AMA Supercross 2012 – 7ª etapa – Arlington / Texas

Por Mundocross | Fotos por Steve Cox | 25 de fevereiro de 2012 - 16:14

A sétima etapa do AMA Supercross FIM World Championship 2012 marcou a abertura do campeonato da costa Leste neste fim de semana, em um embalado Cowboys Stadium, em Arlington no Texas, pertinho de Dallas. As baixas temperaturas combinadas com a chuva pesada mantiveram os fãs longe da área dos pits, mas o teto fechado do gigante Cowboys Stadium ofereceu um clima seco e uma corrida incrível para os quase 54 mil espectadores presentes.

Na categoria Supercross, o atual campeão Ryan Villopoto fez uma corrida dominante, conquistando uma vitória fácil e ampliando sua vantagem de pontos na liderança. Já na categoria Supercross Lites costa Leste, o atual campeão Justin Barcia começou a temporada 2012 com o pé direito, ao vencer o Main Event e garantir os primeiros 25 pontos do campeonato

Categoria Supercross

Na largada, Mike Alessi agarrou o holeshot, mas não demorou muito para que Ryan Villopoto e Chad Reed assumissem as primeiras posições. A partir daí os dois começaram a se distanciar dos demais. Mais atrás, James Stewart fez uma largada mediana, e na segunda volta, sua Yamaha apagou na entrada da sessão de costelas. Infelizmente seu companheiro de equipe, Davi Millsaps, havia caído e Stewart bateu de leve na moto dele. Mesmo sem cair, Bubba deixou o motor morrer, perdendo mais posições.

Largada categoria Supercross

Stewart se complicou com seu próprio companheiro de equipe, Millsaps

Lá na frente, Villopoto e Reed continuavam a batalha. Reed estava prestes a ultrapassar, mas às vezes, dependendo da sessão da pista, perdia alguns poucos metros de distância para Villopoto. Entretanto, na sessão de areia, o australiano era um pouco mais rápido que o piloto da Kawasaki e parecia estar planejando uma tentativa de ultrapassagem neste trecho.

Mas na sexta volta, ele errou o pequeno, porém complicado triplo da referida sessão, e acabou capotando de frente, num tombo espetacular. Aparentando sentir muita dor, o australiano demorou para levantar e precisou ser carregado para fora da pista. Inconformado com sua situação, Reed deixou a pista de cabeça baixa no carrinho do Grupo Médico Asterisk.

Reed deixou a pista inconformado no carrinho do Grupo Médico Asterisk

Ryan Dungey também não fez uma boa largada, e como de costume, foi lentamente recuperando posições. Alessi provou ser um forte concorrente, dando trabalho ao piloto da KTM na briga pela terceira posição. Quando finalmente conseguiu ultrapassá-lo, Dungey concentrou suas atenções em Weimer, que fazia uma corrida solitária na segunda posição desde o acidente de Reed. Nas últimas voltas, Dungey estava colado no companheiro de equipe de Villopoto.

Na volta 18, o piloto da KTM tentou uma ultrapassagem mas não funcionou. Na volta seguinte, ele assumiu a vice-liderança ao fazer um movimento mais agressivo sobre o piloto da Kawasaki. Villopoto conquistou sua terceira vitória consecutiva, a quarta em sete etapas. Dungey foi o segundo e Weimer completou o pódio em terceiro. Alessi foi o quarto e Josh Hansen completou os cinco primeiros. James Stewart finalizou na sexta posição.

Josh Hansen

Disputa entre Jake Weimer e Ryan Dungey

“A pista estava realmente dura, difícil, e quando isso acontece você tem que ser inteligente e pilotar com segurança. Foi uma boa corrida, apesar da chatice que aconteceu com Chad (Reed). Estou ansioso pelo próximo fim de semana em Atlanta”, disse Villopoto.

Disputa entre Ryan Villopoto e Chad Reed

Villopoto conquistou terceira vitória consecutiva em 2012

Com estes resultados, Dungey assumiu a vice-liderança, mas está 13 pontos atrás de Villopoto. Já Reed se complicou demais. Três pilotos abandonaram a corrida, mas como o australiano foi o primeiro a fazer isso, finalizou na última posição, somando apenas um ponto e agora está com um déficit de 30 em relação ao piloto da Kawasaki. Em situação pior ainda, James Stewart aparece na quarta posição, distante 42 pontos em relação ao líder. Jake Weimer fecha os cinco primeiros, com os mesmos 92 pontos do sexto colocado, o veterano Kevin Windham.

Villopoto venceu quatro das sete etapas de 2012

Resultado final categoria Supercross
1. Ryan Villopoto (Kawasaki)
2. Ryan Dungey (KTM)
3. Jake Weimer (Kawasaki)
4. Mike Alessi (Suzuki)
5. Josh Hansen (Kawasaki)
6. James Stewart (Yamaha)
7. Kevin Windham (Honda)
8. Brett Metcalfe (Suzuki)
9. Justin Brayton (Honda)
10. Kyle Chisholm (Kawasaki)
11. Broc Tickle (Kawasaki)
12. Nick Wey (Kawasaki)
13. Kyle Partridge (Kawasaki)
14. Robert Kiniry (Yamaha)
15. Davi Millsaps (Yamaha)
16. Matt Goerke (Suzuki)
17. Gavin Faith (Honda)
18. Nico Izzi (Yamaha)
19. Jeff Alessi (Suzuki)
20. Chad Reed (Honda)

Classificação categoria Supercross após sete etapas
1. Ryan Villopoto – 158 pontos (4 Vitórias)
2. Ryan Dungey – 145 (1 Vitória)
3. Chad Reed – 128 (1 Vitória)
4. James Stewart – 116 (1 Vitória)
5. Jake Weimer – 92
6. Kevin Windham – 92
7. Brett Metcalfe – 88
8. Mike Alessi – 81
9. Justin Brayton – 80
10. Josh Hansen – 80 pontos

Categoria Supercross Lites costa Leste

Na largada, Darryn Durham fez o holeshot, seguido por Blake Wharton. Wharton cometeu um erro, sendo rapidamente ultrapassado pela dupla da equipe Geico Powersports Honda, Justin Bogle e Justin Barcia. Os dois Justins passaram a concentrar suas atenções no líder Durham, e Barcia acabaria por usar sua agressividade típica para assumir o primeiro lugar. Enquanto isso, o belga Ken Roczen, que se recuperava de uma largada medíocre, começava a pressionar Bogle também.

Largada categoria Lites Leste, com holeshot de Durham

Justin Bogle e Justin Barcia

Na sexta volta, Barcia finalmente foi capaz de posicionar-se para uma tentativa de ultrapassagem sobre Durham, logo após a primeira sessão de encaixes, mas o piloto da Kawasaki fechou a porta na curva seguinte, fazendo com que ele fosse incapaz de emendar o triplo. Os dois continuaram a batalha por várias voltas, até que o atual campeão conseguiu ultrapassar e assumir a liderança. Na batalha pelo terceiro lugar, Roczen pressionou Bogle por algum tempo e atacou um pouco antes do primeiro triplo, saltando para o terceiro lugar.

Roczen passou a pressionar Durham, e por pouco não conseguiu a ultrapassagem antes do salto de chegada. Barcia garantiu a vitória, com Durham em segundo e Roczen completando o pódio em terceiro. Wharton foi o quarto e Phil Nicoletti completou os cinco primeiros. Depois de ser ultrapassado por Roczen, Bogle finalizou na 14ª posição, após se envolver em um tombo com o irmão caçula de James Stewart, Malcom Stewart. Indignado, Bogle deu um tapa no capacete de Malcom antes de pegar a moto. Outro favorito ao título que se de mal foi Blake Baggett, que largou em 19º e terminou na 15ª posição.

Phil Nicoletti

Bogle deu um tapa no capacete de Malcom antes de pegar a moto

“Meus adversários não facilitaram minha vida esta noite”, disse Barcia. “Eu tive uma grande corrida e a equipe não precisou fazer muitas alterações na minha moto para este Main Event. Tenho aprendido bastante nos últimos anos e hoje valeu à pena. Vou para Atlanta na próxima semana com a liderança da pontuação”, completou.

Barcia estreou com vitória

Pódio categoria Lites Leste

Como esta foi à etapa de abertura da costa Leste, as mesmas posições se repetem na classificação do campeonato.

Resultado final categoria Supercross Lites costa Leste
1. Justin Barcia (Honda)
2. Darryn Durham (Kawasaki)
3. Ken Roczen (KTM)
4. Blake Wharton (Suzuki)
5. Phil Nicoletti (Honda)
6. Malcolm Stewart (KTM)
7. Jake Canada (Suzuki)
8. PJ Larsen (KTM)
9. Cole Thompson (Honda)
10. Lance Vincent (KTM)
11. Alex Martin (Honda)
12. Hunter Hewitt (Suzuki)
13. Austin Politelli (Honda)
14. Justin Bogle (Honda)
15. Blake Baggett (Kawasaki)
16. Les Smith (KTM)
17. Angelo Pellegrini (Suzuki)
18. Sean Hackley (KTM)
19. Matt Lemoine (Kawasaki)
20. Kyle Cunningham (Yamaha)

Classificação categoria Supercross Lites costa Leste após uma etapa
1. Justin Barcia – 25 pontos (1 Vitória)
2. Darryn Durham – 22
3. Ken Roczen – 20
4. Blake Wharton – 18
5. Phil Nicoletti – 16
6. Malcolm Stewart – 15
7. Jake Canada – 14
8. PJ Larsen – 13
9. Cole Thompson – 12
10. Lance Vincent – 11 pontos

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Lucas#102 disse:

alguma noticia sobre o Reed ?

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly