Campano vai correr ‘em casa’ no Brasileiro de MX

Por Adriano Winckler | Foto por Divulgação | 18 de abril de 2012 - 10:44

Líder do campeonato Brasileiro de Motocross 2012 depois de fazer uma corrida épica na etapa de Carlos Barbosa, no Rio Grande do Sul, o espanhol Carlos Campano não pretende facilitar as coisas para os seus adversários na 2ª etapa da competição, que acontece nos dias 28 e 29 de abril, no motódromo Arthur Jachovicz, em Canelinha, Santa Catarina.

Campano mora atualmente na cidade de São José, localizada na Grande Florianópolis e próximo de Canelinha. O espanhol já disputou duas provas na tradicional pista catarinense e estará correndo praticamente “em casa”.

“Gosto muito de Canelinha. É uma grande pista, com um público maravilhoso. Tenho excelentes lembranças dessa pista. Participei da etapa brasileira do Mundial de 2009, quando terminei em sexto na MX1, e no ano passado venci o Desafio Latino-Americano”,  declarou o espanhol.

Depois de levantar o público em Carlos Barbosa e virar definitivamente o “homem a ser batido” na temporada, Campano diz que sabe lidar bem com a pressão de estar na liderança do Brasileiro.

“Carlos Barbosa foi uma corrida inesquecível. A prova teve um nível muito alto e o público me apoiou muito. Não sinto pressão por ser líder do campeonato e meu objetivo é estar sempre lutando pela vitória, sem cometer erros – completou.

Campano

 

Mudança na 85

A partir da etapa de Canelinha, a prova da categoria 85cc também será disputada no sábado, juntamente com as categorias 65cc e MX3. No domingo serão realizadas apenas as provas da MX1 e MX2, sendo duas baterias para cada categoria.

As inscrições antecipadas, e com desconto, já estão abertas e devem ser feitas pelo sistema da CBM (cbm.esp.br/sistema) até o dia 25. O valor com desconto para as categorias 65cc e 85cc é de R$ 100, e para as categorias MX1, MX2 e MX3 é de R$ 180. As inscrições no local terão acréscimo de 50%.

O Campeonato Brasileiro de Motocross é organizado pela Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM) e tem patrocínio de Petrobras, Rinaldi, X-Motos, Honda e Yamaha, com apoio de ASW, OGIO, Peterlongo e CMB. A 2ª etapa, em Canelinha/SC, tem supervisão da própria CBM e da Federação Catarinense de Motociclismo (FCM).

Confira a classificação do Brasileiro de Motocross 2012

MX1
1º – Carlos Campano – 50 pontos
2º – Adam Chatfield – 44
3º – Wellington Garcia – 38
4º – Leandro Silva – 38
5º – Marcello “Ratinho” Lima – 29

MX2
1º – Eduardo “Dudu” Lima – 47 pontos
2º – Hector Assunção – 43
3º – Rafael Faria – 38
4º – Anderson Amaral – 36
5º – Everett Holcomb – 36

MX3
1º – Milton Becker – 25 pontos
2º – Nielsen Bueno – 22
3º – Mariana Balbi – 20
4º – Cristiano Lopes – 18
5º – Eder Antoniazzi – 16

85
1º – Gustavo Pessoa – 25 pontos
2º – Fabio dos Santos – 22
3º – Enzo Lopes – 20
4º – Gustavo Alves Borges – 18
5º – José Brayan Soares – 16

65
1º – Thui Todeschini – 25 pontos
2º – Leonardo Cassarotti – 22
3º – Renato Paz – 20
4º – Guilherme Torres – 18
5º – Felipe Migliorini – 16

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly