Campano e Dudu vencem no Desafio de Canelinha

Por Broop Comunicação | Foto por Gerson Coas | 24 de outubro de 2011 - 10:03

O espanhol Carlos Campano e o paulista Eduardo Lima foram os vencedores do Desafio Latinoamericano de Motocross 2011, que aconteceu neste fim de semana, 22 e 23 de outubro, em Canelinha, Santa Catarina.

Carlos Campano

Dudu Lima ganhou a categoria MX2, enquanto o espanhol conquistou a MX1 num domingo de muito sol e calor no Motódromo Arthur Jachowicz. A prova ainda contou com a presença dos argentinos Agustín e Joaquin Poli, do venezuelano Humberto Martin e do japonês Ito Masanori, além de nomes fortes no Brasil.

Pipo Castro

Pipo Castro com dois terceiros lugares nas classes MX1 e MX2, foi o melhor catarinense da competição que também contou pontos para a quarta etapa do estadual.

Milton “Chumbinho” Becker venceu a bateria das classes MX3 e MX4, Rodrigo Riffel a intermediária, Germano Vandressen a nacional, Braian Soares a 85cc, Arthur Todeschini a 65cc e Rian Fischer a 55cc.

As baterias do Desafio Latino

Largada MX1

O holeshot da MX1 ficou nas mãos do paranaense Leandro Silva. Anderson Cidade, Marcello “Ratinho” Lima e Carlos Campano apareciam na sequência.

Antes de completar a primeira volta, Campano já era o segundo, em uma forte perseguição a Leandro Silva. A batalha se estendeu durante a segunda e terceira voltas, até que o espanhol assumiu a ponta na volta seguinte.

Iniciava então um grande pega entre Ratinho e Leandro Silva. Mais agressivo, o piloto do interior paulista conseguiu a ultrapassagem após duas voltas de disputa, garantindo assim a segunda posição, com Cristopher Castro, Anderson Cidade e Leandro Silva fechando o top 5.

Pódio categoria MX1

“Faz muito tempo que não ando de 250cc, então sabia que me sentiria melhor na 450cc. Na segunda bateria larguei bem, esperei o Leandro cansar já que sabia que ele estava voltando de lesão, e fiz uma boa prova”, declarou Campano.

“Foi uma boa corrida”, disse Ratinho. “Sabia que não seria fácil ganhar do Campano. Depois que consegui passar o Leandro, tentei me aproximar, mas acabei caindo na curva que antecede a reta de chegada e perdi tempo, cansei, e acabei em segundo. Estou feliz com o resultado”, completou.

1) Carlos Campano – ESP
2) Marcello Lima – BRA
3) Cristopher Castro – BRA
4) Anderson Cidade – BRA
5) Leandro Silva – BRA
6) Eduardo “Dudu” Lima – BRA
7) Humberto Martin – VEN
8) Joaquin Poli – ARG
9) Ito Massanori – JAP
10) Marcos Cordeiro – BRA

Classe MX2

Campano e Pipo

Leonardo Sebben, de Caxias do Sul (RS), surpreendeu ao fazer o holeshot na primeira bateria do Desafio Latinoamericano 2011. O catarinense Pipo Castro largou em segundo, seguido de Dudu Lima. O espanhol Carlos Campano, que no sábado fez os melhores tempos, completou a primeira volta apenas na oitava posição.

Ainda na primeira volta, Pipo Castro e Dudu Lima ultrapassaram Sebben e iniciaram o duelo pela liderança. Dudu levou a melhor e começou a aumentar a distância. “Consegui abrir boa vantagem e aproveitei, o que me deu condições de descansar um pouco nas últimas voltas para a segunda bateria”, comentou Dudu.

Dudu Lima

O espanhol se recuperou e foi a caça das primeiras posições. Na quarta volta ele já ocupava o terceiro lugar, iniciando o melhor pega da corrida, com Pipo Castro. Durante duas voltas, brasileiro e espanhol duelaram curva a curva, até que Pipo cometeu um pequeno erro e Campano assumiu a vice-liderança da corrida.

“Demorei pra passar o Pipo Castro e ainda caí na última volta. Mas foi uma bela corrida, com boas disputas, muito sol e calor”, disse o espanhol.

Resultados
1) Eduardo Lima – BRA
2) Carlos Campano – ESP
3) Cristopher Castro – BRA
4) Humberto Martin – VEN
5) Joaquin Poli – ARG
6) Anderson Cidade – BRA
7) Marcello Lima – BRA
8) Leonardo Lizotti – BRA
9) Victor Feltz – BRA
10) Luiz Henrique Zimmermann – BRA

Resultados completos aqui

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly