Mundial de Enduro 2012 – 1º etapa – Chile

Por Renato Dalzochio Jr. | Fotos por Divulgação | 30 de março de 2012 - 15:25

Teve início no último fim de semana a temporada 2012 do Mundial de Enduro. E o campeonato já começou fazendo história, com a abertura sendo disputada pela primeira vez na América do Sul. A cidade de Talca, no Chile, recebeu 150 pilotos da elite da modalidade. Nas trilhas nenhuma surpresa em relação ao que se viu em 2011: domínio francês nesta primeira etapa.

Categoria Enduro 1

No sábado a prova presenteou o público com o Super Test, no centro de Talca, colocando os pilotos frente a frente, dois de cada vez, para só depois partirem para encarar as trilhas dos 65 km do percurso chileno. Na categoria Enduro 1, Antoine Meo da KTM deu início a hegemonia francesa, vencendo os dois dias de competição. No sábado o bicampeão mundial colocou mais de um minuto de vantagem sobre seu conterrâneo, Rodrig Thain, da Honda, mesmo após um leve tombo no Extreme Test, e um terceiro lugar no Cross Test.

Antoine Meo

Antoine Meo

Marc Bourgeois, também da França, colocou sua Yamaha na terceira posição, com o espanhol Lorenzo Santolino da Husqvarna em quarto, e o finlandês Eero Remes da KTM em quinto. No domingo, Meo deixou para trás o italiano Simone Albergoni, da Honda. Thain foi o terceiro, com seu conterrâneo Jeremy Joly da Yamaha em quarto, e o finlandês Matti Seistola da Husqvarna em quinto.

Rodrig Thain

Rodrig Thain

Com estes resultados, Meo lidera o campeonato com 40 pontos, contra 32 de Rodrig Thain. Bourgeois é o terceiro com 25, Albergoni o quarto com 23, e Seistola fecha os cinco primeiros com 21 pontos.

Resultado primeiro dia

1. Antoine Meo – KTM
2. Rodrig Thain – HM/Honda
3. Marc Bourgeois – Yamaha
4. Lorenzo Santolino – Husqvarna
5. Eero Remes – KTM

Resultado segundo dia

1. Antoine Meo – KTM
2. Simone Albergoni – HM/Honda
3. Rodrig Thain – HM/Honda
4. Jeremy Joly – Yamaha
5. Matti Seistola – Husqvarna

Classificação categoria Enduro 1

1. Antoine Meo – 40
2. Rodrig Thain – 32
3. Marc Bourgeois – 25
4. Simone Albergoni – 23
5. Matti Seistola – 21

Categoria Enduro 2

No sábado a categoria Enduro 2 foi dominada pelo finlandês Juha Salminen, da Husqvarna. Depois de obter a sexta posição no Super Test, Salminen foi impecável nos testes especiais e venceu com 18 segundos de vantagem sobre o espanhol Ivan Cervantes da Gas Gas. O italiano Oscar Balletti da Beta foi o terceiro, com o espanhol Cristobal Guerrero da KTM em quarto, e o francês Johnny Aubert, também da KTM, em quinto. No domingo, foi à vez do francês Pierre-Alexandre Renet, da Husaberg, ficar com a vitória.

Juha Salminen

Juha Salminen

Cervantes foi novamente o segundo, com o italiano Alex Salvini da Husqvarna em terceiro. Guerrero foi novamente o quarto, enquanto Salminen amargou a quinta posição. No campeonato, mesmo sem vencer, Cervantes foi premiado pela Consistência, e lidera com 34 pontos. Salminen tem 31 e Renet 30. Guerrero é o quarto com 24, e um ponto atrás, Salvini fecha os cinco primeiros.

Ivan Cervantes

Ivan Cervantes

Pódio da categoria Enduro 2

Pódio da categoria Enduro 2

Resultado primeiro dia

1.Juha Salminen – Husqvarna
2. Ivan Cervantes – Gas-Gas
3. Oscar Balletti – Beta
4. Cristobal Guerrero – KTM
5. Johnny Aubert – KTM

Resultado segundo dia

1. Pierre-Alexandre Renet – Husaberg
2. Ivan Cervantes – Gas-Gas
3. Alex Salvini – Husqvarna
4. Cristobal Guerrero – KTM
5. Juha Salminen – Husqvarna

Classificação categoria Enduro 2

1. Ivan Cervantes – 34
2. Juha Salminen – 31
3. Pierre-Alexandre Renet – 30
4. Cristobal Guerrero – 24
5. Alex Salvini – 23

Categoria Enduro 3

A categoria Enduro 3 deu prosseguimento ao domínio francês, com a vitória dupla de Christophe Nambotin da KTM. No sábado ele deixou para trás o estoniano Aigar Leok, da TM. O espanhol Oriol Mena, da Husaberg foi o terceiro, e o britânico David Knight, um dos favoritos ao título, decepcionou, não indo além da quarta posição. A quinta posição ficou com o sueco Joakim Ljunggren, da Husaberg.

Christophe Nambotin

Christophe Nambotin

No domingo Knight bem que tentou, mas não conseguiu eliminar a hegemonia de Nambotin, tendo que se contentar mesmo com a segunda posição. Leok foi o terceiro, Ljunggren o quarto, e Mena o quinto. No campeonato, Nambotin lidera com 40 pontos, contra 32 de Leok. Knight é o terceiro com 29, seguido por Mena com 26. Ljunggren fecha os cinco primeiros com 23 pontos.

Resultado primeiro dia

1. Christophe Nambotin – KTM
2. Aigar Leok – TM
3. Oriol Mena – Husaberg
4. David Knight – KTM
5. Joakim Ljunggren – Husaberg

Resultado segundo dia

1. Christophe Nambotin – KTM
2. David Knight – KTM
3. Aigar Leok – TM
4. Joakim Ljunggren – Husaberg
5. Oriol Mena – Husaberg

Classificação categoria Enduro 3

1. Christophe Nambotin – 40
2. Aigar Leok – 32
3. David Knight – 29
4. Oriol Mena – 26
5. Joakim Ljunggren – 23

Nota: Em homenagem ao finlandês Mika Ahola, multi-campeão que faleceu no início do ano, foi disputado o troféu “Mika Ahola Brave One”, que premiou os pilotos mais rápidos nas especiais de Enduro Teste. Meo venceu no sábado, e Nambotin no domingo. Na soma dos resultados dos dois dias, Nambotin levou a melhor.

Troféu Mika Ahola “Brave One”
1. Christophe Nambotin – KTM
2. Ivan Cervantes – Gas-Gas
3. Simone Albergoni – HM/Honda
4. David Knight – KTM

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly