Últimos ajustes em Canelinha para o Brasileiro de MX

Por Adriano Winckler | Fotos por Divulgação | 25 de abril de 2012 - 10:07

O motódromo Arthur Jachovicz está quase pronto para receber os melhores pilotos do país. A tradicional pista catarinense será palco neste fim de semana, dias 28 e 29 de abril, da 2ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross 2012, válida também pela 3ª etapa do Campeonato Catarinense. Presidente da Federação Catarinense de Motociclismo (FCM), Onílio “Kiko” Cidade garante que mais uma vez o evento será memorável para pilotos, equipes, público, patrocinadores e imprensa. As primeiras máquinas (tratores e escavadeiras) vêm trabalhando a todo vapor para os últimos ajustes no traçado.

Máquina preparando o triplo em subida em Canelinha

– Esperamos uma grande prova, como sempre tem sido o Brasileiro aqui em Canelinha. As máquinas estão trabalhando forte na pista e vamos utilizar o mesmo traçado do Mundial de Motocross, que foi disputado em 2009. Já estamos gradeando e jogando água para que a pista esteja perfeita no fim de semana – afirmou Cidade.

As bandeiras dos estados já tremulam no motódromo Arthur Jachoviz

Vice-campeão em 2011 e atual líder na classificação geral da categoria MX2, após excelente desempenho na abertura da temporada, em Carlos Barbosa/RS, o paulista Eduardo “Dudu” Lima chegará motivado a Santa Catarina.
– Venho treinando bastante e continuo me dedicando ao máximo. Sei que posso ir bem em Canelinha. É uma pista que gosto muito – declarou o piloto, integrante da equipe que representou o Brasil no Motocross das Nações no ano passado, na França. – Venho evoluindo com o tempo, e amadurecendo também. Tenho treinado forte tanto na parte física quanto na moto, e isso vem dando resultado. Espero poder continuar esse trabalho por muito tempo – completou.

Dudu Lima, líder da categoria MX2 do Brasileiro de Motocross

CBM estreia programa de entrevistas

A etapa de Canelinha marcará a estreia de um programa de entrevistas da CBM com pilotos, chefes de equipe, dirigentes e outras personalidades do motocross. O programa será apresentado por Christian Mascary, locutor oficial do Campeonato Brasileiro de Motocross, na sexta-feira (27/04), em dois horários: 14h e 17h. O programa será transmitido pelo site da CBM (cbm.esp.br) atráves do twitter @imprensacbm.

Após a etapa de Carlos Barbosa, que abriu a temporada 2012, os líderes do Brasileiro de Motocross são: Carlos Campano (MX1), Eduardo “Dudu” Lima (MX2), Milton Becker (MX3), Gustavo Pessoa (85cc) e Thui Todeschini (65cc). As inscrições antecipadas e com desconto encerram-se nesta quarta-feira. O valor com desconto para as categorias 65cc e 85cc é de R$ 100, e para as categorias MX1, MX2 e MX3 é de R$ 180. Após essa data, a única maneira de garantir lugar na disputa será na sexta (27/04), no local da prova, das 12h às 19h.

O Campeonato Brasileiro de Motocross é organizado pela Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM) e tem patrocínio de Petrobras, Rinaldi, X-Motos, Honda e Yamaha, com apoio de ASW, OGIO, Peterlongo e CMB. A 2ª etapa, em Canelinha/SC, tem supervisão da própria CBM e da Federação Catarinense de Motociclismo (FCM).

Confira a classificação do Brasileiro de Motocross 2012

MX1
1º – Carlos Campano – 50 pontos
2º – Adam Chatfield – 44
3º – Wellington Garcia – 38
4º – Leandro Silva – 38
5º – Marcello “Ratinho” Lima – 29

MX2
1º – Eduardo “Dudu” Lima – 47 pontos
2º – Hector Assunção – 43
3º – Rafael Faria – 38
4º – Anderson Amaral – 36
5º – Everett Holcomb – 36

MX3
1º – Milton Becker – 25 pontos
2º – Nielsen Bueno – 22
3º – Mariana Balbi – 20
4º – Cristiano Lopes – 18
5º – Eder Antoniazzi – 16

85
1º – Gustavo Pessoa – 25 pontos
2º – Fabio dos Santos – 22
3º – Enzo Lopes – 20
4º – Gustavo Alves Borges – 18
5º – José Brayan Soares – 16

65
1º – Thui Todeschini – 25 pontos
2º – Leonardo Cassarotti – 22
3º – Renato Paz – 20
4º – Guilherme Torres – 18
5º – Felipe Migliorini – 16

Compartilhe este conteúdo

Comentários

italu arantes disse:

SERA Q VAI SER O MSM LOCULTORZINHO.PQP CBM VAMOS ANDAR PRA FRENTE MEUU.

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly