Enzo Lopes é o primeiro campeão do Pro Tork Brasileiro de MX

Por Mundo Press | Foto por Divulgação | 30 de outubro de 2011 - 9:57

Enzo Lopes é o primeiro campeão do Pro Tork Brasileiro de Motocross 2011. Com
uma temporada incontestável, o gaúcho confirmou neste sábado a taça da categoria
65cc de forma antecipada na pista de Nova Alvorada do Sul, no Mato Grosso do
Sul. Neste domingo, as classes MX1, MX2, MX3, MX4, 230cc e 85cc alinham no gate
para dar sequência à luta pelos títulos, com grandes chances de que outros
pilotos saiam campeões na sexta e penúltima etapa. Outro atrativo do evento será
o retorno do lendário Eduardo Saçaki, o Japonês Voador, confirmado na bateria da MX4.

Enzo Lopes é Campeão Brasileiro da 65cc

Apesar de ter 12 anos, Enzo Lopes é experiente em títulos nacionais. “Esta é
a sétima vez que sou campeão brasileiro, tenho títulos na 50 e na 65
cilindradas. É muito bom ser campeão, a torcida fica gritando o meu nome e me dá
muito apoio. A sensação é de missão cumprida”, disse o garoto, um pouco tímido
com o assédio do público, que fez fila para tirar fotos com o vencedor. No meio
da comemoração, o gaúcho já pensou no próximo objetivo. “Agora quero ser vice ou
até campeão na 85cc”, avisou o piloto, que estará na corrida de amanhã.

O sábado também foi marcado por um forte calor em Nova Alvorada do Sul,
cidade de 16 mil habitantes. Os competidores definiram as prioridades do gate
das corridas, sendo que os mais rápidos foram Marcos Moraes (230cc), Marcos
Cordeiro (MX3), Gustavo Pessoa (85cc), Milton Becker “Chumbinho” (MX4) e Enzo
Lopes (65cc), além do espanhol convidado Carlos Campano, que fez os melhores
tempos da MX1 e MX2.

Japonês Voador – O público do Mato Grosso do Sul
terá o privilégio de presenciar o retorno de Eduardo Saçaki, conhecido como
Japonês Voador, às corridas de motocross. Bicampeão brasileiro na classe 250cc,
ele está há dois anos sem participar de baterias da modalidade. “Meu objetivo
aqui é ter contato com o motocross, sentir o coração disparar e toda a emoção da
largada. Quero ver como estou física e psicologicamente”, comentou
Saçaki.

Além da pista arenosa, o piloto tem encontrado dificuldades com a
nova configuração das motocicletas. “Não estou acostumado com a injeção
eletrônica para o acerto da moto. Sou da época dos carburadores, então fica mais
difícil para mim fazer um acerto minucioso do equipamento”, explicou. Saçaki
possui ainda em seu currículo cinco títulos nacionais de supercross e dois
latino-americanos e pretende voltar a competir a temporada completa. “Para isso,
só preciso de patrocínio, porque vontade eu tenho”, concluiu o lendário
piloto.

Resultado da bateria da 65cc (clique aqui para acessar os resultados completos)
1 – ENZO LOPES
2 – ARTHUR TODESCHINI
3 – YURI CAMPELLO
4 – RENATO PAZ
5 – RENAN DOS SANTOS

Resultados dos treinos cronometrados

230cc
1 – MARCOS ROBERTO ROZA DE MORAES – 1:50.279
2 – FABIANO NESTOR DOS SANTOS – 1:51.700
3 – ANDERSON CHUPEL – 1:51.972
4 – JACSON KEIL – 1:52.027
5 – NIVALDO JOSE VIANA – 1:53.168

65cc
1 – ENZO LAZARO PEDO LOPES – 1:57.883
2 – ARTHUR PIVA TODESCHINI – 1:59.749
3 – YURI CHANTIN MOREL CAMPELLO – 2:00.334
4 – RENATO COSTA MATTOS PAZ – 2:06.994
5 – RENAN GOTO DOS SANTOS – 2:14.435

MX3
1 – MARCOS CAMPOS CORDEIRO – 1:42.368
2 – DOUGLAS SCARTAZZINI PARISE – 1:43.205
3 – DAVIS GUIMARÃES – 1:44.961
4 – MILTON BECKER – 1:47.309
5 – WALTER SERGIO TARDIN – 1:48.670

MX2
1 – CARLOS CAMPANO JIMENEZ – 1:42.476
2 – JEAN CARLO RAMOS – 1:43.489
3 – ANTONIO JORGE BALBI JUNIOR – 1:43.800
4 – MARCELLO FERREIRA DE LIMA – 1:43.937
5 – ADAM BRAIAN CHATFIELD – 1:44.126

85cc
1 – GUSTAVO PESSOA DE SOUZA – 1:53.525
2 – GUSTAVO HENRIQUE HENN – 1:53.658
3 – PEDRO ANGELO SAMUEL DE MELO JÚNIOR – 1:54.087
4 – FABIO APARECIDO DOS SANTOS – 1:54.334
5 – KAIO CESAR DE MIRANDA – 1:54.344

MX4
1 – MILTON BECKER – 1:48.088
2 – JULIO CEZAR BONIFACIO XAVIER – 1:51.008
3 – MARLON OLSEN – 1:53.575
4 – MARCO ANTONIO PAZ – 1:56.445
5 – ALESSANDRI PEREIRA DIAS – 1:58.633

MX1
1 – CARLOS CAMPANO JIMENEZ – 1:39.483
2 – EDUARDO FERREIRA LIMA – 1:41.427
3 – THALES FELIX VILARDI – 1:43.556
4 – ANTONIO JORGE BALBI JUNIOR – 1:43.657
5 – MARCELLO FERREIRA DE LIMA – 1:44.057

Confira a programação* da sexta etapa:

Domingo

Warm UP

8h20 às 8h30 – MX3
8h40 às 8h50 – 230cc
9h às 9h10 – MX2
9h20 às 9h30 – MX4
9h40 às 9h50 – 85cc
10h às 10h10 – MX1

Provas
11h20 – MX3
12h00 – 230cc
12h50 – MX2
13h50 – MX4
14h30 – 85cc
15h10 – MX1

* A programação está sujeita a alterações.

O Pro Tork Brasileiro de Motocross
tem patrocínio de Pro Tork e Rinaldi. A sexta etapa tem patrocínio da Petrobras
e realização da Prefeitura Municipal de Nova Alvorada do Sul e da Federação de
Motociclismo de Mato Grosso do Sul, além do apoio da Associação de Pilotos de
Nova Alvorada do Sul (APINAS) e da Câmara de Vereadores e da supervisão da
Confederação Brasileira de Motociclismo

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Ratinho#21 Marata disse:

parabenz enzo que deus te abençoe e cuntinue te dando bastante forças e que te ilumine nos caminhos de sua vida por todo lugar que voçe ande que ele esteja sempre presente nos melhores e piores momentos de sua vida um abraço pra ti e pra tua familha que esta sempre do teu lado do amigo RATINHO # 21 marata rs

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly