Arroio do Sal realizou a semifinal da Copa Verão de MX

Por Sílvio Bilhar | Fotos por Sílvio Bilhar | 08 de fevereiro de 2012 - 20:08

Arroio do Sal, distante 33 km de Torres no litoral norte do estado foi o palco da semifinal da Copa Sobre Rodas de Motocross. Em média 150 pilotos têm participado por etapa e nessa etapa (4 e 5 de fevereiro) não foi diferente. Os duelos pelas vitórias nas categorias nacionais FL e 230, foram de arrepiar, bem como pela 2ª posição das categorias 55cc, 65cc e 85cc.Veja como foi.

Nacional Máster

Nacional Máster começou a maratona do domingo e o piloto de Santo Antônio da Patrulha, “Terra da Rapadura”, Alex dos Santos, (ACM Motos) largou na ponta seguido de Wagner Bolba, Moisés Folha e Sidinei Santos.Alex abre nas voltas iniciais e Sidinei vence o duelo particular com Folha pelo 3º lugar. Nas duas voltas finais Wagner tira diferença, mas Alex vence a etapa com Wagner em 2º, Sidinei em 3º com José Ribeiro Pires e Folha completando o pódio.

Feminina

Mayreê Ely Ribeiro a “Gauchinha” (Elétrosul) largou na frente com Marina Becker em 2º. Gauchinha levou o troféu de 1º para São Jerônimo Marina ficou em 2º seguida Mariana Koenig que venceu o duelo com Daniele da Silva. Natália da Silva completou o pódio.

Estreantes Importada A

Mariovaldo Martini, Eduardo Timm e Adairton Soares “Brutus” completaram a 1ª volta sem diferença no cronômetro. Mas o grande vencedor saiu da 5ª colocação e em duas voltas “chegou” em Mariovaldo. Willian Saccon(Belona Center) de Araranguá/SC pressionou Mariovaldo e na metade final da prova chegou à liderança para vencer em Arroio do Sal. Mariovaldo, Brutus, Timm e Giovani Ramos Carlos os cinco primeiros.

55cc

A piazada fez duelos de gente grande. Carlos Eduardo (Carlos Motos e Veículos) de Torres venceu de ponta a ponta sua segunda prova consecutiva. Mas o duelo mais acirrado entre Garmichel Giehl e Eduardo Manuel dos Santos durante toda a bateria. Garmichel segurou a pressão e recebeu a bandeirada com um segundo de vantagem. Otávio Rockenbach chegou em 4º e Arthur Oliveira em 5º.

65cc

Vitor Della Nina Gonçalves fez o hole shote seguido de Willian Lima, Leandro Bittencourt e Axel Hahn. Vitor abre boa vantagem na 1ª metade da prova, e Axel a cada volta buscava posições importantes. Faltando duas voltas Axel é 2º. Encosta em Vitor e faltando uma volta e meia o piloto de Viamão, da equipe DR locadora, assume a liderança para vencer a prova. Vitor, Leandro, Willian e Olívio Gabriel completaram o pódio.

Intermediária 40

Eduardo Timm fez a curva um em 1º lugar, seguido de perto por Adecir de Lima (Chiquinho Veículos) de Caxias do Sul e Gregório Fürh com José Hartmann em 4º. Adecir aparece em 1º na 2ª volta, e aos poucos abre boa vantagem rumo à vitória. Timm foi 2º seguido de Hartmann, Gregório e Carlos Freitas.

85cc

O piloto de Santa Cruz, Leonardo Limberger, o Poty (Cia das Motos) largou na ponta seguido de Nícolas Oliveira e Gabriel Della Flora. Nícolas pressionou e chego à 2ª posição enquanto que Leonardo passou a linha de chegada em 1º. Nícolas em 2º, Gabriel em 3º e Hiago Bom em 4º após largar em 5º e vencer o duelo com Axel Hahn.

Intermediária

Lucas Kerschner  e Roberto Bergmann disputam a 1ª curva. Lucas salta na frente, mas Beto não desiste. Os dois fazem uma verdadeira “caça de cão e gato” por cinco voltas e em algumas oportunidades lado a lado. Enquanto isso Willian Saccon que saíra da 8ª posição para a 3º após outro duelo com Giovani Ramos e Rafael Testa. Roberto Bergmann (Santa Rosa Caminhões) de Sta Rosa, assume a liderança na 5ª volta para vencer a semifinal com Lucas em seu encalço. Willian foi 3º seguido de Giovani e Rafael.

Nacional Força Livre

Vindo de Santa Catarina, do município de São João, Cássio Anacleto, que já foi campeão gaúcho, largou na ponta na força livre nacional, seguido por Alex dos Santos e de Gedielson Sá (CR Motos) Cachoeirinha. Logo após Moisés Folha (piloto vindo do Veloterra) em que tem se destacado na zona sul do estado e também no gaúcho. Os quatro travam um grande duelo nas duas voltas iniciais. Logo após Cássio e Gedielson abrem do 2º pelotão que já tinha Wagner Bolba no grupo. No meio da etapa Gedielson passa Alex e encosta em Cassio. Pressiona e faltando 3 voltas para o final da prova, Gedielson assume a ponta e vence a FL Nacional com Cássio em 2º. Alex, Wagner e Moisés completam o pódio.

MX2

Em grande estilo, João Pinho(Geração Yamaha) Torres, Roberto Bergamann, Giovani Ramos, Willian Saccon e Lucas Kerschner dividem a curva de alta da pista de Arroio do Sal, pista que foi toda recapada com terra firme e ampliada em sua largura. Pinho e Beto logo na 2ª volta abrem dos demais. Até 6 minutos, Beto segue o líder que logo após abre boa vantagem e vencer a 2ª etapa seguida da MX2. Beto chegou em 2º seguido de Willian em 3º, ele que foi o 4º na largada, com Giovani e Mauro Pereira o 5º a ocupar as peças do Pódio.

MX3

Glaureci Lemos(Renovadora Lemos) Caxias largou em 1º e no 1º pelotão ainda tivemos Juner Rockenbach e Paulo Silveira, O Katatau. Lemos segue na frente com Juner em 2º do começo ao fim. Roberto Simão que também fez parte do pelotão inicial assume a 3ª colocação com Katatau em 4º após segurar o hamburguense Ângelo Mattos “O pano” em 5º que ultrapassou Gregório Führ o 6º na 2ª metade da prova.

Estreantes Importadas B

Estreantes importadas B teve bandeira vermelha logo após a metade da prova. Veleu o resultado da volta anterior e que se deu bem foi Renato Freitas (SobreRodas Racing) de Imbé. Em 2º chegou Rangel Cardoso com Mauro Pereira em 3º. Gláucio Barbacov e Ângelo Mattos completaram o pódio.

Nacional Promocional

A organização da Copa Verão Sobre Rodas de Motocross não está para brincadeiras e as regras adotadas são as da FGM, ou seja, em bandeira amarela não se faz ultrapassagens no local do acidente. Respeito aos demais desportistas. Rodrigo Benini que liderava a prova após a 3ª volta, foi ultrapassado por vários pilotos ao respeitar a “Amarela” junto com outros pilotos do 1º pelotão. A direção puniu e fazendo jus ao regulamento, recoloca Rodrigo Benini(Cardoso Motos) São Leopoldo em 1º seguido de Gian Simon, Ricardo Mobel, Mauro Matos e Juce Sartor.

Nacional 230cc

A penúltima prova da tarde, a 230cc, foi praticamente uma repetição da Força Livre. Cássio Anacleto largou em 1º seguido de Gedielson Sá e José Pires com Alex Santos formando o pelotão principal. Cássio e Gedielson abrem um quarteirão pela disputa da liderança. No 2º pelotão, Alex, José Pires e Leonardo Bitencourt duelam pelo 3º posto. A repetição: Faltando duas voltas para o fim, Gedielson ultrapassou Cássio ( Litoral Motos ) São João do Sul/SC. Alex, José Pires e Leonardo chegaram em 3º,4º e 5º lugares consecutivamente.

MX1

A última prova da tarde foi a MX1 com João Pinho puxando à frente seguido de Roberto Bergmann, Lucas Kerschner (Gera Motos Racinga) Canela. João não brinca em serviço e logo abre vantagem sobre o 2º pelotão para vencer a MX1. Beto chegou em 2º com Lucas em 3º. Sidinei Santos e Juner Rockenbach em 5º na categoria considerada a Fórmula Um da Copa verão.

Próxima etapa: 11 e 12 de fevereiro em Cidreira (ao lado do Estádio Municipal de Futebol)

Realização:Zanela Cia de Eventos

Supervisão :FGM

Apoio: Prefeitura Municipal de Arroio do Sal

Patrocínio: Sobre Rodas Racing (com apoio de ASW/FOX/Alpinestars/LS2/MT/AGV/Maxxis).

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly