James Stewart fora da equipe Toyota/JGR/Yamaha

Por Renato Dalzochio Jr. | Foto por Divulgação | 06 de Maio de 2012 - 22:38

O que começou apenas como um boato, chegou a ser desmentido por Jeremy Albrecht (chefe da equipe Toyota/JGR/Yamaha), mas que acabou ganhando força nas últimas semanas e finalmente se concretizou. Na manhã deste domingo, 6 de maio, a equipe Toyota/JGR/Yamaha emitiu um breve comunicado nos meios de comunicação nos Estados Unidos, informando o rompimento de contrato com o ex-campeão do AMA Supercross e Motocross, James Stewart.

Segundo a nota, equipe e piloto chegaram a um comum acordo na hora da decisão. A JGR também deixou seus desejos de boa sorte ao piloto no prosseguimento da temporada 2012 e no restante de sua carreira. Resta saber agora se Stewart vai disputar o AMA Motocross 2012, que começa dentro de duas semanas, em Hangtown, na Califórnia, e com qual moto e qual equipe ele estará defendendo.

Stewart e JGR romperam o contrato neste domingo

Stewart e JGR romperam o contrato neste domingo

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Marcio disse:

Pode ser que ele tenha alguma chance agora com o Suzuki, mas não porque ele trocou de moto mas porque Villopode não vai correr.
Pena, queria ver o Villopoto fazer barba, cabelo e bigode (SX, MX e Monster Cup)

Diego Gomes disse:

Twitter: Bezerra
Confirmadíssimo na equipe Yoshimura/Suzuki. Vamos lá, dessa vez ele vai pra frente. Braaaaap!

Pedro Henrique disse:

vai andar de suzuki, é oficial já !!

deivid disse:

oi, estive com meu piloto no r. g. do sul e tb tive em canelinha,gritante a diferença, a começar pela narração, olha o cara com 7,8 motos na pista consegue manter a atenção do público, com informações coerentes, uma boa narração e conhecimento. Já o brasileiro façam neu favor tá RIDICULO, pra espantar o público, primeiro um narrador q só fala de arquibancada e n entende nara de corrida, só fala do campano, nem a capacidade de contar a história do piloto n tem, segundo colocam um comentárista q só sabe dizer, COM CERTEZA, gente assim n dá, quem faz a pergunta pouco entende e quem responde não sabe se expressar. Com sinceridade parece VARZEA, gente se liguem estamos falando de brasileiro, ainda não caiu a ficha. Sugestão se não conseguem o valério, esse cara do sul é bom também, ou duvido que não tenha alguém a alatura pra colocar ordem na narração do brasileiro. Parabéns a organização 03 ambulancias, grande público, som limpo e de qualidade, é isso ai, é só o q queremos, um domingo de sol, boa narração e grande pegas, maravilha.PARABENS

Murilo/gyn disse:

A culpa nao é toda do Stewart, pois a yz450f msm sendo lançada em 2010 ainda é um “prototipo”, e ainda nao deu tempo da Yamaha corrigir os erros desse modelo. As outras marcas estao com o msm modelo faz alguns anos(melhorando a cada ano), um grande exemplo é a Kawasaki, que é disparada e melhor moto da atualidade.
Acho que a moto em que ele vai correr sera a honda, pois a suzuki ja nao esta investindo no motocross, sendo assim nao dara total suporte a ele. A Kawasaki é uma grande marca, mas possui o Villopoto como piloto oficial(nao se dao bem). Ktm tem como chefe de equipe o Roger De Coster, que tem uma grande magoa de Stewart da epoca da Kawasaki.
Essa é minha “pequena” opiniao. xD

Rafael disse:

Realmente esse ano ele deixou muito a desejar. Acho o melhor piloto da atualidade, porém muito irregular, inconstante.. muitos erros bobos e quedas.. em comparação com outros pilotos, não são tão agressivos mas mantém uma regularidade sempre em suas corridas.. não é a toa que Villopoto foi Bi campeão esse ano!

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly