Nasce um campeão

Por Juliano Cesar Silva | Foto por Divulgação | 19 de novembro de 2011 - 20:28

O piloto londrinense Matheus Fávero, de 10 anos, é o virtual campeão na categoria 50cc, modalidade do Campeonato Brasileiro de Motocross Júnior. O garoto do Jardim San Fernando (zona leste) chega à 5ª e última etapa do campeonato, neste domingo, em Mauá da Serra, com 26 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, Carlos Eduardo, o Dadau, de Belo Horizonte.
Uma mudança no destino do campeonato dependeria de Matheus não pontuar e Dadau fazer a volta mais rápida (1 ponto) e ganhar a etapa, totalizando 26 pontos, empatando com Matheus. O londrinense diz que está ansioso, mas pretender “fazer o que só o que sabe” e ganhar o título em Mauá da Serra.
Para o pai de Matheus, Juliano Cesar Silva, chefe de equipe, mecânico, treinador, o filho já é o campeão antecipado porque a vantagem de 26 pontos é muito grande. A equipe “irmãos Fávero” tem o primogênito Gabriel, 11 anos, que disputa na categoria 65cc e conquistou o título do Campeonato Paraguaio de Motocross do ano passado. Matheus foi vice. Neste ano, Gabriel teve que esperar, pois o esforço da equipe, com recursos limitados, priorizou Matheus no Brasileiro.

Matheus Fávero

Juliano explica que no Brasil o time tem apoio da GP1 Kawasaki, de Londrina, e a TMP Suspension. “No Paraguai temos apoios e patrocínios, mas aqui no Brasil temos a Kawasaki e a TMP. Mas ainda temos que bancar do próprio bolso as despesas, que nesse ano chegaram a uns R$ 60 mil.” O orçamento representa 10% das grandes equipes, que têm estruturas profissionais para os competidores.

Matheus ignorou tudo isso e é o virtual campeão brasileiro, revezando um esporte que exige muitos sacrifícios com os estudos na 4ª série do Ensino Fundamental na Escola Reino Encantado, também na zona leste de Londrina. “A escola está apoiando. Quando tenho que viajar, algumas faltas são abonadas. Agora o que eu quero é chegar lá e fazer só o que sei. Não tenho que tentar fazer nada superior, só o normal e ganhar o título em Mauá da Serra.” No resto do ano, Matheus não terá moleza. Diz que vai emendar os treinamentos com a temporada 2012, quando vai mudar de categoria, passando para 65cc.

O pequeno campeão ainda não teve uma cobertura de mídia grande. Juliano explica que a imprensa especializada cobre mais nas cidades com etapas oficias. “Londrina nunca teve uma etapa. Há duas semanas na etapa da Arena Cross o Matheus participou como convidado e foi segundo na 50cc. Aí houve muita mídia e público.”

Compartilhe este conteúdo

Comentários

jean pasini disse:

parabens a estes dois irmãos e ao xuxu pela dedicação acompanho eles desde o começo e sei da luta que é dirijo provas no parana igual a eles é dificil encontrar um abração meninos ate a proxima.

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly