Goiânia recebe a abertura do Brasileiro de Supermoto

Por Adriano Winckler | Foto por Nivaldo Querino | 28 de abril de 2012 - 0:37

Palco de duelos espetaculares pelo Mundial de Motovelocidade no passado, o Autódromo de Goiânia/GO recebe nos dias 5 e 6 de maio a etapa de abertura do campeonato Brasileiro de Supermoto 2012. A prova será realizada juntamente da 2ª etapa do Goiano de Motovelocidade e promete abrir a temporada em altíssimo nível.

Há muito tempo o público de Goiânia é apaixonado pela motovelocidade, e o Supermoto vem nessa carona conquistando um espaço
significativo. As provas aqui sempre recebem muitos elogios, tanto do público quanto de pilotos e equipes.

Vamos abrir o Brasileiro com um evento fora de série – garante Roberto Boettcher, diretor nacional de Supermoto e vice-presidente da CBM. Em 2011, a briga pelo título da categoria SM1, a principal da modalidade, durou toda a temporada, sendo decidida apenas na
última etapa, em Brasília/DF. Este ano o duelo deve ser ainda mais intenso.

Além do atual campeão, o brasiliense Rafael Fonseca, e do vice, o paulista Francisco Velasco, o campeão da categoria SM2, Kurt Feichtenberger não vai facilitar as coisas para os adversários.

– Estou muito animado e com grande expectativa para o início do Brasileiro deste ano. Vou participar da categoria SM1, com uma CRF450, que é uma moto bem mais forte que as da SM2, mas a concorrência dos adversários também é mais intensa – declara Kurt, terceiro colocado na SM1 em 2011.

Este ano, “Kurtinho” (filho do ex-piloto de motovelocidade Kurt Feichtenberg) já teve uma excelente estréia com a moto nova,
vencendo a abertura do Campeonato Goiano.

-Chegar como campeão da SM2 tem dois lados. O pessoal te olha de outra forma, com mais respeito, mas você acaba tendo mais
responsabilidade também. A pressão, querendo ou não, é sempre maior. Tenho recebido muito incentivo da minha família, dos
amigos e dos meus patrocinadores. Isso ajuda muito. Correndo em Goiânia, minha cidade, vou ter ainda mais apoio da família e
dos amigos, mas “em casa” o dever tem que ser bem feito – completa Kurtinho (Vulcano Energic Drink, IMS Racing, Honda Motobek, ArtSport, RFIX Grafics).

A 1ª etapa do campeonato Brasileiro de Supermoto 2012, válida também pela 2ª etapa do Goiano de Motovelocidade,
tem patrocínio de Mobil e Pirelli, com organização da Federação de Motociclismo do Estado de Goiás,com supervisão da própria FMG e da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM).

Confira como terminou a classificação do Brasileiro de Supermoto em 2011

SM1
1º – Rafael Fonseca – 170 pontos
2º – Francisco Velasco – 156
3º – Kurt Feichtenberger – 118

M2
1º – Kurt Feichtenberger – 175 pontos
2º – Sabrina Paiuta – 152
3º – Lindomar Moraes – 112

SM3
1º – Yoshinori Noda – 175 pontos
2º – Wagner Pavaneli – 152
3º – André Luiz Barbosa – 118

SM3 Incentivo
1º – André Luiz Barbosa – 150 pontos
2º – Christiane Bailão – 135
3º – José de Barros Neto – 118

SM4
1º – Luciano Milazo – 167 pontos
2º – Simão Lawant – 146
3º – Marcio do Carmo – 126

Kurt Feichtenberger vai brigar pelo título da categoria SM1 em 2011

Compartilhe este conteúdo

Comentários

carlos e. duda giovanucci disse:

é… a materia diz tudo.. os goianos são apaixonados por motovelocidade… mas tem uma paixão maior pelo motocross… e nem etapas do goiano tem mais na cidade… lembro nos anos 90… quando tonin bala, wel. valadares, fabricio marquesi, leonardo muller, leonardo brito, faziam a alegria da galera… que lotaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaava o autódromo de goiânia… é uma grande pena!

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly