Recorde de pilotos na abertura do Rondoniense de VX

Por Chico Limeira | Fotos por Divulgação | 15 de Maio de 2012 - 10:40

Numa pista de velocidade alta e uma prova das mais bem disputadas, com vários pilotos mostrando superação, a cidade de Rolim de Moura, em Rondônia, foi palco no último fim de semana, 12 e 13 de maio, da etapa de abertura do campeonato Rondoniense de Velocross 2012. O evento que aconteceu numa parceria da Federação de Motociclismo de Rondônia –FMR com a Prefeitura de Rolim de Moura e coordenação local de Adriano Bombeiro, reuniu na pista do Balneário Municipal foi marcado por um número de recorde de inscrições de pilotos.

Principalmente nas categorias 150cc e nas recém criadas VX3 e VX4. Na oportunidade, a coordenação arrecadou mais de duas toneladas de alimentos, a serem revertidos em cestas básicas para serem entregue as famílias carentes e entidades assistências do município através do programa social.

A prova que marcou a estréia oficial das categorias VX3, VX4 para atletas acima dos 40 anos, além da Especial para Motos Importadas, teve como destaques os pilotos Cléber Júnior # 4 (JM Motos/Eletro Motores), de Cacoal, Carlos Iluminado # 35 C.A Sagrado/Transp.Natan Donadon), Valdinei Correa # 88 (Posto Pit Stop), Riderson Carlos # 80 Mastter Motos/Rondosul), Josimar Finotti # 444 (MegBom Sorvetes/Paraná Motos) e  Diego Henning # 191 (Mastter Racing/Honda/Win Academia), respectivos vencedores de cada uma das categorias disputadas. O publico que mais um vez superlotou as dependências do motodromo, vidrou muito com o desempenho dos pilotos a cada volta.

Cleber Júnior começou ditando o ritmo

Abrindo a disputa da categoria 100cc, a disputa foi bastante forte, com os pilotos andando no limite, graças as condições da pista, uma das mais velozes do circuito estadual. O cacoalense Cléber Júnior # 4 (JM Motos/Eletro Motores) foi o mais rápido, vencendo bem as duas baterias, com Wellington “Verdinho # 68, chegando na sua cola. Após andar entre os primeiros colocados na últimas temporadas, Cleber Júnior, melhor preparado fisicamente, em ambas as baterias, mesmo não largando na ponta, fez uma corrida técnica e aos poucos chegando a ponta para administrar a vantagem até a bandeirada final.

Iluminado domina na estréia da VX4

Em prova de gate lotados, as categorias VX3 para pilotos entre os 35 e 40 anos e categoria VX4, para competidores acima dos 40 anos, a disputa foi das mais fortes, com os pilotos das duas categorias simultâneas promovendo grandes pegas  a cada curva. Três pilotos da categoria VX4 se revezaram na liderança, mostrando que a temporada será das mais equilibradas. Claudio Barbizan # 12 e Carlos Cruz, o “Iluminado” # 37, ambos de Vilhena venceram uma bateria, com Iluminado garantindo o ponto mais alto do pódio por ter vencido a segundo bateria. Serginho Luiz # 33, de Rolim de Moura se garantiu na terceira posição, com os cacoalenses Nilso e Itanil Vitorino completando as cinco primeira posições de chegada.

Valdinei Correa absoluto na disputa da VX3

Mostrando grande performance e força no braço, o piloto Valdinei Correa # 88 (Posto Pit Stop) de Pimenta Bueno foi o grande nome entre os participantes da categoria VX3. Valdinei, que participou ainda das categoria Força Livre Nacional e Especial Importadas, em ambos conseguido pódio, foi absoluto entre os pilotos máster, largando na frente nas duas baterias e vencendo com boa vantagem sobre o segundo colocado. Quem não esteve bem na prova, foi o atual campeão Sênior, Osmar Canale # 68, de Colorado do Oeste, que após ser atrapalhado na largada, ainda teve inúmeros problemas para negociar suas ultrapassagens com os retardatários, perdendo com isso tempo e posições preciosas. Conale ficou com a segundo posição, enquanto o pastor Jefferson Lins # 7 de Espigão do Oeste, fez uma ótima prova e terminou em terceiro.

Riderson supera adversários na Força Livre Nacional

Em mais uma prova de pista abarrotada de motos, a categoria Força Livre Nacional foi bastante concorridos, onde os pilotos proporcionaram grandes duelos a cada volta. Já na largada da primeira bateria, Maycon dos Santos # 22, de Vilhena largou na ponta, abrindo boa vantagem para os demais. Depois de enroscar na saída, Riderson Carlos # 80, foi aos poucos ganhando posições, até encostar no líder, que tentou se segurar, mas nas últimas voltas errou no traçado e Riderson venceu.

Na segunda bateria, Riderson largou bem, mas teve problemas, Maycon que também corria na ponta foi outro a errar, com isso Patrick de Brito # 777, de Vilhena assumiu a liderança andando forte liderou até a última volta, quando já SAE aproximava da chegada, numa curva, Riderson antecipou por dentro e com experiência tirou o adversário do pareo para vencer novamente. Na classificação geral Riderson foi o primeiro, com Patrick em segundo, Maycon em terceiro Valdinei Correa em quatro e Fabio Knack # 7, de Cerejeiras completando o pódio.

Josimar Finotti vence duelo com Flavinho na 150

Concorendo com o maior número de motos em uma categoria, a 150cc, reviveu pegas fortes de outras categorias inferiores, onde Flavio Pereira  # 18, de Santa Luzia  e Josimar Finotti # 444, de Cacoal fizeram uma disputa forte pela liderança. Depois de cravar o melhor tempo nos treinos cronometrados, na primeira bateria, Flavinho largou bem e liderou do início ao fim, com Josimar fazendo uma corrida de recuperação e completando na segunda posição. Já na segunda bateria, Flavinho voltou a largar na ponta, mas algumas voltar depois errou o traçado e acabou perdendo algumas posições. Jesimar Finatti assumiu a ponta e aos poucos foi abrindo, deixando a briga entre Flavinho e André Carbonera # 30, Cacoal. pela segunda posição. Carbonera não deu chances a Flavinho, que mesmo chegando em terceiro, garantiu a segunda posição no pódio, entre o líder Finotti e o terceiro colocado André Carbonera.

Diego Henning dribla o cansaço para vencer na VX Importada

Depois de correr na noite de sábado a Etapa de abertura do Municipal de Velocross em Porto Velho, o jovem e aguerrido Diego Henning deu um sou de pilotagem, vencendo a disputa na cidade de Rolim de Moura. Apesar do cansaço, Diego mostrou superação e andando num ritmo bastante forte Diego, que largou mal na primeira bateria, conseguiu cruzar a chegada á frente do rolimourense Walcenir Montes, o “Leitão” # 102 (Retifica Retirama).  Na primeira bateria, Felipe Carvalho # 112 (Canopus Moto/Honda), de Rolim, largou bem, mas por falta de condicionamento físico acabou caindo para terceiro. Leitão, que vem mostrando grande evolução nas pistas, liderou a prova até ás últimas voltas, mas acabou superado por Dieguinho.

Na segunda bateria, Diego largou entre os primeiros e logo assumiu a ponta para não ser mais alcançado. Felipe Carvalho começou com ritmo forte, porém mais uma vez não agüentou a pressão dos adversários e acabou caindo para a quarta posição. A surpresa ficou por conta do piloto Diego Ferrari # 961, de Espigão do Oeste, que travou duelo forte com o vice líder Leitão e se garantiu na terceira posição na classificação geral. Valdinei ficou com a quinta posição, à frente do vilhenense Jadson Carlos # 22.

A etapa de abertura do Rondoniense de Velocross 2012 foi mais uma realização da Federação de Motociclismo de Rondônia – FMR em parceria com a Prefeitura de Rolim de Moura e coordenação local de Adriano Kroetz, o “Adriano “Bombeiro”. O evento contou com o apoio do Governo de Rondônia, Honda, senador Valdir Raupp, deputada federal Marinha Raupp, deputado federal Natan Donadon, deputados estaduais Kaká Mendonça, Jean Oliveira, Valdivino Turuca, Neodi Carlos, Adelino Follador, Luiz Claudio, Edson Martins e Luizinho Goebel, Lind’água, Ciclo Cairu, Instaladora São Luiz, Castilho Estrutura Metálicas e Cairu Transporte.

Resultados da primeira etapa do Rondoniense de Velocross 2012

Categoria 100
1º – # 4 – Cleber Júnior  – Cacoal
2º – # 68 – Wellington Fernandes – Colorado do Oeste
3º – # 35 – Maicom Douglas – Chupinguaia
4º – # 117 – Alan Alves – Colorado do Oeste
5º – # 18 – Marcelo Sá – Santa Luzia do Oeste

Categoria VX4
1º – # 37 – Carlos “Iluminado” Cruz – Vilhena
2º – # 12 – Claudio Barbizan – Vilhena
3º – #33 – Sergio Luiz – Rolim de Moura
4º – # 126 – Nilson Vitorino – Cacoal
5º – # 41 – Itanel Vitorino – Cacoal

Categoria VX3
1º – # 88 –Valdinei Correa – Pimenta Bueno
2º – # 68 – Osmar Canale – Colorado do Oeste
3º – # 7 – Jefferseon Lins – Espigão do Oeste
4º – # 5 – Aguinaldo Feliciano – Espigão do Oeste
5º – # 83 – Gerson de Oliveira – Jaru

Categoria Força Livre Nacional
1º – # 80 – Riderson Carlos – Rio Branco – Acre
2º – # 777 – Patrick de Brito – Vilhena
3º – # 22 – Maycon dos Santos – Vilhena
4º – # 88 – Valdinei Correa – Pimenta Bueno
5º – # 7 – Fábio Knack – Ceregeiras

Categoria 150
1º – # 444 – Josimar Finotti – Cacoal
2º – # 18 – Flávio Pereira – Santa Luzia do Oeste
3º – # 75 – André Carbonera – Cacoal
4º – # 30 – Marcelo Pablo – Alta Floresta do Oeste
5º – # 6 – Vanderlei Júnior – Rolim de Moura

Categoria Especial Importada
1º – # 191 – Diego Henning – Porto Velho
2º – # 102 – Walcenir “Leitão “ Montes – Rolim de Moura
3º – # 961 – Diego Ferrari – Espigão do Oeste
4º – # 112 – Felipe Carvalho – Rolim de Moura
5º – # 777 – Patrick de Brito – Vilhena

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly