Paulo Stedile encara penúltima etapa do Brasileiro de Cross-Country

Por Imprensa Pro Tork | Foto por Divulgação Pro Tork | 10 de novembro de 2011 - 13:06
Paulo Stedile tem uma difícil missão no Campeonato Brasileiro de Cross-Country: recuperar os pontos perdidos ao sofrer um acidente
na terceira rodada para continuar na briga pelo título da categoria XC1. Neste fim de semana, dias 12 e 13, ele encara a penúltima etapa disposto a subir ao lugar mais alto do pódio. O evento será realizado em Cambé (PR).

O piloto, que representa a equipe Pro Tork, começou a temporada com vitória e era
apontado como favorito ao título até cair e sofrer uma lesão na fíbula da perna direita. Sem pontuar naquela prova, os adversários dispararam na classificação. Stedile é hoje o quarto colocado na tabela, com 43 pontos, 27 a menos que o líder, Felipe Zanol.

Paulo Stedile

“Comecei o ano muito confiante, infelizmente o acidente atrapalhou meus planos. A possibilidade de alcançar a taça está
bastante difícil, mas não é impossível. Ainda restam duas corridas e 50 pontos em jogo. Estou preparado para o desafio e prometo dar o meu melhor nesta briga”, afirmou o atleta natural de Curitiba (PR).

As disputas serão feitas na pista do Centro de Treinamento do Grupo BK e a entrada é um quilo de alimento
não perecível. O evento, que deve reunir os melhores competidores do país,
também envolve a sexta etapa do campeonato estadual. Mais informações no site da
Confederação Brasileira de Motociclismo: www.cbm.esp.br.

Confira a classificação do Brasileiro 2011:

XC1:

1º – Felipe Zanol – 70 pontos

2º – Nielsen Bueno – 62 pontos
3º – Romulo Bottrel – 57 pontos
4° – Paulo Stedile – 43 pontos (Piloto Pro Tork)

A Pro Tork Racing conta com o apoio de Dash Industries.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly