Mundial de Motocross 2011 – 15ª etapa – Itália

Por Renato Dalzochio Jr. | Fotos por Divulgação | 13 de setembro de 2011 - 8:17

O Mundial de Motocross chegou a sua última etapa no último final de semana, 10 e 11 de setembro, com o GP de Fermo, na Itália, décima quinta e  última corrida da temporada 2011. Na categoria MX2, o campeão antecipado Ken Roczen, com pouco para se preocupar, correu para se divertir e divulgar a moto 2T da KTM.

Já na MX1, o também campeão antecipado Antonio Cairoli estava de luto pela morte da mãe, e não participou das corridas. Desta forma, a etapa final apresentou novos vencedores. Confira como foi…

Categoria MX1

Na primeira bateria o francês Gautier Paulin, da equipe Monster Energy / Yamaha, fazendo sua estréia na categoria MX1, fez o holeshot e liderou a corrida do início ao fim. Logo atrás veio outro francês, Xavier Boog, da Kawasaki. O belga Kevin Strijbos, da equipe Rockstar / Teka /  Suzuki foi o terceiro, com o espanhol Jonathan Barragan, da Kawasaki, em quarto, e o francês Anthony Boissiere, da Yamaha, em quinto.

Gautier Paulin

Gautier Paulin

Xavier Boog

Xavier Boog

Na segunda bateria, Paulin fez uma divertida disputa pela liderança com seu conterrâneo Christophe Pourcel da equipe Monster Energy / Pro Circuit / CLS / Kawasaki. Entretanto o preparo físico falou mais alto e nesse quesito Pourcel levou a melhor. Barragan foi o terceiro, Strijbos o quarto e Boog o quinto. No overall vitória de Paulin, com Pourcel em segundo, Barragan em terceiro, Strijbos em quarto e Boog completando os cinco primeiros.

Christophe Pourcel

Christophe Pourcel

Evgeny Bobryshev

Evgeny Bobryshev

No campeonato, o italiano Antonio Cairoli, da equipe oficial KTM, ainda finalizou com 124 pontos de vantagem sobre o francês Steven Frossard da equipe Monster Energy / Yamaha. O belga Clement Desalle da equipe Rockstar / Teka / Suzuki finalizou em terceiro, com o russo Evgeny Bobryshev da Honda em quarto e o alemão Max Nagl, da equipe oficial KTM, fechando os cinco primeiros.

Kevin Strijbos

Kevin Strijbos

Pódio da categoria MX1 no GP da Itália

Pódio da categoria MX1 no GP da Itália

Resultado geral da décima quinta etapa na categoria MX1
1. Gautier Paulin – Yamaha
2. Christophe Pourcel – Kawasaki
3. Jonathan Barragan – Kawasaki
4. Kevin Strijbos – Suzuki
5. Xavier Boog – Kawasaki
6. Anthony Boissiere – Yamaha
7. Davide Guarneri – Kawasaki
8. Rui Gonçalves – Honda
9. Marcus Schiffer – Suzuki
10. Manuel Monni – Honda

Classificação do Mundial de Motocross MX1 após quinze etapas
1. Antonio Cairoli – 596 pontos (6 vitórias) Campeão
2. Steven Frossard – 472 (2 vitórias) Vice-campeão
3. Clement Desalle – 461 (4 vitórias)
4. Evgeny Bobryshev – 444 (1 vitória)
5. Maximilian Nagl – 439
6. Rui Goncalves – 431
7. Xavier Boog – 347
8. Jonathan Barragan – 326
9. David Philippaerts – 308 (1 vitória)
10. Kevin Strijbos – 295 pontos

Categoria MX2

O jovem holandês Jeffrey Herlings, da equipe oficial KTM, conquistou sua quinta vitória na temporada ao faturar o overall. Na primeira bateria Herlings finalizou na segunda posição, doze segundos atrás do britânico Tommy Searle, da equipe Monster Energy / Pro Circuit / CLS / Kawasaki. Searle aliás foi o segundo no overall.

Jeffrey Herlings

Jeffrey Herlings

Arnaud Tonus

Arnaud Tonus

Seu conterrâneo e companheiro de equipe Max Anstie completou o pódio na terceira posição. O suíço Arnaud Tonus da Yamaha foi o quarto e o francês Nicolas Aubin da KTM completou os cinco primeiros. O alemão Ken Roczen, da equipe oficial KTM, campeão da categoria, foi uma das sensações do GP, pois correu com uma moto KTM SX 125, e finalizou em quinto na primeira bateria.

Max Anstie

Max Anstie

Anthony Boissiere

Anthony Boissiere

Na segunda bateria Roczen acabou abandonando a corrida depois que o guidão de sua KTM ficou completamente entortado em virtude de um tombo sofrido quando ele ocupava a quarta posição.

Nicolas Aubin

Nicolas Aubin

No campeonato, Roczen finalizou com 19 pontos de vantagem sobre Herlings. Searle finalizou em terceiro, Paulin em quarto e Tonus fechou os cinco primeiros.

Pódio da categoria MX2 no GP da Itália

Pódio da categoria MX2 no GP da Itália

Pódio da classificação final do Mundial de Motocross MX2 2011

Pódio da classificação final do Mundial de Motocross MX2 2011

Resultado geral da décima quinta etapa na categoria MX2
1. Jeffrey Herlings – KTM
2. Tommy Searle – Kawasaki
3. Max Anstie – Kawasaki
4. Arnaud Tonus – Yamaha
5. Nicolas Aubin – KTM
6. Pascal Rauchenecker – KTM
7. Antonio Jose Butron Oliva – KTM
8. Jordi Tixier – KTM
9. Jake Nicholls – KTM
10. Dylan Ferrandis – Kawasaki

Classificação do Mundial de Motocross MX2 após quinze etapas
1. Ken Roczen – 651 pontos (8 vitórias) Campeão
2. Jeffrey Herlings – 632 (5 vitórias) Vice-campeão
3. Tommy Searle – 573 (2 vitórias)
4. Gautier Paulin – 458
5. Arnaud Tonus – 427
6. Max Anstie – 405
7. Nicolas Aubin – 304
8. Zachary Osborne – 295
9. Harri Kullas – 287
10. Joel Roelants – 253 pontos

Jorge Balbi Jr.
Visando uma melhor preparação para o Motocross das Nações, o brasileiro Jorge Balbi Jr. disputou esta etapa final do Mundial de Motocross na categoria MX1. Na primeira bateria, entre os 30 concorrentes, Balbi foi o 23º. Já na segunda foi o 13º, marcando oito pontos e finalizando em 16º no geral. Na classificação geral do campeonato Mundial de Motocross MX1 2011, Jorginho Balbi ficou na 37ª posição com 14 pontos.

Confira o vídeo da preparação do circuito na semana do evento em Fermo

Confira como foram as etapas anteriores do Mundial de Motocross MX1 / MX2 2011

14ª Etapa – 4 de setembro – Gaildorf / Alemanha
13ª Etapa – 21 de agosto –  Matterley Basin / Grã Bretanha
12ª Etapa – 7 de agosto – Loket / República Tcheca
11ª Etapa – 31 de julho – Lommel / Bélgica
10ª Etapa – 17 de julho – Kegums / Letônia
9ª Etapa – 10 de julho – Teutschenthal / Alemanha
8ª Etapa – 3 de julho – Udevalla / Suécia
7ª Etapa – 19 de junho – La Bañeza / Espanha
6ª Etapa – 12 de junho – Agueda / Portugal
5ª Etapa – 5 de junho – St. Jean d’Angely / França
4ª Etapa – 22 de maio – Indaiatuba / Brasil
3ª Etapa – 15 de maio – San Bernardino / Estados Unidos
2ª Etapa – 24 de abril – Valkenswaard / Holanda
1ª Etapa – 10 de abril – Sevlievo / Bulgária

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly