8ª Etapa Campeonato Mundial de Enduro 2011

Por Renato Dalzochio Jr | Fotos por Divulgação | 09 de outubro de 2011 - 12:21

8ª Etapa Campeonato Mundial de Enduro 2011 – GP
de Mende – França

Depois da definição antecipada do título da categoria Enduro 2 no GP de Andorra, que foi parar nas
mãos do françês Antoine Meo da Husqvarna, faltava conhecer os campeões nas
categorias Enduro 1 e Enduro 3. Tudo estava reservado para a etapa final, o GP
de Mende, na França, que aconteceu no final de semana passado, dias 1° e 2 de
outubro. Apesar do equilíbrio nas duas categorias, prevaleceu à lógica e os
títulos foram definidos ainda no sábado. Acompanhe como foi…

 

Antoine Meo

Categoria Enduro 1

Apesar da possibilidade de conquistar o título ainda no sábado, o dia não começou bem
para o líder da categoria, o finlandês Juha Salminen da Husqvarna. Ele começou
a prova sendo surpreendido pelo francês Rodrig Thain da equipe HM Honda, e por
seu conterrâneo Eero Remes da KTM. Somente na segunda volta é que Salminen
encontrou seu ritmo ideal, recuperou o tempo perdido e assumiu a liderança,
para não perdê-la mais até o final. Remes garantiu a segunda posição e o francês
Fabien Planet da Sherco a terceira. Na quarta posição outro finlandês, Matti
Seistola, companheiro de equipe de Salminen. Thain garantiu o quinto lugar. No
domingo, com o título já definido a favor de Salminen, Thain aproveitou para
conquistar sua primeira vitória na temporada, e o que é melhor, em casa, na
frente de seus conterrâneos. Salminen finalizou em segundo, mas fez o francês
“suar a camisa” para garantir a vitória. Remes foi o terceiro, com o espanhol
Lorenzo Santolino da KTM em quarto. Planet finalizou na quinta posição.

Juha Salminen

 

Rodrig Thain

Eero Remes

Fabien Planet

Resultado de sábado categoria Enduro 1

1. Juha Salminen – Husqvarna

2. Eero Remes – KTM

3. Fabien Planet – Sherco

4. Matti Seistola – Husqvarna

5. Rodrig Thain – HM Honda

 

Resultado de domingo categoria Enduro 1

1. Rodrig Thain – HM Honda

2. Juha Salminen – Husqvarna

3. Eero Remes – KTM

4. Lorenzo Santolino – KTM

5. Fabien Planet – Sherco

 

Classificação final categoria Enduro 1

1. Juha Salminen – 358 Pontos

2. Eero Remes – 329

3. Matti Seistola – 308

4. Rodrig Thain – 288

5. Lorenzo Santolino – 237

Categoria Enduro 2

Com o título já definido antecipadamente a favor do francês Antoine Meo da Husqvarna, quem fez
a alegria dos donos da casa no primeiro dia foi outro francês. Pierre Alexandre
Renet da Husaberg conquistou uma vitória incontestável. Meo cometeu muitos
erros e teve que se contentar com a segunda posição. Na sequência vieram dois
espanhóis. Cristobal Guerrero da KTM e Ivan Cervantes da Gas Gas foram
respectivamente o terceiro e o quarto colocado. A quinta posição ficou com o
francês Antoine Basset da Yamaha. No domingo, Meo mostrou porque sagrou-se
campeão de forma antecipada e garantiu a vitória. Guerrero foi o segundo e
Cervantes o terceiro. A quarta posição ficou com o holandês Hans Vogels da Husaberg,
e a quinta com o estoniano Algar Leok da TM.

 

Pierre Alexandre Renet

 

Cristobal Guerrero

 

Ivan Cervantes

 

Resultado de sábado categoria Enduro 2

1. Pierre Alexandre Renet – Husaberg

2. Antoine Meo – Husqvarna

3. Cristobal Guerrero – KTM

4. Ivan Cervantes – Gas Gas

5. Antoine Basset – Yamaha

 

Resultado de domingo categoria Enduro 2

1. Antoine Meo – Husqvarna

2. Cristobal Guerrero – KTM

3. Ivan Cervantes – Gas Gas

4. Hans Vogels – Husaberg

5. Algar Leok – TM

 

Classificação final categoria Enduro 2

1. Antoine Meo – 366 Pontos

2. Cristobal Guerrero – 310

3. Ivan Cervantes – 296

4. Pierre Alexandre Renet – 265

5. Simone Albergoni – 211

 

Categoria Enduro 3

Na Enduro 3, o finlandês Mika Ahola da equipe HM Honda foi outro que não desperdiçou a chance
de ser campeão ainda no sábado, dominando a prova de ponta a ponta e garantindo
o pentacampeonato. Ahola ainda teve sorte, já que seu adversário direto na
briga pelo título, o francês Christophe Nambotin da Gas Gas, estava com o pulso
machucado e não foi além da quinta posição. A segunda posição ficou com o italiano
Alex Salvini da Husqvarna, seguido pelo finlandês Marko Tarkkala e pelo sueco
Joakim Ljunggren, ambos da Husaberg, respectivamente na terceira e na quarta
posição. Quem voltou ao campeonato nesta etapa foi o britânico David Knigth da
KTM. Knight estava longe da sua melhor forma física, e ainda se recuperando da
cirurgia no quadril, preferiu não arriscar e abandonou a prova ainda na segunda
volta, mostrando que já pensa na próxima temporada. Mesmo com o resultado além
de suas expectativas, Nambotin também já estava com o vice-campeonato
assegurado e preferiu nem largar no domingo, deixando Ahola livre para
conquistar mais uma vitória inquestionável. Salvini foi novamente o segundo,
Tarkkala o terceiro e Ljunggren o quarto. A quinta posição ficou com o espanhol
Oriol Mena da Husaberg.

 

Mika Ahola

Alex Salvini

Marko Tarkkala

Resultado de sábado categoria Enduro 3

1. Mika Ahola – HM Honda

2. Alex Salvini – Husqvarna

3. Marko Tarkkala – Husaberg

4. Joakim Ljunggren – Husaberg

5. Christophe Nambotin – Gas Gas

 

Resultado de domingo categoria Enduro 3

1. Mika Ahola – HM Honda

2. Alex Salvini – Husqvarna

3. Marko Tarkkala – Husaberg

4. Joakim Ljunggren – Husaberg

5. Oriol Mena – Husaberg

 

Classificação final categoria Enduro 3

1. Mika Ahola – 369 Pontos

2. Christophe Nambotin – 312

3. Joakim Ljunggren – 298

4. Marko Tarkkala – 266

5. Oriol Mena – 240

 

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly