Mundial de Enduro 2012 – 4ª etapa – Portugal

Por Renato Dalzochio Jr. | Fotos por Divulgação | 17 de Maio de 2012 - 16:21

Depois do GP da Espanha na semana passada, neste último fim de semana, dias 12 e 13, a caravana do Mundial de Enduro 2012 seguiu para Portugal, para a disputa da quarta etapa da temporada. O país palco da disputa novamente mudou, mas o domínio francês continua.

Rodrig Thain, Johnny Aubert e Christophe Nambotin deram continuidade ao domínio francês, assegurando a vitória em suas respectivas categorias no primeiro dia do GP português, que foi marcado pelas vitórias emergentes de alguns pilotos e pelo abandono de vários candidatos ao título.

Primeiro Dia

Rodrig Thain garantiu sua primeira vitória em 2012 na Enduro 1, depois que seu conterrâneo Antoine Meo, líder na pontuação, abandonou. Com um motor danificado ainda na primeira volta, o francês deu adeus cedo a este primeiro dia de disputa. Outro candidato ao título que saiu cedo da disputa foi o italiano Simone Albergoni, que abandonou após sofrer um forte tombo no Cross Teste. Thain tirou proveito destes abandonos para assumir a liderança no final da segunda volta. O francês garantiu a vitória ao mostrar uma técnica impressionante no exigente Extreme Teste. O finlandês Eero Remes finalizou na segunda posição, cinco segundos atrás de Thain. A terceira posição ficou com outro finlandês, Matti Seistola, que venceu uma dura batalha contra Fabien Planet. Planet, o mais rápido no KTM Super Test, teve que se contentar com o quarto lugar, dois segundos atrás de Seistola. Seu conterrâneo Jérémy Joly completou os cinco primeiros.

Rodrig Thain

Rodrig Thain

Eero Remes

Eero Remes

Na Enduro 2 a vítima foi o espanhol Ivan Cervantes, que se viu obrigado a abandonar  ainda na primeira volta, com problemas mecânicos em sua Gas Gas. Johnny Aubert aproveitou para vencer com autoridade. Começando veloz pela manhã, o piloto da KTM rapidamente abriu uma vantagem de 10 segundos no final da segunda volta. Mais rápido que os demais no Cros Teste, Aubert garantiu sua primeira vitória em 2012. Depois de conquistar dupla vitória na semana passada na Espanha, Pierre-Alexandre Renet teve que se contentar com a segunda posição neste primeiro dia, 20 segundos atrás de seu conterrâneo. Mesmo incapaz de acompanhar o ritmo de Aubert, Renet manteve a liderança no campeonato. Jeremy Tarroux, outro francês, conquistou seu primeiro pódio da temporada ao cravar o terceiro lugar. O finlandês Juha Salminen foi o quarto colocado, apenas um segundo atrás de Tarroux. Dois centésimos atrás de Salminen, o espanhol Cristobal Guerrero completou os cinco primeiros.

Johnny Aubert

Johnny Aubert

Juha Salminen

Juha Salminen

Na Enduro 3, Christophe Nambotin novamente foi o mais rápido em todos os testes especiais, liderando do início ao fim e garantindo a vitória com 90 segundos de vantagem sobre seu conterrâneo Sebastien Guillaume. Aliás foi no Cross Teste que Guillaume tirou vantagem dos demais e garantiu a segunda posição. O estoniano Aigar Leok foi o terceiro, com o espanhol Oriol Mena em quarto e o sueco Joakim Ljunggren completando os cinco primeiros.

Christophe Nambotin

Christophe Nambotin

Aigar Leok

Aigar Leok

Resultados do primeiro dia

Categoria Enduro 1
1.Rodrig Thain – Honda
2.Eero Remes – KTM
3.Matti Seistola – Husqvarna
4.Fabien Planet – Sherco
5.Jérémy Joly – Yamaha

Categoria Enduro 2
1.Johnny Aubert – KTM
2.Pierre-Alexandre Renet – Husaberg
3.Jeremy Tarroux – KTM
4.Juha Salminen – Husqvarna
5.Cristobal Guerrero – KTM

Categoria Enduro 3
1.Christophe Nambotin – KTM
2.Sebastien Guillaume – Gas Gas
3.Aigar Leok – TM
4.Oriol Mena – Husaberg
5.Joakim Ljunggren – Husaberg

Segundo Dia

No domingo prevaleceu novamente o domínio francês. A única diferença é que Antoine Meo se redimiu do abandono de sábado com vitória na Enduro 1. O mesmo fez Pierre-Alexandre Renet na Enduro 2, que depois do segundo lugar no sábado, venceu neste segundo dia.

Na Enduro 1, Meo se recuperou da decepção do abandono do primeiro dia e garantiu sua sétima vitória do ano. Depois de ser o segundo mais rápido no Enduro Teste pela manhã, Meo rapidamente começou a se destacar dos demais no solo seco e empoeirado, sendo o mais veloz em seis das nove especiais ao longo do dia. Muito confortável no Cross Teste, Matti Seistola finalizou na segunda posição, depois de desfrutar de uma dura batalha com Rodrig Thain. Eero Remes foi o quarto e Jérémy Joly novamente completou os cinco primeiros. Com estes resultados, Meo lidera com 31 pontos de vantagem sobre Thain. Remes é o terceiro, Simone Albergoni o quarto e Seistola fecha os cinco primeiros.

Antoine Meo

Antoine Meo

Jeremy Joly

Jeremy Joly

Na Enduro 2, Pierre-Alexandre Renet retomou a vitória neste segundo dia. Adquirindo uma vantagem inicial após o primeiro Enduro Teste pela manhã, Renet manteve seu ritmo durante todo o dia para garantir a primeira posição com oito segundos de vantagem sobre seu conterrâneo Johnny Aubert. Cristobal Guerrero melhorou seu resultado em relação ao dia anterior, saltando do quinto para o terceiro lugar. Após uma batalha feroz com Guerrero, Alex Salvini da Itália garantiu a quarta posição, cinco segundos atrás do espanhol. Jeremy Tarroux conquistou outro sólido resultado ao completar os cinco primeiros. No campeonato, graças a sua quarta vitória do ano, Renet abriu 15 pontos de vantagem sobre Guerrero. Salminen ocupa a terceira posição, Aubert é o quarto e Ivan Cervantes fecha os cinco primeiros.

Cristobal Guerrero

Cristobal Guerrero

Pierre-Alexandre Renet

Pierre-Alexandre Renet

Em outro desempenho premiado, Christophe Nambotin cravou sua oitava vitória do ano na Enduro 3 e segue como o único piloto invicto na temporada 2012 do Mundial de Enduro. Nambotin dominou os testes especiais secos e escorregadios, liderando do início ao fim e vencendo com uma vantagem de 67 segundos sobre o segundo colocado, o espanhol Oriol Mena. Mena garantiu a segunda posição ao vencer uma disputa particular contra o estoniano Aigar Leok, terceiro colocado, e o sueco Joakim Ljunggren, que finalizou na quarta posição. Esta disputa foi definida no Enduro Teste, onde o espanhol foi mais rápido que seus oponentes. Sebastien Guillaume completou os cinco primeiros. No campeonato, Nambotin abriu 50 pontos de vantagem sobre Ljunggren, que está um ponto a frente de Leok. Em contrapartida, Leok possui um ponto de vantagem sobre o britânico David Knight, quarto colocado. Mena fecha os cinco primeiros na classificação.

Joakim Ljunggren

Joakim Ljunggren

Oriol Mena

Oriol Mena

Resultados do segundo dia

Categoria Enduro 1
1.Antoine Meo – KTM
2.Matti Seistola – Husqvarna
3.Rodrig Thain – Honda
4.Eero Remes – KTM
5.Jérémy Joly – Yamaha

Categoria Enduro 2
1.Pierre-Alexandre Renet – Husaberg
2.Johnny Aubert – KTM
3.Cristobal Guerrero – KTM
4.Alex Salvini – Husqvarna
5.Jeremy Tarroux – KTM

Categoria Enduro 3
1.Christophe Nambotin – KTM
2.Oriol Mena – Husaberg
3.Aigar Leok – TM
4.Joakim Ljunggren – Husaberg
5.Sebastien Guillaume – Gas Gas

Classificação do campeonato após quatro etapas

Enduro 1
1.Antoine Meo – 140 pontos
2.Rodrig Thain – 109
3.Eero Remes – 93
4.Simone Albergoni – 83
5.Matti Seistola – 83 pontos

Enduro 2
1.Pierre-Alexandre Renet – 133 pontos
2.Cristobal Guerrero – 118
3.Juha Salminen – 100
4.Johnny Aubert – 98
5.Ivan Cervantes – 92 pontos

Enduro 3
1.Christophe Nambotin – 160 pontos
2.Joakim Ljunggren – 110
3.Aigar Leok – 109
4.David Knight – 108
5.Oriol Mena – 100 pontos

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly