Gaúcho de Motocross teve etapa de luxo em Marau

Por Assessoria de Imprensa da FGM | Fotos por Bolívar Trindade | 27 de Março de 2012 - 7:29

Marau viveu um final de semana diferente. Mais de duzentos pilotos e um imenso público que lotou as arquibancadas do Parque Lauro Ricieri Bortolon foram os protagonistas de uma das melhores etapas já realizadas em Marau. O show proporcionado por pilotos e pela participação do público foi emocionante, contagiante e arrepiante. O Motoclube de Marau – Motomar, e a Federação Gaúcha de Motociclismo – FGM, fizeram um belíssimo trabalho, que arrancou elogios, tanto de pilotos, quanto do público.

Entusiasmados com a receptividade e participação do público, a empolgação que vinha das arquibancadas contagiou os pilotos, fazendo com que eles dessem o seu melhor em cada categoria.

Confira o que aconteceu na segunda etapa do Rinaldi Gaúcho de Motocross 2012 realizada neste domingo, dia 25 de março.

Bruno da Luz vence mais uma na Estreantes
Na largada da categoria Estreantes Vinícius de Oliveira (Bento Gonçalves) assumiu a liderança com Bruno da Luz (Porto Alegre) logo atrás, os dois fizeram uma primeira volta muito forte, na entrada da primeira mesa, Bruno assumiu a liderança, Maiara Basso (Mato Castelhano), que largou na terceira colocação assumiu a segunda colocação, deixando Vinícius para trás, Ruan Pablo Reginato (Ametista do Sul), dono da melhor volta nos treinos cronometrados, não fez uma boa largada, saindo no pelotão intermediário, na segunda metade da prova o panorama mudou,  em uma ótima recuperação Reginato assumiu a vice-liderança, Vinícius era o terceiro e Maiara caiu para o quarto lugar, as posições se mantiveram até a placa de duas voltas, quando Vinícius abandonou a prova após sofrer uma queda na sessão de costelas , Maiara Basso com problemas na  moto também ficou fora do pódio, no final bandeirada para Bruno, Ruan Reginato foi o segundo, Willian Michels (Bal. Arroio do Silva) o terceiro colocado, Juliano Mercali (Veranópolis) o quarto e Márcio Molz (Panambi) fechou o pódio na quinta colocação.

Bruno 'Mokinha' da Luz

Bruno 'Mokinha' da Luz

Pedro Moraes e Garmichael Giehl são 100% na 50cc
A categoria 50cc novamente prometia fortes emoções, isso porque, alinhados no gate estavam os dois pilotos casa e líderes do campeonato da Pedro Moraes e Gabriel Andrigo (Marau). Na largada Pedro e Gabriel assumiram a ponta fazendo uma disputa muito acirrada, porém, a vantagem foi de Pedro que largou na frente, durante a primeira metade da prova Gabriel foi a sombra de Pedro, isso mudou quando Gabriel colocou a moto lado a lado e conseguiu a ultrapassagem, abrindo uma boa vantagem, antes da placa de duas voltas Gabriel caiu na sessão de costelas e acabou abandonando a prova, deixando o caminho livre para Pedro Moraes que levou a bandeira em primeiro, Enzo Zorzo (Santa Rosa) foi o segundo colocado, Arthur de Oliveira (Portão) foi o terceiro colocado, Pablo Henrique dos Santos (Passo Fundo) foi o quarto e Gabriel Andrigo terminou na quinta colocação. Na categoria 50cc A, nova vitória de Gamichel Giehl (Dois Imãos),  Felipe Tenedini (Porto Alegre) em segundo, Kaue Benatto (Veranópolis) em terceiro, Bruno da Cruz (Chapecó/SC) na quarta colocação e Robert Godinho (Nova Prata) formaram o pódio da categoria.

Pedro Moraes

Pedro Moraes

Garmichel Gehm

Garmichel Gehm

Daniel Chies fatura novamente a Intermediária MX1
Após uma ótima largada, Walter Tardim (Nova Friburgo/RJ) assumiu a liderança da prova, Gustavo Visoto (Carazinho), Cristiano Razia (Três de Maio), e Fabiano Ribeiro (Passo Fundo) vieram em seguida numa balada muito forte, aos pouco Daniel Chies começou a imprimir um ritmo forte, cravando o melhor tempo da prova (1:30.643), depois de algumas voltas já estava na segunda colocação, a diferença entre ele e o líder Tardim, diminuía volta a volta. No pelotão intermediário Rodrigo Galiotto (Flores da Cunha) fez duas grandes disputas, a primeira valendo a quarta colocação com Visoto, com direito a ultrapassagem em uma curva e troco na outra, depois com Razia valendo a terceira colocação, Galiotto assumiu a  terceira colocação, mas logo depois Razia  deu troco, no final vitória de Daniel Chies,  Tardim foi o segundo colocado, Cristiano  o terceiro, Galiotto o quarto colocado e Gustavo Visoto em quinto, formaram o pódio da categoria.

Daniel Chies

Daniel Chies

Vitória de Roratto e show de Roberto Bergmman na Intermediária MX2
A categoria Intermediária MX2  encerrou a programação da manhã de domingo, na largada Gabriel Carbonera (Sananduva) largou na frente, com Gustavo Roratto (Santa Rosa) em segundo, Roberto Bergmmann (Santa Rosa) veio no bolo, mas acabou caindo na primeira curva, ficando na última colocação. Antes da primeira volta ser completada Roratto já era o líder, posição que foi sua até o final com uma boa vantagem para o segundo colocado, à partir daí o que se viu foi um verdadeiro show de Beto Bergmman, virando volta mais rápida atrás de volta mais rápida (1:30.890), com esse rendimento o piloto de Santa Rosa saiu da última colocação para o segundo lugar, Carbonera foi o terceiro colocado, Jonatas Migliorini (Marau) o quarto e Willian Michels (Bal. Arroio do Silva) fechou o pódio na quinta colocação.

Gustavo 'Roratinho' Roratto

Gustavo 'Roratinho' Roratto

Antoniazzi vence a MX3
A categoria MX3 abriu a programação da tarde, na largada Gustavo Visoto (Carazinho) não deu chances para ninguém e assumiu a ponta, na primeira curva uma queda coletiva tira Erivélton Nicoladelli (Orleans/SC) e Walter Tardim (Nova Friburgo/RJ) da prova, Eder Antoniazzi  partiu contudo para cima de Visoto, antes da terceira volta Antoniazzi (Flores da Cunha) já era o líder, Visoto aos poucos foi perdendo terreno, Fábio Imperatori (Garibaldi) assumiu a segunda colocação e Richard Berois (São José/SC) o terceiro lugar, Carlos Ketermann (Montenegro) que ficou preso na queda da primeira curva fez uma prova de recuperação sensacional, saindo das últimas posições para o quarto lugar, marcando a melhor volta (1:39.665). No final bandeirada da vitória para Antoniazzi, Imperatori em segundo, Berois em terceiro, Ketermann em quarto e Everton da Silva (Palmeira das Missões) em quinto formaram o pódio da categoria.

Eder Antoniazzi

Eder Antoniazzi

Felipe Migliorini foi vencedor da 65cc
A festa da vitória na categoria foi do piloto da casa Felipe Migliorini, na largada, três “Felipes”, Felipe Migliorini (Marau), Felipe Moraes (Marau) e Felippe Menuzzi (Dom Pedrito) entraram lado a lado na disputa da primeira curva, na primeira volta, três pilotos carimbaram a liderança, Vitor Dela Nina (São Jerônimo) e Menuzzi dividiram a liderança, mas em menos de uma volta Migliorini e Moraes assumiram as duas primeiras colocações, na segunda volta uma queda deixou Felipe Moraes para trás, com isso Migliorini seguiu firme para a vitória,  Felipe Moraes depois de uma grande recuperação conseguiu completar a prova na segunda colocaçaõ, Bernardo Piccolli (Marau) foi o terceiro colocado, Felippe Menuzzi foi o quarto e Bruno Schmitz fechou o pódio na quinta colocação.

Felipe Migliorini

Felipe Migliorini

Vitória de Marçal em prova de luxo da MX2
A categoria MX2 foi uma das mais empolgantes dos últimos  tempos, na largada três pilotos da cidade de Gentil assumiram as três primeiras colocações, Lucas e Matheus Basso juntamente com Leandro Dambrós puxaram o primeiro pelotão, Joaquin Poli (São José/SC), Marçal Müller (Nova Hartz) e Gustavo Roratto (Santa Rosa) se juntaram ao primeiro pelotão, à partir daí o que não faltou foi emoção, ultrapassagens e disputas eletrizantes do começo ao fim, com direito de ultrapassagem de Marçal a dois concorrentes de uma só vez para assumir a liderança.  Matheus Basso aguentou o que pode, até perder a segunda colocação para Joaquin Poli. No final vitória de Marçal, Poli em segundo, Matheus em terceiro, Dambrós na quarta colocação e Roratto em quinto, completaram o pódio.

Marçal 'Massa' Müller

Marçal 'Massa' Müller

Carlos Ketermann é 100% na MX4
Depois de ficar preso em um “pacote” na MX3, Carlos Ketermann (Montenegro) foi com tudo para a MX4, na largada, Eduardo Timm Bergmman (S. Lourenço do Sul) fez o holeshot, logo atrás vieram Carlos Ketermann e Márcio Molz (Panambi), em menos de duas voltas Ketermann e Molz assumiram a primeira e a segunda colocação respectivamente, Eduardo Timm ainda perdeu posições para Guilherme Benatto (Veranópolis) e Fabiano Kubaski (Giruá) depois de uma queda. Ao final Ketermann faturou mais uma vitória na MX4 cravando melhor volta (1:35.899) garantindo assim 100% no campeonato, Márcio Molz foi o segundo, Benatto o terceiro, Kubaski o quarto colocado e Bergmman completou o pódio da categoria na quinta colocação.

Carlos 'Nazysta' Kettermann

Carlos 'Nazysta' Kettermann

Enzo retorna ao Gaúcho de Motocross com vitória
O vencedor da categoria 85cc foi definido na primeira curva, Enzo Lopes (Lajeado), fez uma largada perfeita e uma prova impecável, cravando a volta mais rápida da prova (1:33.335), a etapa marcou o retorno de Enzo ao Gaúcho de Motocross, a segunda colocação também foi definida desde o início, Andrio Sebben (Farroupilha), conseguiu andar próximo a Enzo nas primeiras voltas, mas ficou por aí, José Brayan ( Massaranduva/SC) andou colado em Andrio até sofrer uma queda e cair para as últimas colocações, porém, a sua recuperação foi fantástica conquistando novamente a terceira colocação, Gabriel Della Flora (Santa Rosa) foi o quarto colocado e Henrique Araújo (Passo Fundo) fechou o pódio da categoria na quinta colocação.

Enzo Lopes

Enzo Lopes

Wanderlei da Silva foi o vencedor na 230cc
A largada da categoria 230cc mostrou que os pilotos não estavam para brincadeira, o ritmo forte da primeira volta foi impressionante, Gedielson dos Santos (Cachoeirinha) assumiu a primeira colocação e foi seguido de perto por Wanderlei da Silva (Três Passos), Leandro Fole (Montauri) , Guilherme Zottis (Passo Fundo) e Maurício Maritan (Passo Fundo), na metade da prova Gedielson sofreu uma queda na sessão de costelas, onde perdeu várias posições, com isso, Wanderlei assumiu a primeira colocação mantendo até a bandeirada da vitória, Mauritan foi o segundo, Gedielson fez uma belíssima  prova de recuperação e terminou em terceiro com a melhor volta da prova (1:36.943), Leandro Fole foi o quarto colocado e José Luiz Benetti (Sananduva)fechou o pódio da categoria na quinta colocação.

Wanderlei 'Chico Loco' da Silva

Wanderlei 'Chico Loco' da Silva

Maiara Basso e Marina Becker vencem a Feminina
Maiara Basso (Mato Castelhano) mostrou novamente que é a principal candidata ao título de campeã da categoria Feminina A em 2012, com uma largada sensacional ela assumiu a liderança na geral, a vitória veio de ponta a ponta, Maiara ainda marcou a melhor volta da prova (1:34.440), Jana Todeschini (Chapecó) veio na segunda colocação, as duas primeiras colocadas mantiveram as posições até o final, Maria Eduarda Salomoni (Passo Fundo) que largou na terceira colocação, aguentou o ritmo até a metade da prova, quando começou  a perder rendimento e terreno para Caroline Zatt (Arvorezinha) que assumiu o terceiro lugar e para Mayrêe Ribeiro “Gauchinha”  (São Jerônimo) que assumiu a quarta colocação, com isso, Maria Eduarda fechou o pódio da categoria Feminina A. Na categoria Feminina B, a vitória ficou com Marina Henrique Becker (Gramado), a segunda colocação ficou Bruna Zanatta (Frederico Westphalen), Patrícia Bernardon (Novo Hamburgo) foi a terceira colocada e Mariana Daltoé compeltou o pódio na quinta colocação.

Maiara 'Gringa' Basso

Maiara 'Gringa' Basso

Marina Becker

Marina Becker

Duda Parise vence a MXPró
A categoria mais importante do campeonato, a  MXPró foi disputa em duas baterias, o público vibrou e torceu pelos gaúchos, isto porque, alinhados no gate estavam pilotos da Argentina, Uruguai, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Na primeira bateria João Marronzinho (Laguna/SC) assumiu a liderança, Anderson Cidade (São José) Douglas Parise (Casca), Matheus Basso e Leonardo Dambrós (Gentil) seguiram na mesma balada de líder, aos poucos o primeiro pelotão foi se distanciando dos demais, Marronzinho Anderson e Douglas forçaram o ritmo, em poucas voltas Cidade já estava com o líder em sua mira, na primeira tentiva Cidade assumiu a liderança, porém, menos de duas voltas depois Marronzinho deu o contra ataque e novamente assumiu a liderança para não mais perder, quem se deu bem nessa foi Duda Parise, depois de cravar a volta mais rápida (1:26.156) e encostar no segundo colocado, esperou a hora certa para fazer a ultrapassagem e assumir a segunda colocação, Leonardo Sebben (Caxias do Sul) não fez uma boa largada, porém andou muito forte e ficou  na quarta colocação, Leonardo Dambrós foi o quinto colocado.

Largada da categoria MX Pró

Largada da categoria MX Pró

Na segunda bateria Anderson Cidade e Duda Parise assumiram as duas primeiras posições, logo atrás vieram Leonardo Sebben, Leonardo Dambrós e Lucas Basso (Gentil), Marronzinho não conseguiu fazer uma boa largada e saiu na oitava colocação, ants de abrir a primeira volta já era o sexto, na ainda na primeira volta Anderson Cidade sofreu uma queda na sessão de costelas e não voltou mais para a prova, com isso, Duda assumiu a liderança para o delírio do imenso público que vibrou volta a volta com o piloto de Casca, o ritmo forte de Marronzinho era evidente a medida que seus adversários iam ficando para trás, na metade da prova ele já era o segundo, marcando a melhor volta da bateria (1:24.674),  o momento foi de esperar um erro de Duda para ultrapassar, o erro não veio, mas mesmo assim Marronzinho fez a ultrapassagem retardando a freada na curva de baixa, os dois ficaram lado a lado, as motos chegaram a se encostar, porém, a liderança do piloto de Laguna acabou duas curvas depois, quando Duda deu o troco na mesma moeda, retardando a freada na curva do pit stop, o público explodiu em comemoração com a ultrapassagem de Duda, a cada volta que ele passava na frente do público era ovacionado, no final Vitória de Duda Parise com Marronzinho em segundo, Leonardo Sebben foi o terceiro colocado, Dambrós foi o quarto e Joaquin Poli (São José /SC) na quinta colocação.

Com a soma das duas baterias, o pódio teve a seguinte formação, Duda Parise em primeiro, Marronzinho em segundo, Leonardo Sebben em terceiro, Dambrós em quarto Joaquin Poli em quinto.

Pódio do resultado geral da categoria MX Pró

Pódio do resultado geral da categoria MX Pró

A  próxima etapa do Rinaldi Gaúcho de Motocross será nos dias 05 e 06 de maio na cidade de Venâncio Aires.

O campeonato Gaúcho de Motocross 2012 tem o patrocínio master da Rinaldi, Total Distribuidora Moto Peças Ltda., IMS e Mobil, co-patrocínio da Belparts e SobreRodas e apoio da  Mecânica Zapanetti, Farover, Octano Graphics, Kimoto, SSul e Artemoto.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly