Balbi esquenta disputa do Paraguaio de Motocross

Por Assessoria de Imprensa Pro Tork | Foto por Maurício Arruda | 23 de abril de 2012 - 18:43

Jorge Balbi Júnior, convidado especial na segunda etapa do campeonato Paraguaio de Motocross 2012, roubou a cena no evento realizado no último fim de semana, dias 21 e 22 de abril, em Santa Fé. O piloto brasileiro que defende a Pro Tork, empresa que também patrocina a competição, venceu a categoria MX1 de ponta a ponta.

“Corri no Paraguai há alguns anos, esta foi uma boa oportunidade de rever amigos e me divertir. Aproveitei a ocasião como um treino para o Campeonato Brasileiro de Motocross, no qual defendo o título da classe principal. Fiquei feliz com o desempenho e por contribuir com o esporte, que vem crescendo muito no país”, afirma o atleta natural de Belo Horizonte (MG).

Além de pilotos da casa, o evento também reuniu outras feras de países vizinhos, rendendo belas disputas para o público que lotou as arquibancadas. Balbi ainda subiu no pódio da classe MX2 ao garantir o segundo lugar. O resultado só não foi melhor, pois o competidor correu com uma moto emprestada, depois que o seu equipamento quebrou durante o treino.

“O circuito era rápido e simples, com um terreno bastante duro. Geralmente não me dou muito bem em traçados como este, por isso, observei cada detalhe para aprimorar minha técnica. Também procurei me concentrar ao máximo nas largadas, algo que venho tentando melhorar no treinamento”, explica o atleta que já está de volta ao Brasil.

Jorge Balbi Junior

Neste fim de semana, dias 28 e 29, Balbi encara a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, em Canelinha (SC), no Motódromo Arthur Jachowicz, um dos mais tradicionais do país. Após o acidente que sofreu na primeira etapa e que lhe rendeu uma fratura no ombro esquerdo, o piloto irá lutar para deixar o 14° lugar na MX1 para trás.

“Fiz um exame na semana passada que acabou apontando uma compressão leve no úmero. O certo seria permanecer em repouso, mas não estou sentindo tanta dor e não pretendo deixar o título escapar tão fácil. Quero fazer o meu melhor, brigar por uma boa posição. Gosto muito da pista de Canelinha, acredito que posso conquistar um bom resultado”, finaliza.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly