Copa SobreRodas de Motocross abriu em Torres

Por Sílvio Bilhar | Foto por Sílvio Bilhar | 25 de janeiro de 2012 - 12:50

Foi um final de semana perfeito para a abertura da Copa Verão SobreRodas de Motocross. A prova que fora transferida devido às chuvas do final de semana anterior, dessa vez teve dois dias de muito sol e calor, o que reuniu mais de 120 pilotos na pista do balonismo em Torres/RS. Foram 14 baterias em que o destaque foi os dois duelos entre o piloto da casa João Pinho Ribeiro (campeão gaúcho MX2 e intermediária) e Matheus “Tatu” Basso, campeão brasileiro de velocross VX1 e VX2. Em ambas as disputas a vitória foi de Pinho, que levantou a torcida.

As disputas começaram pela Nacional Máster

Sidinei Santos (Sidi) largou na ponta com Alex Santos e José Pires no mesmo bloco. Alex que largou em 3º, levou 3 voltas para assumir a ponta, mas leva o troco duas voltas mais tarde. Os dois pilotos de Santo Antônio trocam farpas durante a prova e Alex leva a melhor vencendo a etapa seguido de Sidinei, Wagner Bolba(Ratinho)que fez uma corrida com consciência, Mauro Matos e José Pires que completou o pódio.

Feminina

A feminina veio em seguida com Mayree Ribeiro(Gauchinha) largando na frente seguida de Patrícia Bernardon. Gauchinha vence de ponta a ponta com patrícia em seguida. Nathalia da Silva, Daniele Silva e Mariana Koenig fecharam os 5 postos do pódio.O fato triste da categoria foi a contusão de Janaina Todeschini que caiu no treino de sábado e quebrou a clavícula. Força aí guria e volte logo.

Intermediária A

Eduardo Timm Bergmann fez o hole shote na categoria Intermediaria A seguido de Felipe Machado e Willian Saccon. Saccon vai pra cima e se aproxima do líder, que na 3ª volta era Felipe. Na metade da prova, enquanto que Giovani  Ramos Carlos chega ao 4º posto, Sacon assumia a liderança. No decorrer da bateria, Pailo Cesar Silveira (Catatau) chega ao 4º lugar em prova de recuperação. Saccon vence a etapa, seguido de Felipe, Timm, Catatau e Giovani.

55cc

Na 55cc, Carlos Eduardo Baltazar levou o público local a vibrar com a vitória do piloto da casa. Cadu venceu de ponta a ponta seguido de Garmichel Giehl que acelera mito em sua 3ª temporada no esporte. Eduardo Manuel veio em 3º seguido de Arthur Oliveira e Bruno Simon.

65cc

Pela 65cc, Diogo Zanco e Axel Hahn se chocam no ar ao disputar a liderança na 1ª volta. Axel segue líder para vencer a etapa. Diogo faz prova de recuperação e chega em 4º com duelo em todas as posições. Pedro Magero que largou em 4º, pressionou e ultrapassou Willian Lima e chegou em 2º com Willian em 3º e Willian Freitas na 5ª posição.

Intermediária 40

Intermediária 40 teve o 2º hole shote de Timm Bergmann seguido de Alano Stolf e Gregório Führ José Hartmann. Timm abre boa vantagem no começo da prova, o suficiente para levá-lo à vitória de ponta a ponta. Alano se mantém concentrado e chega em 2º. Nas posições posteriores, Carlos Freitas sobe ao 3º posto após duelo com Carlos Prill e Hartmann. Mais tarde Adão Costa em prova de recuperação apos largada ruim, chega ao último lugar do pódio.

85cc

Andando com uma Yamaha 2 tempos, Gabriel Della Flora larga na ponta seguido de Ândrio Seben que voltava de contusão e Leonardo Limberger em 3º. Ainda na volta inicial Seben assume a ponta para vencer a etapa. Leonardo chegou junto, e na metade da prova assumiu a 2º colocação. Axel Hahn e Lucas Zanco subiram em 4º e 5º lugares no pódio.

Intermediária

Roberto Bergmann largou na ponta, seguido de Ânderson Alberton e Evandro “Tartaruga” Lima. Evandro sobe para o 2º lugar seguido de Alberton e Willian Saccon. Evandro cai na moto. Vindo do 2º pelotão, Lucas Kerschner já aparece nas 1ªs posições. Roberto abre boa vantagem para vencer de ponta a ponta seguido de Lucas e Willian. Felipe Machado sobe na classificação e busca o 4º lugar junto com Giovani Carlos o 5º.

Nacional Força Livre

Cássio Anacleto largou na frente para vencer de ponta a ponta seguido de perto por Gedielson Sá até a metade da prova, quando Cássio abre vantagem. Alex Santos chega em 3º lugar seguido de Eduardo Silva e Julian Peretto.

MX2

João Pinho largou na frente seguido de Matheus Basso, (Tatu). Pela disputa do 3º lugar, Roberto Bergmann pressionou Cristian Tessaro e venceu a parada num primeiro momento. Willian Saccon que largou em 5º foi chegando e ultrapassou Cristian e Beto para chegar em 3º. Na frente, Pinho e Tatu seguiam em grande disputa que se estendeu até a antepenúltima volta quando Pinho consegue abrir boa vantagem na pista.

MX3

Dividiram nesta categoria a 1ª curva os pilotos Timm Bergmann e Jacques De Santi, com uma pequena vantagem para Jacques num primeiro momento, mas com Timm assumindo a liderança antes do final da curva da largada. Em seguida Paulo Cesar “Catatau“ que calcula a hora certa para dar o bote e assumir a liderança logo no começo da disputa. Jacques cansa assim como Timm que nesse momento já fazia sua 3ª prova da tarde. Com isso Sidinei Santos (Sidi) sobe de produção e vai para 2º lugar o mesmo acontece com Carlos Kettermann que sobe para 3º. Timm se mantém em 4º e Alex Santos (Rapadura) em 5º na prova vencida por Catatau.

Nacional Promocional

Uma prova cheia de alternativas e trocas de liderança até a 5ª volta, quando Cristiano Freitas (Japa) assume a ponta para vencer em casa. Edegar Costa Júnior que largou em 2º e chegou a liderar ficou em 2º com Tiago Moraes o 3º na largada e na classificação final. Ainda tivemos Juce Sartor em 4º e completando as peças do pódio o piloto Deivid Carradorre.

Estreantes Importada B

Ângelo Mattos(Pano) fez o hole shote seguido de Evandro Lima e Rangel Cardoso. Ainda nas voltas iniciais Evandro Tartaruga assume a ponta, mas erra e Rangel que já estava preparando o bote busca a posição do líder. Mais tarde, Mauro Pereira que largou em 5º se destaca e chega ao segundo ligar trazendo com sigo Renato Freitas para o 3º posto. Pano fica com o 4º lugar e Beto Simão o 5º. Posições finais da categoria.

230cc

Cássio Anacleto e Julian Peretto fizeram um grande duelo durante toda a bateria e que se intensifica nas voltas finas em que chegaram até trocar de posição. Cássio leva a melhor na volta final na curva de fundo próximo a linha de chegada. Julian foi 0 2º seguido de outra fera, Gedielson Sá, do homem pulmão Alex Santos e Wagner Bolba o Ratinho em 5º.

MX1

Finalizando com a MX1 e a expectativa de uma possível vitória de Mateus Tatu Basso, que largou na frente seguido do agora piloto Geração Yamaha, João Pinho Ribeiro.Pinho parte pra cima e logo no começo da prova assume a liderança para vencer em casa sua 2ª prova seguido de Mateus Tatu. O duelo da tarde nessa prova foi entre Lucas Kerschner, o 3º na largada e Cristian Tessaro, o 4º na volta inicial. Cristian pressiona e assume a 3ª colocação na metade de etapa e se mantém na posição. Lucas fica em 4º seguido de Juner Rockenbach que já foi campeão brasileiro de rali velocidade nos anos de 2006,2007 e 2009 fechando o pódio da MX1.

Largada MX1

Próxima etapa: 5 de fevereiro em Arroio do Sal

Realização: Zanela Cia de Eventos

Supervisão : FGM

Apoio: Prefeitura Municipal de Torres

Patrocínio: SobreRodas Racing (com apoio de ASW/FOX/Alpinestars/LS2/MT/AGV/Maxxis).

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly