TDS abriu a disputa da quarta etapa em Triscina, na Itália, com o 11º lugar na corrida, mesmo enfrentando uma temperatura que chegou aos 47 graus. O brasiliense fez ainda o 13º e o 15º lugares nas duas outras baterias do dia.

“Inicialmente nosso objetivo era andar entre os 15, agora estamos próximos dos 10 primeiros nas corridas. Este grupo de elite é muito rápido e eu preciso corrigir alguns detalhes. A cada etapa, adquiro mais confiança e tenho tudo para progredir ainda mais”, disse Rafael Fonseca, que usa o numeral 46.

Além do forte calor e do alto nível técnico na pista, o brasileiro precisou superar outro obstáculo. “A organização inseriu um novo pneu dianteiro, que é super macio, o que dificultou bastante a pilotagem. O modelo antigo durava aproximadamente 40 voltas, e este faz apenas a metade, ou seja, foi um pneu por corrida”, contou o brasileiro, que pretende mudar de estratégia. “Uma boa largada é mais do que fundamental aqui e eu pretendo arriscar um pouco mais nas primeiras curvas”, concluiu.

Simão Lawant, chefe de equipe da Lawanteam TDS e do Team Brasil para o Supermoto das Nações (dia 2 de outubro na Espanha), ficou bastante satisfeito com os resultados. “O Rafael está no calcanhar dos melhores pilotos do mundo. Ventou bastante aqui hoje na pista, e foi o vento que tirou o brasileiro da mesa na parte de terra, o que acabou resultando em um tombo na terceira corrida. Ainda bem que ele não se machucou”, contou Lawant.

O desempenho de Triscina rendeu uma posição para o brasileiro, que agora está em 20º lugar na classificação geral do Mundial de Supermoto da categoria S1 (para motocicletas de 450 cilindradas). Thomas Chareyre continua na liderança e foi o nome da quarta etapa, ao lado do seu irmão: ele venceu as duas primeiras corridas e Adrian Chareyre, a terceira bateria. A próxima etapa do Mundial de Supermoto está marcada para o dia 25 de setembro em Portugal.

A Lawanteam tem o patrocínio de Hopen Brasil, IMS, Faba e Nuevo Faor, além do apoio do Programa Compete Brasília, do Governo do Distrito Federal.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly