Resultados do Gaúcho de Motocross em Sananduva

Por Sílvio Bilhar | Fotos por Sílvio Bilhar | 19 de setembro de 2011 - 14:15

Duelos emocionantes marcaram o Rinaldi Gaúcho de Motocross em Sananduva

O domingo 18 de setembro, em se tratando de clima começou com a “cara fechada” e poucos amigos. Uma ducha de água para molhar a pista do motódromo nas primeiras horas do dia, deixou a organização apreensiva, mas mesmo com a possibilidade de chuva, a FGM confirmou as disputas da 5ª etapa em Sananduva na região norte do estado do Rio Grande do Sul que ainda teve alguns raios de sol durante a manhã e sol forte na tarde. Veja como foi.

Duda venceu a MX1 e a Gold em Sananduva

MX4

Carlos ketermann largou na ponta seguido de Eliseu Glanert que ainda na volta inicial assumiu a liderança. O líder Marcelo Agostini vinha em 3º seguido de Giovani da Veiga, Márcio Molz e Janaina Todeschini formando o 1º pelotão. Ketermann não desiste e na metade da etapa reconquista a liderança para vencer seguido de Agostini que continua líder, agora com 122 pontos. Eliseu, piloto convidado foi 3º seguido de Márcio e Janaina completando o pódio ainda tivemos Giovani em 6º.

65cc

Enzo Lopes dividiu a curva um com Gabriel Della Flora, Felipe Chagas Moraes, Felipe Migliorini e Bruno Schmitz nas voltas iniciais. Enzo se destaca e abre boa vantagem no começo da disputa. Andando na mesma tocada, Gabriel segue Enzo por algumas voltas, mas o garoto de Lajeado abre boa vantagem bem como Gabriel que na s voltas finais abriu mais de 20 segundo do 3º colocado, o que manteve sua posição após a penalização de 20 segundos imposta pela direção, devido ele ter pulado em bandeira amarela. Felipe Chagas foi 3º seguido de Felipe Migliorini e Bernardo dos Santos. Gabriel é líder com 125 pontos.

55cc

O vencedor da etapa, Bernardo dos Santos, largou em 2º atrás de Gabriel Andrino com Lucas Moresco,Pedro Chagas Moraes. De 1º ao 3º colocado a diferença era pouca e ainda na 1ª metade da corrida Bernardo assume a ponta abrindo em pouco tempo mais de 15 segundos. Bê cai duas vezes leva susto, mas confirma a 1ª vitória na cc classe B. Andrigo foi vencedor na A. O pódio da A foi composto por Gabriel Andrigo, Enzo Zorzo, Facundo Andress LLambias ( Uruguai),Garmichel  Giehl,Bruno Chavier da Cruz (Andrigo é líder com 125pts) . Já O pódio da B

MX3

Elivelton Nicoladeli largou na frente, seguido de Marcelo Agostini e eles brigaram por mais de 5 voltas numa tocada espetacular. Agostini encarou de vez Nico e numa curva central divide por dentro para assumir a liderança. Nico vai a 9º com problemas na moto. Marcelo Agostini vence seguido de Carlos Ketermann que largou entre os dez e fez prova de recuperação, Rafael da Cruz que sempre esteve entre os cinco perdeu uma posição na volta final ficando em 3º. Frederico Andrigo chegou em 4º com Fábio Imperatori em 5º. Agostini lidera também a MX3 com 122pontos.

 

85cc

O público esperou paciente pela 85cc, pois o líder do campeonato é o sanunduvense Guilhermo Zaparolli, “O Gui” e ele faz bonito largando em 2º junto com Enzo Lopes, (que veio de uma vitória no dia anterior no Arene Cross), Henrique Araújo em 3º, Eduardo Martello em 4º e Leonardo Limberger em 5º na volta inicial. Filiado em Roraima, Enzo não pontua no estado, mas valoriza muito a vitoria no estado. Guilhermo vai para cima com o apoio da torcida, mas Enzo segura firma a ponta pêra vencer a 2º prova da tarde.Gui é 2º com gosto de vitória, pois soma 25 pontos. O pódio ainda teve Eduardo Martello em 3º, João da Veiga em 4º e Leonardo em 5º. Guilherme lidera com 119 pontos.

MX2

Mateus Basso, O Tatu largou na ponta, seguido de Leonardo Sebben, Leonardo Dambróss com João Pinho Ribeiro na 4ª posição formaram o pelotão da frente. Ainda na volta inicial Sebben assume a liderança e João Pinho que ultrapassou Mateus, já disputava com ele. Os dois brigam por duas volta com muita alternativa. João assume a liderança. João Pinho vence a etapa  seguido de Mateus Basso, Leonardo Dambróss, Sebben que errou e foi ultrapassado. Lucas Basso, ainda consegue um lugar no pódio mesmo caindo na volta inicial.

Estreantes

Moisés Lazarotto fez o hole shot com João Viecelli, O Buba em 3º. Lucas Kerschner, e João Luis Brusco Bennetti, O Mimi completando o pelotão da ponta. João Buba vai cozinhando e pressiona  Moisés e há cinco voltas do final assume a ponta para vencer em Sananduva. Moisés fica em 2º seguido de Lucas, Maiara Basso e Lucas dos Santos. Moisés é o líder com 106 pontos.

MX1

Douglas “Duda” Parise largou na frente seguido de Mateus Basso, Jethro Feula, Marcelo Agostini e Elivelton Nicoladelli. Duda abre um quarteirão logo nas primeiras voltas, deixando o duelo entre Lucas e Feula pelo 2º lugar. Duda vence de ponta a ponta seguido de Tatu, Jethro, Agostini e Elivelton. Com o resultado, Duda alcança 100 pontos no campeonato, contra 102 de Jethro.

Feminina

Maiara Basso venceu a categoria Feminina A de ponta aponta seguida de perto por Janaina Todeschini e Fernanda Kubaski com Maireê Ribeiro em 4º. Maiara Lidera a categoria com 112 pontos. Já na Classe B, Caroline Zat, que também venceu a etapa de Sananduva, seguida de Bruna de Freitas e de Joelma Peruchi. Caroline é líder com 120 pontos.

Intermediária

Rodrigo Galiotto largou na frente, seguido de João Pinho Ribeiro e Jonathas Migliorini. João cai na 1ª volta, mas vai atrás do prejuízo para na segunda volta aparecer na vice- liderança e na metade final assumir a liderança e vencer a 5ª etapa. Migliorini, com pneu furado abandona. João vence seguido de Rodrigo, Cristian Tessaro Ricardo De Cristo e Eduardo Lavi. João Pinho lidera com 100 pontos, o mesmo nº de pontos de Galiotto.

Podium da categoria Intermediária vencida por João Pinho Ribeiro

230

Uma das provas com mais disputas foi a Nacional 230cc, com duelos em todas as posições. A etapa foi vencida por Eduardo Rosing, mas também teve Vanderlei da Silva liderando bem como Guilherme Zottis. Eduardo, Vanderlei, Guilherme, Tiago Barbizan e Wagner de Bolba. Vanderlei da Silva, O Chico Loco é líder com 112 pontos.

MX Gold

Douglas “Duda” Parise venceu de ponta a ponta a categoria que encerraram os trabalhos da tarde. Os duelos ficaram por conta de Mateus Basso e Leonardo Dambróss num momento inicial e de Dambróss e Jethro nas voltas finais. Douglas Parise, seguido de Mateus Basso,Leonardo Dambross, Jetrho e Leonardo Sebbem fizeram o pódio da categoria. O líder é Duda Parise com 122 pontos.

A próxima etapa do Gaúcho de Motocross, está confirmada para 23 de outubro em Terra de Areia, junto com o Brasileiro Júnior.

“A etapa de Passo Fundo, teve que ser remanejada. Fizemos uma reunião com o promotor local, e a Prefeitura e ficaria muito apertado encerrar os trabalhos de construção de pista e a divulgação na data antes divulgada. Oportunamente anunciaremos a data escolhida” Disse Paulo Della Flora, Presidente da FGM. 

 

Patrocinadores do Rinaldi Gaúcho de Motocross
O campeonato Rinaldi Gaúcho de Motocross 2011 tem o patrocínio máster de Rinaldi, Siverst, Mobil e copatrocínio de Impacto Motos, IMS Equipamentos e Bel Parts, e apoio de DG Rampas, Farover, Octano, SSul, Artemoto Troféus e Mecânica Zapanetti.

 

Texto e Fotos: Sílvio Bilhar/Secretaria de Comunicação FGM

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Fabiano Ribeiro disse:

ESCLARECIMENTO

A pista de Passo Fundo esta praticamente pronta ,so esta faltando acabamentos pq os pilotos passofundenses estavão em sananduva no domingo .o presidente da APM Ivaelcio (nene) trabalhou intensamente no domingo para dar condicoes da prova ser realizada na data combinada com jaboti dias atraz.
A prova de Passo Fundo não vai ser realizada na data pre estabelicida com a fgm por motivo de que na mesma data a fgm ja teria liberado uma prova EXTRA na cidade de Frederico Westfalen .
intregantes da APM decidiram realizar na mesma data a 3 etapa da copa norte de motocross que sera uma das maiores provas ja realizada pela APM ja que são 12 anos que Passo Fundo não cedia uma prova de motocross.
Fabiano Ribeiro integrante da APM.

Janaina Todeschini disse:

Twitter: todeschinijanaa
não fiquei em quinta, fiquei quarta ;)

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly