Jorge Balbi volta aos treinos nos Estados Unidos

Por Y Sports | Foto por Divulgação | 29 de janeiro de 2012 - 9:12

Cinco semanas após lesionar o braço esquerdo, o piloto de Motocross Jorge Balbi Júnior, da equipe Pro Tork / 2B / Kawasaki Racing, já está de volta às pistas. O mineiro estava em Belo Horizonte, onde se recuperou, foi para os Estados Unidos e já retomou os treinos em uma estrutura oferecida por sua equipe em parceria com a equipe Slaton Racing Team, do ex-campeão americano Marty Smith.

De acordo com o piloto, o período de recuperação, cerca de 40 dias, foi de muito trabalho. “Tenho trabalhado muito não só para me recuperar, mas também para estar bem preparado fisicamente. Pude realizar todo o tratamento sob os cuidados do meu médico, Dr. Paulo Randal, e já me sinto bem melhor. Durante quase todo esse período, pude treinar na academia, além de fazer natação e bicicleta. O motocross, no entanto, é um esporte muito complexo e nada se compara ao treino de moto”, disse Balbi.

Para 2012, o heptacampeão brasileiro de MX prevê uma temporada muito competitiva e cheia de compromissos: “Quero correr a Superliga, os Brasileiros de MX e SX, além de algumas etapas do AMA MX. Por isso, tenho me dedicado muito para chegar em boa forma”, afirmou o mineiro.

Devido à lesão, Balbi desistiu de participar do AMA Supercross, maior competição de SX do mundo, nos Estados Unidos, como faz todo início de temporada. “Foi uma decisão muito difícil. Porém, às vezes, é necessário agir com a razão. Todos sabem o quanto amo correr aqui, mas nesse caso foram três votos contra um, meu pai, meu mecânico (Max) e meu treinador aqui nos Estados Unidos (Ryan Hugles) acham que devo me concentrar nos treinos de motocross na categoria 450cc, que será o meu maior objetivo do ano no Brasil. Apesar de querer correr, no fundo sei que essa é a melhor decisão, pois não entraria na pista 100% preparado. Seria um grande risco a correr somente duas ou três etapas do AMA”, explicou Balbi.

Em 2012, na temporada brasileira, Balbi deve se dedicar exclusivamente à categoria 450cc, já que o regulamento do campeonato nacional mudou e o piloto deve optar por uma única categoria, na qual serão disputadas duas baterias por etapa.

Além disso, Balbi já faz planos em correr no AMA MX na mesma categoria durante as folgas do calendário brasileiro. “De agora em diante, vou me dedicar à moto 450cc, o que não pude fazer nos últimos anos. Já comecei um trabalho com o Ryan Hugles para ganhar mais massa muscular e dominar melhor a moto. Além disso, estou bastante empolgado em saber que terei oportunidade de correr algumas etapas do AMA MX, já que a Slaton Racing Team vai me oferecer uma boa estrutura. Meu foco agora está totalmente voltado para o início das competições no Brasil, previstas para março.”

Jorge Balbi Jr. está nos Estados Unidos

Jorge Balbi Jr. está nos Estados Unidos

Antonio Balbi, como é chamado pela imprensa americana, pretende permanecer nos Estados Unidos fazendo sua pré-temporada até o anúncio da abertura do Campeonato Brasileiro de MX, competição que deve abrir a temporada do motocross brasileiro.

Balbi tem o patrocínio da Pro Tork, Mobil, Kawasaki, Race Tech e Mart Plus.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

carlos alberto disse:

Decisão acertada ,agora e treinar e manter o titulo de MAIOR PILOTO DO BRSIL ,pois dificilmente alguém vai superá-lo pois sua dediicaçaão e algo imcomparável

junior disse:

Com certeza o Balbi e o melhor do Brasil ja faz tempo. Decisao muito acertada do piloto. Go GO GO BALBI!!

Carlos E. duda Giovanucci disse:

SEM DÚVIDAS, SE NADA DE MAL ACONTECER A ELE, CAMPEÃO DESSE ANO NA SUPERLIGA E NO BRASILEIRO!.

É UM PILOTO REALMENTE DIFERENCIADO!

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly