Público prestigiou show do Rondoniense de MX

Por Chico Limeira | Fotos por Divulgação | 21 de maio de 2012 - 20:59

A cidade de Alvorada do Oeste foi palco no último fim de semana de mais uma grande festa do motociclismo com a realização da segunda etapa do campeonato Rondoniense de Motocross 2012. O evento que fez parte das festividades dos 26 anos de emancipação político administrativo do município de Alvorada, começou já no sábado á tarde com a realização dos treinos livres, prosseguindo á noite com um animado show de música ao vivo, com duplas e bandas regionais embalando o publico no palco do Parque de Exposições da cidade. No domingo, 20 de maio, durante todo o dia, ás máquinas roncaram forte na pista do motodromo Lauro Celini. Mais de cinco mil pessoas compareceram no local para acompanhar a mais este espetáculo de emoção e adrenalina sobre duas rodas.

Depois de mais uma sessão forte de treinos, onde os pilotos buscavam dar o melhor de sim para garantir os melhores tempos dos treinos livres e cronometrados, a segunda etapa do Estadual de Motocross 2012 foi marcada para uma disputa das mais acirradas, com grandes pegas em todas as categorias. Laerte Gomes, prefeito licenciado juntamente com o prefeito em exercício professor Valter agradeceram a organização (Federação de Motociclismo de Rondônia – FMR), público e pilotos pelo sucesso do evento.

Orlando Neto vence duelo na categoria Kids

Entre os pequenos artistas que fazem a festa, a grande sensação fica por conta dos garotos da categoria Kids com motos de 50cc pilotadas por crianças de até 10 anos de idade. Em mais um páreo duro pela liderança, Orlando Neto # 222 (Rondo Minas Caça e Pesca), de Ariquemes levou a melhor sobre Guilherme Maschio # 8 (Decar/Gida Racing), de Pimenta Bueno. Com a vitória de Netinho na etapa de Alvorada do Oeste, a briga pelo título ficou ainda mais embolada, com os dois pilotos empatados na liderança com 47 pontos cada. Kevin Marinho # 7 (Champion Motos/Saga), Edno Gabriel # 999 (Cometa Motocenter/Graúna Sport) e Pedro Correa # 88 (Posto Pit Stop), completaram os cinco lugares do pódio.

Orlando Neto

Orlando Neto

Lucas Belém manter a invencibilidade na 65

Na busca por mais um título na categoria 65cc, o vilhenense Lucas Belém # 444 (ProTorck),literalmente passeio na pista. O pequeno mais experiente piloto, aproveita seu último ano na categoria, mais como aquecimento. Lucas Belém que já havia garantido os melhores tempos durante os treinos, largou tranqüilo, assumindo a ponta esse distanciando dos demais a cada volta. Estreante na categoria 65cc, Luiz Gustavo # 6 (Galegos Motos/Saga/Cairu), atual campeão da Kids, mostrou que ainda pode incomodar o líder, andando forte para assegurar a segunda posição. Quem não levou muita sorte foi Igor Vasconcelos # 37 (Honda/ótica Seiko), de Buritis, que por falha na moto, acabou perdendo muito tempo logo na largada e ficou apenas com a quarta posição.

Lucas Belém

Lucas Belém

Na disputa com Eduardo Alecrim, Lucas Belém sal na frente

Disputada por um time de aguerridos garotos na idade dos 13 aos 16 anos, a categoria 85cc é uma das mais fortes entre as intermediárias, onde a cada prova aparece um novo líder. Depois do pega forte entre Eduardo Alecrim # 7 (Galegos Moto/Saga/Ciclo Cairu), de Porto Velho e Metheus Zilli (Aquilino Preparações), de Vilhena na etapa inicial, desta feita, a disputa fixou entre Lucas Belém # 444 (ProTorck), também de Vilhena com Eduardo Alecrim, que largou na frente, chegou a estar em boa vantagem, mas Belém fez uma prova sem erros e andando num ritmo intenso, foi diminuindo a cada volta até encostar e ganhar a ponta, para vencer a corrida e assumiu de quebra a liderança do campeonato. Eduardo Alecrim repetiu o segundo lugar, com Matheus Zilli em terceiro, Igor Vasconcelos na quarta posição e João Vitor # 91, de Porto Velho em quinto. O fato lamentável da prova foi a queda sofrida pelo piloto Igor Matheus # 718 (Honda Motos Peças/Graúna Sport), de Ouro Preto do Oeste, contundido pé e ficando de fora da corrida.

Leitão absoluto, vence novamente na MX Estreante

Despontando como o grande nome da temporada entre os novatos, o piloto Walcenir Montes, o “Leitão”, # 102 (Retifica Retirama), de Rolim de Moura mais uma vez mostrou performance de campeão, andando forte, com equilíbrio e não dando chances para os demais concorrentes. Leitão, que já cravou os melhores tempos durante os treinos cronometrados, venceu de ponta a ponta a bateria única, repetindo o feito da etapa anterior e disparando na liderança da categoria MX Estreantes. Pilotando a sua KTM 250cc, Leitão vem mostrando estilo e força para manter um ritmo intenso de início ao fim. O piloto conta ainda como apoio da família e de um grupo de amigos, presentes e incentivando-o a cada prova. Na briga direta com Walcenir Leitão pelo liderança da MX Estreante está o ariquemense Talles Rodrigues # 63 (RondoMotos), que também cresceu na temporada e promete uma batalho firme pelo título. Jaderson Carlos # 22 VP Racing/Aquilino Preparações), de Vilhena, Thiago Rigon # 12 (Pica Pau Yamaha), de Cacoal e Valdinei Correa # 88 (Posto Pit Stop), de Pimenta completaram o pódio.

Walcenir Montes

Walcenir Montes

Marcos César dominou a categoria Nacional

Das categorias que disputam o Motocross de Rondônia, a Força Livre Nacional sempre foi um dos destaques a parte, tanto pelo número de participações, quanto pela disputa equilibrada entre as motos de fabricação nacional, com preparação livre. Nas últimas temporadas, uma das sensações da categoria tem sido a participação do experiente piloto Riderson Carlos # 80 (Saga/Mastter Moto/ASW/ColorPress/, residente na cidade de Rio Branco-AC, que sempre proporciona grandes espetáculos, com um estilo Free-styller de pilotar. Irreverente e bastante arrojado na pista, Riderson agrada ao público, com suas manobras radicais. Na prova de Alvorada do Oeste, depois de vencer bem a primeira bateria, largando bem e liderando de ponta a ponta, com Marcos César # 22 (Orleans/Imobiliária Ideal) na segunda posição. O piloto de # 80, começou arrasador também na segunda bateria, mas um tombo fez perder tempo e para completar, sua moto não agüentou o ritmo, falhando e tirando a sua liderança já na volta final. O vilhenense Marcos César que vinha no encalço de Riderson se beneficiou para vencer, trazendo na segunda posição o piloto Adauto Alves # 222 (Zaqueu Fazenda), de São Francisco do Guaporé. Guelherme Perondi # 123 (Coiote Motos/TratorMaquinas), de Vilhena foi o terceiro, Riderson que havia vencido a primeira bateria, terminou em sexto, assegurando assim a quarta posição na classificação geral. Fábio Moura # 14, de Cacoal ficou na quinta posição.

Riderson Carlos

Riderson Carlos

Evandro Bucioli é mais rápido da categoria MX3

Correndo junto aos pilotos da categoria principal (MX2), os veteranos da MX3 tiveram mais uma disputa forte pela liderança, onde Evandro Bucioli # 27 (Deputado Lebrão/Kaká Postos de Molas), de Rolim de Moura, travou duelo ferrenho com os porto-velhenses Elias Marinho # 959 (Champion Motos/Saga Veículos/Ciclo Cairu) e Jean Carlos # 81 (Galegos Motos/Saga Veículos). Evandro, que é o construtor de pistas oficial da Federação de Motociclismo de Rondônia – FMR, mostrou que conhece bem o traçado e completou a prova nas duas baterias a frente dos demais concorrentes da MX3. Atual campeão da categoria, Evandro Bucioli que foi o melhor rondoniense na etapa inicial em Brasilândia, lidera a temporada e é sério candidato ao bicampeonato. Aparício Paixão # 723 (ColorPress/Veipeças/Decar), de Cacoal e Ariston de Paula # 47 (Amazon Informática/Aquilino Preparações), de Vilhena completaram os cinco melhores da MX3.

Evandro Bucioli

Evandro Bucioli

Concentrado, Rodrigo vence e amplia liderança da MX2

Fazendo mais uma prova perfeita, o atual campeão da MX2 de Rondônia, Rodrigo Selhorst # 8 (Mastter Moto/DecarMegaBom/Honda), de Cacoal, mostrou disciplina e “braço” para conquistar mais uma vitória e aumentar a liderança na corrida pelo bicampeonato consecutivo. Em mais um duelo ferrenho com Hugo Amaral # 51 (Saga Veículos/ASW/ColorPress/Mastter Moto) e Diego Henning # 191 (Saga Veículos/ASW/ColorPress/Mastter Moto), ambos de Porto Velho, Rodrigo mostrou a experiência de um campeão nacional, fazendo uma corrida bastante técnica para superar as adversidades. Na primeira bateria, a largada foi bastante forte, quando Hugo contornava a primeira curva, ficou no chão, após chocar em um piloto que desequilibrou a sua frente. Ficando em último, Hugo Amaral fez uma corrida de recuperação e já na quinta volta estava ocupava a terceira posição, mantendo-se na mesma até a bandeirada final.

Rodrigo Selhorst

Rodrigo Selhorst

Tentando recuperar-se na prova, para a segunda bateria, Hugo Amaral voltou a largar bem, desta feita pulando para a ponta, com Rodrigo Selhorst no seu encalço. Hugo vinha bem, ditando o ritmo e mandando o adversário um pouco afastado. Contudo, antes da metade de prova, Hugo errou ao contornar a curva e com o traçado repleto de lama em razão de uma rápida chuva, caindo e permitindo com isso a recuperação de Rodrigo, que assumiu a ponta para administrar o ritmo até a vitória. Apesar de andar forte, Hugo não conseguiu mudar a história, terminando mais uma prova na segunda posição, com Diego Henning em terceiro. Na disputa pela terceira a quarta posição, os amigos Felipe Carvalho # 112 e Walcenir Montes, o “Leitão” # 102, de Rolim de Moura se revezara, com Felipe garantindo-se em quarto.

Disputa na categoria MX2

Disputa na categoria MX2

Para a 2ª Etapa do Campeonato Rondoniense de Motocross, FMR contou com a importante parceria da Prefeitura de Alvorada do Oeste e apoio do Governo de Rondônia, Honda, senador Valdir Raupp, deputada federal Marinha Raupp, deputado federal Natan Donadon, deputados estaduais Kaká Mendonça, Jean Oliveira, Valdivino Turuca, Neodi Carlos, Adelino Follador, Luiz Claudio, Edson Martins e Luizinho Goebel, Ciclo Cairu, Castilho Estrutura Metálicas, Cairu Transporte, Lind’água e Instaladora São Luiz.

Resultado da segunda etapa do Rondoniense de Motocross 2012

50
1º – # – 222 – Orlando Neto – Ariquemes
2º – # 8 – Guilherme Maschio – Pimenta Bueno
3º – # 7 – kevin Marinho – Porto Velho
4º – # 999 – Edno Gabriel – Ouro Preto do Oeste
5º – # 88 – Pedro Correa – Pimenta Bueno

65
1º – # 444 – Lucas Belém Vilhena
2º – # 6 – Luiz Gustavo – Porto Velho
3º – # 222 – Orlando Neto – Ariquemes
4º – # 37 – Igor Vasconcelos – Buritis
5º – # 7 – Kevin Marinho – Porto Velho

85
1º – # 444 – Lucas Belém Vilhena
2º – # 7 – Eduardo Alecrim – Porto Velho
3º – # 17 – Matheus Zilli – Vilhena
4º – # 37 – Igor Vasconcelos – Buritis
5º – # 91 – João Vitor – Porto Velho

MX Estreantes
1º – # 102 – Walcenir Montes “Leitão” – Rolim de Moura
2º – # 63 – Talles Rodrigues – Ariquemes
3º – # 22 – Jaderson Carlos – Vilhena
4º – # 12 – Thiago Rigon – Cacoal
5º – # 88 – Valdinei Correia – Pimenta Bueno

Força Livre Nacional
1º – # 2 – Marcos César – Vilhena
2º – # 222 – Adauto Alves São Francisco do Guaporé
3º – # 123 – Guilherme Perondi – Vilhena
4º – # 80 – Riderson Carlos – Rio Branco-AC
5º – # 14 – Fábio Moura – Cacoal

MX3
1º – # 27 – Evandro Bucioli – Rolim de Moura
2º – # 959 – Elias Marinho – Porto Velho
3º – # 81 – Jean Carlos – Porto Velho
4º – # 723 – Aparício Paixão – Cacoal
5º – # 47 – Ariston de Paula – Vilhena

MX2
1º – # 8 – Rodrigo Selhorst – Cacoal
2º – # 51 – Hugo Amaral – Porto Velho
3º – # 191 – Diego Henning – Porto Velho
4º – # 112 – Felipe Carvalho – Rolim de Moura
5º – # 102 – Walcenir Montes “Leitão” – Rolim de Moura

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly