Irmãos Basso seguem dominando o Brasileiro de VX

Por Assessoria de Imprensa da FGM | Fotos por André Charão | 20 de abril de 2012 - 10:37

Pilotos do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, Argentina e Uruguai aceleraram forte na pista de traçado rápido com 1.100 metros, a etapa foi válida pela 2ª Etapa dos Campeonatos Brasileiro, Sulbrasileiro e Gaúcho de Velocross 2012 em Pinhal da Serra, cidade situada na divisa dos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.  O evento foi à primeira atividade da 3ª Festa da Integração que acontece no município e vai até o dia 22 de abril.

O sábado foi destinado aos treinos, e o domingo foi cheio de adrenalina, tanto para os competidores quanto para o público, que lotou o entorno da bela pista construída no Parque de Eventos João Ferreira dos Santos, aliás, a pista, construída pela prefeitura de Pinhal da Serra, através da Secretaria Municipal de Turismo, foi muito elogiada pela Federação Gaúcha de Motociclismo e pilotos que participaram da competição. A cidade de 2.500 habitantes e apenas 11 anos de emancipação mostrou uma ótima organização na promoção do evento, tudo saiu a contento dos participantes.

A chuva que caiu na sexta-feira e na noite de sábado não tirou o brilho da etapa, pegas eletrizantes com disputas de vitórias até os últimos metros da linha de chegada foram à tônica desta sensacional etapa.

Confira abaixo o que rolou na etapa de Pinhal da Serra.

Maiara Basso e Elder Pirolli vencem na primeira disputa do domingo
As categorias VX4 Nacional e Feminina alinharam juntas no gate, assim que foi dada a largada Maiara Basso (Mato Castelhano) assumiu a liderança da geral, deixando a briga na VX4 Nacional entre Elder Pirolli (Tapejara) e Marco Farias (Lajeado), Maiara venceu a categoria de ponta a ponta, cravando o melhor tempo da prova (1:05.415), pela categoria VX4 Nacional Marco Faria consegui a ultrapassagem e assumir a liderança da prova, porém, nas últimas curvas levou o troco de Elder Pirolli que recebeu a bandeirada da vitória na categoria, Marco Faria foi o segundo colocado, Moisés Folha (Cristal)  foi o terceiro, César Cernachh (Guaratuba/PR) foi o quarto colocado e Nilton Brignol (Pelotas) fechou o pódio na quinta colocação. Na categoria Feminina, Sandra Regina Espagnol (Ibiraiaras) foi à segunda colocada.

Maiara Basso

Elder Pirolli

Pedro Moraes vence de ponta a ponta a categoria 50cc
A categoria 50cc contou com a presença do piloto Pedro Moraes (Marau), líder do campeonato Gaúcho de Motocross 2012. Na largada, Pedrinho mostrou que vive uma grande fase, assumiu a liderança e venceu de ponta a ponta. Matheus Hernandes (Rio Grande) bem que tentou acompanhar o ritmo de Pedro, porém, uma queda na terceira volta o deixou na última posição bem longe dos líderes, com isso  Bawer Gomes (Rio Grande) que vinha na terceira colocação, assumiu o segundo lugar, mantendo até o final. Erick Bom Reis (Rio Grande) foi o terceiro colocado, Matheus Hernandes foi o quarto colocado e Melissa Venet (Paranaguá/PR) fechou o pódio na quinta colocação.

Pedro Moraes

Fernando Sanches vence a VX4
A VX4 foi à primeira categoria de motos importadas a alinhar no gate. Na largada uma grande disputa na primeira curva entre Fernando Sanches (Santa Maria) e Nasri Sarkis (Lapa/PR), os dois entraram juntos na curva, porém, Sarkis levou a melhor assumindo a liderança da prova. Após três voltas de muita pressão Sanches assumiu a liderança e abriu uma grande vantagem sobre os demais pilotos, fazendo o melhor tempo da prova (1:02.996), Giovane Pick (Vera Cruz) com um ritmo de prova muito forte também pressionou e conquistou a terceira colocação, Nasri se manteve na terceira colocação até o final, Lauthério Brauch (S. Lourenço do Sul) foi o quarto colocado e Marcelo Marques (Pinhais/PR) fechou o pódio na quinta colocação.

Fernando Sanches

De ponta a ponta Gustavo Gusberti vence a Novatos Nacional
A emoção tomou conta na última categoria a linhar no gate no final da manhã de domingo, mesmo com um gate cheio o vencedor da categoria Novatos Nacional foi definido na primeira curva, Gustavo Gusberti (Vila Flores) assumiu a liderança e manteve o ritmo forte durante toda a prova, cravando o melhor tempo (1:08.546), Cleomar Lusa (Flores da Cunha) que marcou o segundo melhor tempo da prova, apenas 0:00.022 centésimos de segundo de diferença da melhor volta do líder,  foi a sombra de Gustavo,  Cleomar esperou o erro do líder, o que acabou não acontecendo, Michel Fiel (Encantado) foi o terceiro colocado, depois de uma grande disputas com Alexandre Dal Bem (Ibiraiaras) Luciano Peres (Rio Grande) conquistou a quarta colocação, Dal Bem fechou o pódio na quinta colocação.

Gustavao Gusberti

Fabiano Ribeiro vence mais uma na VX3
A julgar pelo desempenho dentro das pistas e pelas duas vitórias conquistadas nas duas primeiras etapas do campeonato Brasileiro e Gaúcho de Velocross 2012, Fabiano Ribeiro (Passo Fundo) é o grande candidato ao título da VX3 em 2012. A vitória veio, porém, a concorrência aumenta a cada etapa. Na largada Cleomenes Gomes (Camaquã) assumiu a liderança com Fabiano Ribeiro em segundo, três voltas depois Fabiano já estava na liderança da prova, depois de abrir uma boa vantagem, Ribeiro administrou mais uma vitória, Cleomenes começou a perder rendimento e também posições no pódio, além do vencedor, outro piloto que se destacou foi Giovane Pick (Vera Cruz), que depois de largar mal teve uma grande recuperação, saindo do sexto para o segundo lugar, Fernando Sanches (Santa Maria) que marcou o melhor tempo no treino cronometrado, repetiu a dose e fez o melhor tempo da prova (1:02.944) chegando na terceira colocação, Nasri Sarkis (Lapa/PR) foi o quarto colocado e Lauthério Brauch (S. Lourenço do Sul) completou o pódio na quinta colocação.

Fabiano Ribeiro

Felipe Moraes vence a 65cc
Assim como o irmão Pedro, Felipe Moraes (Marau), líder do Gaúcho de Motocross na categoria 65cc, participou da segunda etapa do Gaúcho de Velocross, sua participação não poderia ter sido melhor, vitória de ponta a ponta e melhor tempo na prova (1:12.457), a grande disputa ficou pela segunda colocação entre Bernardo Picolli (Marau) e Felippe Müller Menuzzi (Dom Pedrito), que teve problemas na sua moto e largou com a moto emprestada. O pega entre os dois durou quase todo a prova, na última volta, nos últimos metros antes da chegada, Felippe abandonou a prova novamente com problemas na moto, Bernardo foi o segundo colocado, Mathias Vargas (Rio Grande) o terceiro, Matheus Hernandes (Rio Grande) o quarto colocado e Felippe Menuzzi  com uma volta a mais que o sexto colocado completou o pódio na quinta colocação.

Felipe Moraes

Marcelo Marques vence a VX3 Nacional
A categoria VX3 Nacional foi válida pelo Brasileiro, Sulbrasileiro e Gaúcho de Velocross, com isso, a disputa foi intensa durante toda a prova. Na largada Tomás da Rocha (Blumenau/SC) assumiu a liderança, no entanto, antes mesmo de completar a primeira volta, Marcelo Marques (Pinhais/PR) já estava na liderança seguido de perto por Álvaro Campos Jr. (Parana guá/PR), os dois fizeram um prova muito consistente, Marcelo venceu e marcou o melhor tempo da prova (1:08.898), Álvaro foi o segundo colocado, Luciano de Conto (Passo Fundo) foi o terceiro colocado, Elder Pirolli (Tapejara) foi o quarto colocado depois de uma grande disputa com Norton Souza (Pelotas) que completou o pódio da categoria na quinta colocação.

Marcelo Marques

Fabiano vence a Intermediária
Gate cheio na categoria Intermediária, Maiara Basso (Mato Castelhano) surpreendeu e largou na frente com Eduardo Tessaro (Machadinho) em segundo, André Calegari (Tapejara) em terceiro e Fabiano Ribeiro (Passo Fundo) na quarta colocação, as três primeiras voltas serviram para acomodar os ânimos de alguns e empolgar outros, como foi o caso de Fabiano Ribeiro que saiu da quarta colocação, marcou a volta mais rápida (1:02.003) e assumiu a liderança da prova com Calegari em segundo, Eduardo Tessaro em grande disputa com Maiara Basso assumiu a terceira colocação, Felipe Deloss (Lajeado) recuperando terreno assumiu a quarta colocação, Maiara Basso fechou o pódio na quinta colocação.

Jackson Keil vence a 230cc
Foram necessárias duas largadas na categoria 230cc. Na primeira largada após um “stracke” , o pacote coletivo foi quase inevitável, com isso, três pilotos ficaram de fora da segunda largada. Na segunda largada tudo saiu perfeito, ainda mais para Eduardo Leobet (Piratuba/SC) que assumiu a liderança da prova. Jackson Keil (São Bento do Sul/SC) que saiu na segunda colocação, precisou de duas voltas para assumir a liderança e levar a bandeirada da vitória cravando a melhor volta (1:06.112) Preslei de Carli (Abelardo Luz/SC) saiu da sexta colocação para a segunda colocação, Gustavo Gusberti (Vila Flores) fechou a prova na terceira colocação, Eduardo Leobet terminou na quarta colocação e Getúlio Acosta (São Borja) fechou o pódio da categoria na quinta colocação.

Jackson Keil

Lucas Basso vence a VX2
Os principais pilotos do Brasil na categoria VX2 alinharam no gate para fazer uma grande disputa, lado a lado estavam os irmãos Matheus e Lucas Basso (Gentil), atuais campeão e vice da categoria. Na largada Matheus assumiu a liderança com Lucas em segundo, os dois imprimiram um ritmo de prova muito forte, Luis Felipe Fietz (São Bento do Sul/SC) veio na terceira colocação com Paulo Stédile (Curitiba/PR) na quarta colocação. Menos de duas voltas depois Stédile já era o terceiro colocado e tentava de todas as formas encostar nos líderes, Luis Felipe perdeu rendimento e posições para Eduardo Tessaro (Machadinho) e Vinícius Perazzo (Rio Grande). Após a primeira metade prova, Lucas assumiu a liderança marcando a volta mais rápida da prova (1:03.253), Matheus ficou na segunda colocação sofrendo com os ataques de Stédile que tentou, mas não teve sucesso, o ritmo forte dos três primeiros colocados durou até a bandeirada, a chegada foi sensacional, a diferença do vencedor Lucas Basso para o segundo colocado Matheus Basso foi de (0:01.180s)  e para o terceiro colocado Paulo Stédile foi de (0:01.870s), Eduardo Tessaro foi o quarto colocado, Vinícius Perazzo  completou o pódio na quinta colocação.

Lucas Basso

Guilherme Bruno vence a 4Tempos Livre
O piloto de Guilherme Bruno (Lages/SC), vence a categoria 4Tempos Livre de ponta a ponta. Depois de uma largada precisa Guilherme assumiu a liderança na primeira curva e não largou mais, com um ritmo muito forte e marcando a volta mais rápida da prova (1:06.633) o piloto de Lages deixou a briga por posições para trás. Márcio Vizentim (Flores da Cunha) precisou de duas voltas para superar o piloto Claiton Portela (Passo Fundo), assumindo assim a segunda colocação, Ronei Curzel (Sananduva) em grande recuperação, saiu do pelotão intermediário para ocupar a quarta colocação , Fabiano Augusto (Estrela) fechou o pódio da categoria na quinta colocação.

Guilherme Bruno

Henrique Araujo vence de ponta a ponta a 85cc
O vencedor da categoria 85cc foi definido na primeira curva, Henrique Araújo (Passo Fundo) assumiu a liderança da prova com Mateus Felipe Kunz (Machadinho) em segundo, Leônidas Moraes (S. Cruz do Sul) veio logo atrás na terceira colocação, Felipe Augusto Pick (Vera Cruz), dono do melhor tempo nos treinos cronometrados, teve problemas na moto e antes mesmo da segunda curva acabou abandonando a prova. A disputa pela liderança durou algumas voltas, depois disso, Henrique conseguiu uma vantagem confortável para receber a bandeirada da vitória, Mateus Kunz tentou de todas as formas se aproximar do líder, marcando inclusive a melhor volta (1:06.673) foi o segundo colocado, Leônidas o terceiro, Felippe Menuzzi (Dom Pedrito) foi o quarto colocado e Mathias Vargas (Rivera/Uruguai) fechou o pódio na quinta colocação.

Henrique Araujo

Felipe Deloss vence a Estreantes Importadas
A categoria Estreante Importadas foi um verdadeiro show, se tem uma palavra para definir a disputa na categoria, essa palavra é: eletrizante. Os protagonistas deste show foram os pilotos Sérgio Moraes (S. Cruz do Sul) e Felipe Deloss (Lajeado), os dois simplesmente barbarizaram na pista assim que o gate caiu. Na largada Sérgio Moraes assumiu a liderança com Felipe Deloss em segundo, Fabrício Ferrari (Espumoso) veio na terceira colocação e Weslen Gomes (Camaquã) na quarta colocação e Joel da Costa (Ciriaco) na quinta colocação. Enquanto Moraes e Deloss abriram uma boa vantagem para o terceiro colocado, a briga esquentava por um lugar no pódio, Weslen conseguiu a ultrapassagem em cima de Fabrício e José Augusto Crizel (Pelotas) veio com tudo para conquistar a quinta colocação. Deloss assumiu a liderança e manteve por três voltas, Sérgio marcou a volta mais rápida (1:02.742) e deu o troco, antes mesmo de completar uma volta na liderança novamente, Deloss atacou mais um vez e assumiu a liderança para não largar mais. No final, vitória de Felipe Deloss, Sérgio Moraes foi o segundo, Weslen Gomes o terceiro, Fabrício Ferrari o quarto colocado e José Augusto Crizem completou o pódio na quinta colocação.

Felipe Deloss

Vitória de Felipe Deloss na Nacional Força Livre
Felipe Deloss (Lajeado) mal havia vencido a categoria Estreante Importada e já estava alinhado no gate para a disputa da categoria Nacional Força Livre, na largada Ronei Curzel (Sananduva) assumiu a liderança com Felipe Deloss em segundo, em menos de uma volta Deloss já estava na liderança abrindo grande vantagem sobre os demais pilotos. Jackson Keil (São Bento do Sul/SC) largou na décima colocação e começou a fazer uma prova de recuperação, antes da segunda metade da prova Keil já era o quarto colocado, Guilherme Bruno (Lages) assumiu a segunda colocação, mas não ofereceu perigo para Deloss, nas cinco últimas voltas Jackson Keil barbarizou na pista marcando volta mais rápida em cima de volta mais rápida (1:04.291) a melhor delas, na última volta ele foi com tudo para cima do líder, os dois entraram lado a lado na curva da chegada, Keil colocou meia moto na frente de Deloss, porém, Deloss conseguiu o útltimo “gás” para vencer de forma emocionante a categoria. Keil foi o segundo, Guilherme Bruno o terceiro colocado, Ronei Curzel o quarto colocado e Preslei de Carli (Abelardo Luz /SC) completou o pódio na quinta colocação.

Felipe Deloss

Dobradinha da família Basso na VXPró
Os irmãos Lucas e Matheus Basso foram sem sombra de dúvida, os grandes nomes desta etapa do Brasileiro Sulbrasileiro e Gaúcho de Velocross, não é a toa que eles, são considerados atualmente os melhores pilotos da modalidade. Na largada Matheus assumiu a liderança com Lucas em segundo e Luis Felipe Fietz (São Bento do Sul/Sc) em terceiro, André Calegari (Tapejara) em quarto e Paulo Stédile (Curitiba/PR) na quinta colocação. Após duas voltas Stédile já era o terceiro colocado, na metade da prova, Lucas assumiu a liderança e deixou novamente para Matheus o trabalho de segurar o “ânimo” de Stédile, a tática deu certo novamente, mas não com a mesma eficiência, após algumas voltas Stédile conseguiu assumir a segunda colocação, mas sempre com Matheus por perto, o piloto gaúcho não deixava Stédile abrir vantagem, nas duas últimas voltas Matheus  marcou a volta mais rápida  (1:01.812) e reassumiu a segunda colocação para comemorar com o irmão Lucas mais uma dobradinha da família Basso, Stédile foi o terceiro, Luis Felipe Fietz foi o quarto colocado e Jackson Keil (São Bento do Sul/SC) fechou o pódio da VXPró na quinta colocação.

Lucas e Matheus Basso

Lucas Basso

Pódio VXPró

O campeonato Gaúcho de Velocross 2012 tem o patrocínio master da Rinaldi, Total Distribuidora de Moto Peças, IMS e Mobil, co-patrocínio da Belparts e SobreRodas e apoio da  Mecânica Zapanetti, Farover, Octano Graphics, Kimoto, SSul e Artemoto.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly