Galeria de Campeões do Gaúcho de Motocross 2011

Por André Charão | Foto por Bolivar Trindade | 11 de janeiro de 2012 - 7:33

O campeonato Gaúcho de Motocross em 2011 foi novamente um grande sucesso, tanto de pilotos, quanto de público. O campeonato contou mais uma vez com o apoio da indústria de pneus Rinaldi, que vem acreditando cada vez mais a cada ano  no trabalho da FGM, a Rinaldi é patrocinadora máster nos dois principais campeonatos de responsabilidade da FGM, com isso,   o campeonato recebeu a denominação de Rinaldi Gaúcho de Motocross, A seriedade do projeto da temporada de 2011 conquistou o apoio de duas grandes marcas reconhecidas no motociclismo nacional. A Siverst, uma das maiores  fabricantes de moto-peças do país, juntamente com a Mobil, principal nome em lubrificantes no Brasil associaram-se ao campeonato como patrocinadores máster.

Ao todo foram sete etapas muito disputadas pela elite do motocross gaúcho. A média de público superou a seis mil espectadores por etapa, dentro das pistas o número também foi impressionante, mais de 200 pilotos por etapa, sem sombra de dúvidas estes foram os grandes responsáveis pelo sucesso da temporada 2011 do Rinaldi Gaúcho de Motocross.

Marau, Sananduva e Casca, cidades tradicionais no MotoCross e, que ostentam a fama de serem os “seleiros do Motocross Gaúcho”, fizeram parte do calendário de 2011, que teve também a volta da cidade de Maratá e Três de Maio – essas duas já com grandes histórias no motociclismo gaúcho, além de Terra de Areia que recebeu pela segunda vez consecutiva uma etapa do campeonato e Venâncio Aires que recebe o campeonato gaúcho a mais de 25 anos ininterruptas.

O trabalho sério e a ótima organização do Gaúcho de Motocross já são conhecidos nacionalmente, além de credenciar a realização da abertura do Brasileiro de MX Jr. em conjunto com a abertura do Gaúcho de Motocross na cidade de Marau e a quarta do Brasileiro de Motocross Jr. em conjunto com a sexta etapa do Gaúcho de Motocross na cidade de Terra de Areia, o campeonato ainda contou com a presença de vários nomes do cenário nacional como João Marronzinho e Pipo Castro que juntos com pilotos uruguaios, argentinos e paraguaios abrilhantaram ainda mais as disputas dentro da pista nas etapas do campeonato, confirmando o Gaúcho de Motocross como um dos melhores, se não, o melhor campeonato do pais.

Balanço da temporada 2011
“Este ano, tivemos a oportunidade de concluir melhor nossa forma de trabalho, novamente o calendário sofreu muitas alterações devido ao inverno forte que tivemos, mas as etapas realizadas foram todas em alto nível e, sem dúvida nenhuma,  o nível técnico da competição foi muito elevado. Agradeço muito aos nossos patrocinadores que ajudaram a tornar o nosso estadual um dos principais campeonatos do Brasil, e isto não dito por mim, pois basta ver os depoimentos dos pilotos convidados que participaram de algumas etapas, onde fomos muito elogiados. Aumentamos significativamente a nossa estrutura de trabalho, adotando nos estaduais de motocross e velocross um alto padrão de organização, conseguindo também estampar nossos campeonatos nos principais veículos de comunicação da imprensa especializada do Brasil . Isto sem dúvida, gera em todos nós um sentimento de que estamos no caminho certo e vamos continuar trabalhando para que o esporte tenha seu espaço merecido no estado. Quero agradecer a todos que nos apoiaram na área de comunicação, mas especialmente ao meu amigo Jorge Soares que acabou nos dando um sustinho, sem duvida ele foi uma pessoa de extrema importância no nosso crescimento. Em breve estaremos com ele nos ajudando novamente e bombando com novidades positivas para 2012.”- declarou o presidente da FGM Paulo Della Flora.

Premiação aos campeãos:
Ainda conforme o presidente da FGM Paulo Della Flora, a premiação aos campeões dos campeonatos Gaúchos de Motocross e Velocross será feita na primeira etapa de cada campeonato. “Estudamos com muito carinho esta parte, ano passado fizemos uma cerimonial para entrega dos troféus, esse ano faremos uma nova configuração, desta vez contemplaremos todos os pilotos, a entrega será feita numa grande confraternização no sábado que antecede a abertura dos campeonatos de Motocross e Velocross.” – conclui o presidente da FGM. 

Veja como ficou a galeria dos campeões do Rinaldi Gaúcho de Motocross 2011:

Gabriel Bohrer Andrigo – Marau – Campeão Gaúcho de Motocross – 50cc/A

Gabriel Bohrer Andrigo

O jovem piloto Gabriel Bohrer Andrigo conquistou o campeonato de maneira incontestável foram sete vitórias em sete etapas. O retrospecto de 100% no campeonato aliado as suas apresentações nas sete etapas do campeonato o credenciaram como uma das grandes promessas da nova geração.
Patrocinadores: Rinaldi/Spy MX Googles/Autolub/Volgraf/Fredy Tintas/KM Motos/MR Pro

Vice-campeão: Garmichel Rodrigues Giehl – Dois Irmãos
Patrocinadores: Chapecó Mortor Home (www.chapecomotorhome.com.br)/Tapeçaria Chapecoense

 

Pedro Moraes – Marau – Campeão Gaúcho de Motocross – 50cc/B

Pedro Moraes

Marau esteve bem representada nas categorias 50cc A e B, os dois pilotos da cidade de Marau conquistaram o título de campeão no mais importante campeonato do Rio Grande do Sul, além de protagonizarem um “duelo” caseiro nas sete etapas. Pedro Moraes teve trabalho, mas conquistou o título da temporada 2011, nas sete etapas disputadas, Pedro ficou fora das duas primeiras posições no pódio da categoria 50cc/B apenas duas vezes, foram cinco vitórias, um quarto lugar na etapa de abertura em Marau e um terceiro lugar na etapa de Maratá. 
Patrocinadores: Miri Carrocerias/Campos Preparações

Vice-campeão: Bernardo Picolli dos Santos – Marau
Patrocinadores: Ciclo Moto/Transportes Dode Ltda.

Gabriel Della Flora – Santa Rosa – Campeão Gaúcho de Motocross – 65cc

Gabriel Della Flora

Gabriel Della Flora também poderia ter fechado a campanha com 100% de aproveitamento na pontuação final, mas problemas mecânicos na última etapa o deixaram de fora da disputa. Gabriel fez um campeonato perfeito, foram seis vitórias em seis participações. A campanha e a conquista do bi-campeonato (2010/2011) fecharam com chave-de-ouro o seu ciclo na categoria 65cc, para 2012, os desafios serão na categoria 85cc.
Patrocinadores: Rinaldi/Sobrerodas/MSR

Vice-campeão: Felipe Migliorini – Marau
Patrocinadores: Migliorini Auto Peças Ltda.

Guilherme Antonietti Zaparoli – Sananduva – Campeão Gaúcho de Motocross – 85cc

Guilherme Zaparoli

Guilherme Zaparoli ou simplesmente “Gui”, piloto da cidade de Sananduva conquistou o título de campeão da categoria 85cc com uma campanha regular, foram quatro vitórias, entre elas a etapa de abertura na cidade de Marau, a mais especial delas, a vitória na primeira etapa deu confiança ao piloto que pode ter  um pouco de “tranquilidade” no decorrer do campeonato. Zaparoli ainda subiu ao pódio na segunda colocação em três etapas.
Patrocinadores: Brasil Racing/ArtCross/TBT/Motul

Vice-campeão: Eduardo Martello – Marau
Patrocinadores: Funerária Martello

Wanderlei Rodrigues da Silva “Chico Loco” –Campeão Gaúcho de Motocross – 230cc

Wanderlei da Silva

Com uma força de vontade fora do comum, Wanderlei Rodrigues da Silva, ou melhor, “Chico Loco” como é mais conhecido, piloto da cidade de Três Passos, conquistou o título de campeão gaúcho na categoria 230cc, dando a volta por cima depois de passar por momentos difíceis na sua trajetória no esporte. Durante a temporada “Chico Loco” conquistou três vitórias, uma delas, a mais significativa e emocionante foi na etapa de Três de Maio, na mesma pista onde  alguns anos atrás ele sofreu um grave acidente, Wanderlei ainda subiu ao pódio a segunda colocação em uma etapa e na terceira colocação em duas etapas.
Patrocinadores: Autosul Centro de Reparos Rápidos Ivoti e Novo Hamburgo

Vice-campeão: Guilherme Formighieri Zottis – Passo Fundo
Patrocinadores: Pato Loco/Recomaq/Laboratório Cleomar

Moisés Lazarotto “Laza” – Marau – Campeão Gaúcho de Motocross – Estreantes Importadas

Moises Lazarotto

Moíses Lazarotto , o “Laza”, piloto da cidade de Marau começou a busca do título de campeão em casa, na etapa de abertura do campeonato em Marau. Lazarotto fez de tudo para conquistar a vitória e ela veio com uma grande exibição na frente de sua torcida. O grande resultado  na estréia quase foi por água abaixo após a sexta colocação na segunda etapa. À partir daí Laza praticamente disputou o campeonato com o regulamento “embaixo do braço”,        nas três provas seguintes Lazarotto subiu ao pódio no segundo lugar, na penúltima prova terminou em terceiro, o que o deixou apenas a dois pontos do vice-líder do campeonato, o título só pode ser comemorado na última etapa que para ficar melhor foi com uma vitória.
Patrocinadores: Supermercado Lazarotto/Vino Vecchio Ristorante/Campos Preparações

Vice-campeão: Lucas da Silva Kerschner – Canela
Patrocinadores: Geramotos Racing/Solâminas

Maiara Basso – Mato Castelhano – Campeã Gaúcha de Motocross – Feminina A

Maiara Basso

Maiara Basso piloto da cidade de Gentil – participou do campeonato Gaúcho de Motocross pela cidade de Mato Castelhano – poderia ter garantido uma conquista com uma campanha irretocável de 100% de aproveitamento. Dentro da pista ela travou grandes disputas com Janaina Todeschini (Chapecó/SC) conquistando seis vitórias em sete etapas, além do belíssimo retrospecto, Maiara deu show dentro das pistas.
Patrocinadores: Cereais Basso/Answer

Vice Campeã: Janaina Todeschini – Chapecó/SC
Patrocinadores: Farover Processamento de Resíduos Industriais

Caroline Zatt – Arvorezinha – Campeã Gaúcho de Motocross – Feminina B

Caroline Zatt

Caroline Zatt, piloto da cidade de Arvorezinha não começou com o pé direito a sua busca ao título do campeonato, mas a terceira colocação na etapa de abertura na cidade de Marau foi só um susto, isto porque este resultado não condiz com a campanha feita por Caroline nas seis etapas restantes do campeonato, foram seis vitórias em seis etapas, uma recuperação extraordinária na conquista do título.
Patrocinadores: Posto Ponto Um/Erva Mate Valerio/M. Clube de Arvorezinha/Acad. Saúde Total

Vice-campeã: Joelma de Freitas Perucchi – Maracajá/SC
Patrocinadores: Jair Motos/Ponto do Vestuário/Belona Center/Water Element

João Pedro Pinho Ribeiro – Torres – Campeão Gaúcho de Motocross – Intermediária e MX2

Joao Pedro Pinho Ribeiro

João Pedro Pinho Ribeiro, piloto da cidade de Torres teve uma temporada sensacional, isso sem contar que foi o primeiro ano de João Pedro andando de 250cc, mas pelo que se viu, ele não teve problemas para se adaptar ao novo equipamento. João arrebatou de uma só vez duas das principais categorias do campeonato, a MX2 e a Intermediária, na categoria Intermediária ele só não cravou sete vitórias em sete etapas porque o motor de sua moto travou na quarta volta da categoria na terceira etapa em Venâncio Aires. Na categoria MX2 o assunto foi diferente, Pinho conquistou o título com três vitórias, além de ter subido no pódio na terceira colocação em duas etapas e na segunda colocação em uma etapa.
Patrocinadores: Recris Log/Revendas Pinho/Brasil Racing/Estúdio Personal Rafael/Dilvo Suspenções

Vice campeão Intermediária: Rodrigo Gallioto – Flores da Cunha
Patrocinadores: Morangos Gallioto/Martini Racing/M3/Terra Brasil/Postos Di Trento

Vice Campeão MX2: Matheus Basso – Gentil
Patrocinadores: Cereais Basso

Marcelo Alan Agostini – Garibaldi – Campeão Gaúcho de Motocross –  MX3/MX4

Marcelo Agostini

Marcelo Agostini, piloto da cidade de Garibaldi fez uma grande temporada em 2011, foram dois títulos conquistados quase de forma irretocáveis, até para ser mais preciso, o retrospecto nas duas categorias foram idênticos, foram seis vitórias e um segundo lugar nas sete participações de Agostini, com certeza uma campanha para ser muito comemorada pelo piloto.
Patrocinadores: Dilvo Racing/Spy MX Googles

Vice campeão MX3: Frederico Gasola Andrigo – Marau
Patrocinadores: Freddy Tintas/Cerâmicas Dambrós

Vice-campeão MX4: Carlos Gustavo Ketermann – Montenegro
Patrocinadores: Total Dist. De Moto Peças/Real Factoring/Farmapop/Carbu Motos/Race Lavagem/Woodline/BR Import

Douglas Scartazzini Parise – Casca – Campeão Gaúcho de Motocross –MX1/MX Gold

Douglas Parise

Douglas Scartazzini “Duda” Parise, piloto da cidade de Casca região serrana do Rio Grande do Sul terminou a temporada de 2011 como o principal nome do Rinaldi Gaúcho de Motocross, isso porque, ele conquistou o título de campeão nas duas principais categorias da competição, a MX1 e a nova categoria MX Gold – criada na temporada 2011 – Duda conquistou cinco vitórias e uma segunda colocação nas seis etapas que participou na categorias MX1, na categoria MX Gold Duda teve uma campanha ainda melhor, quando conquistou seis vitórias e uma segunda colocação nas sete etapas disputadas.
Patrocinadores: Total Dist. De Moto Peças/Rinaldi/Brasil Racing/Moto&Cia/Race Tech

O campeonato Rinaldi Gaúcho de Motocross 2011 teve o patrocínio máster de Rinaldi, Siverst, Mobil e co-patrocínio de Impacto Motos, IMS Equipamentos e Bel Parts e apoio de DG Rampas, Farover, Octano, SSul, Artemoto Troféus e Mecânica Zapanetti

Texto André Charão – Asses.  Imprensa FGM

Fotos: Bolivar Trindade

Compartilhe este conteúdo

Comentários

luti disse:

o xoro eh livre neh…esse ano ele ta ai andando denovo ai vai la e tenta ganha dele na pista

rodrigo disse:

Vo me agarrar no pau na proxima corrida !! e vo descartar tambem

JONAS disse:

PARABENS A TODOS !
REALMENTE SÃO VERDADEIROS CAMPEÕES.

paulo disse:

DUDA campeao mx1 com ajudihnaaaaaaaa

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly