AMA Motocross 2012 – 2ª etapa – Freestone

Por Renato Dalzochio Jr. | Fotos por Divulgação | 27 de maio de 2012 - 16:21

A segunda etapa do AMA Motocross 2012 disputada neste sábado, dia 26 de maio, na pista de Freestone em Wortham, Estado do Texas, seguiu o exemplo da abertura na Califórnia sábado passado, com excelentes corridas nas duas categorias. Depois de vencer as duas baterias em Hangtown de forma convincente, James Stewart da equipe Yoshimura / Suzuki entrou na pista texana focado apenas em aprender mais a respeito de sua moto amarela.

O piloto natural da Flórida conseguiu assumir a liderança logo no início das duas baterias, e mesmo sob pressão do seu rival mais próximo, Ryan Dungey da equipe oficial Red Bull / KTM, Bubba garantiu mais uma dupla vitória. Este novo trunfo lhe rendeu 14 pontos de vantagem sobre Dungey na liderança do campeonato.

Na categoria 250cc, Eli Tomac da equipe Geico / Honda também venceu as duas baterias, o que lhe empurrou para o terceiro lugar na classificação do campeonato, atrás do líder Blake Baggett e do alemão Ken Roczen.

Entre as mulheres, a programação foi alterada a partir da primeira etapa em Hangtown, tornando a segunda bateria a última do dia. Mesmo assim o topo do pódio ficou com as favoritas Ashley Fiolek, atual campeã, e Jessica Patterson. Fiolek agora está apenas 3 pontos atrás de Patterson na classificação do campeonato.

Categoria 450

Na largada da primeira bateria, Kyle Regal fez o holeshot, seguido por Ryan Dungey, James Stewart e Josh Grant. Até o final da primeira volta, Stewart já havia assumido a liderança, enquanto Dungey assumia a segunda posição. Na segunda volta, Stewart e Dungey começaram a se distanciar dos demais. Nico Izzi, Josh Grant e Jake Weimer fechavam os cinco primeiros.

James Stewart

James Stewart

Jake Weimer

Jake Weimer

À medida que a corrida se aproximava da metade da bateria, Dungey havia reduzido para 1 segundo a diferença em relação a Stewart,e parecia prestes a tentar uma ultrapassagem. No entanto, Stewart foi capaz de encontrar um pouco de velocidade e abrir novamente algum espaço entre ele e o piloto da KTM. Nas voltas seguintes, Weimer assumiria a terceira posição ao ultrapassar Izzi.

Com a bateria acabando, Dungey voltou a reduzir a distância entre ele e Stewart, mas novamente o piloto da Suzuki foi capaz de retaliar, desta vez com a ajuda de alguns retardatários. Stewart garantiu uma vitória muito apertada sobre Dungey, com Weimer em terceiro. Izzi e Grant completaram os cinco primeiros.

Andrew Short

Andrew Short

Ryan Dungey

Ryan Dungey

Na largada da segunda bateria, Dungey fez o holeshot, seguido por Mike Alessi e Stewart. Stewart superou Alessi e Dungey ainda na primeira volta. A partir daí o número 7 e o número 5 partiram para uma longa batalha, desta vez andando mais próximos em relação à primeira bateria.

Dungey tentou algumas ultrapassagens no início da corrida, mas em todas elas Stewart foi capaz de responder. Na metade da bateria, ao passar pela sessão de costelas feita de areia, a moto de Stewart saiu de lado, o que permitiu que Dungey se aproximasse. Mas o piloto da Suzuki salvou o erro e manteve a liderança.

Mike Alessi

Mike Alessi

Nico Izzi

Nico Izzi

A medida que a corrida se aproximava dos 30 minutos, os líderes havia colocado uma grande vantagem sobre o terceiro colocado, Mike Alessi. No fim das contas, vitória de Stewart, com Dungey em segundo e Alessi em terceiro. Josh Grant foi o quarto e Andrew Short completou os cinco primeiros.

“Meu dia foi bom. Foi duro, mas divertido. Eu tive duas boas largadas, fiz ultrapassagens rápidas e defini o tom das corridas com um bom ritmo. Ryan (Dungey) estava andando muito bem, mas consegui me manter na frente. Ele estava forte e eu sabia que estaria por perto o tempo todo”, disse Stewart.

James Stewart e Ryan Dungey

James Stewart e Ryan Dungey

Pódio da categoria 450 em Freestone

Pódio da categoria 450 em Freestone

“Eu fiz boas largadas nas duas baterias. Nas duas eu tentei ultrapassar James (Stewart) durante toda a corrida, mas não consegui, deveria ter arriscado mais. Ele é um forte concorrente e é bom para nós dois empurrar um ao outro a novos limites”, disse Dungey.

No overall, vitória de Stewart, com Dungey em segundo e Alessi completando o pódio na terceira posição. Weimer foi o quarto e Grant completou os cinco primeiros. No campeonato, Stewart abriu 14 pontos sobre o piloto da KTM. Alessi é o terceiro. Empatados com 61 pontos, Weimer e Short fecham os cinco primeiros.

Resultado da etapa de Freestone na categoria 450
1. James Stewart (Suzuki)
2. Ryan Dungey (KTM)
3. Mike Alessi (Suzuki)
4. Jake Weimer (Kawasaki)
5. Josh Grant (Kawasaki)
6. Andrew Short (Honda)
7. Tommy Hahn (Honda)
8. Brett Metcalfe (Suzuki)
9. Nico Izzi (Yamaha)
10. Ryan Sipes (Yamaha)
11. Michael Byrne (Suzuki)
12. Bobby Kiniry (Yamaha)
13. Justin Brayton (Honda)
14. Broc Tickle (Kawasaki)
15. Kyle Regal (Yamaha)
16. Derek Anderson (Kawasaki)
17. Cole Thompson (Honda)
18. Matt Lemoine (Kawasaki)
19. Kyle Chisholm (Kawasaki)
20. Kevin Rookstool (Honda)

Classificação da categoria 450 após a segunda etapa
1. James Stewart (100 pontos/2 vitórias)
2. Ryan Dungey (86)
3. Mike Alessi (70)
4. Jake Weimer (61)
5. Andrew Short (61)
6. Josh Grant (58)
7. Brett Metcalfe (53)
8. Broc Tickle (43)
9. Nico Izzi (39)
10. Tommy Hahn (39)

Categoria 250

Na largada da primeira bateria, Jessy Nelson fez o holeshot e saiu na frente, logo na sua segunda corrida como profissional, seguido de perto por Phil Nicoletti e o francês Marvin Musquin. Nicoletti assumiu a liderança pouco depois, mas Nelson deu o troco na volta seguinte e começou a se distanciar, enquanto o alemão Ken Roczen assumia a terceira posição.

Largada categoria 250 em Freestone

Largada categoria 250 em Freestone

Blake Wharton

Blake Wharton

Eli Tomac largou entre os seis primeiros, mas assumiu a liderança logo na terceira volta, permanecendo nela até o fim da corrida. Blake Baggett, em sua forma típica, não largou bem, mas na metade da bateria já era o segundo colocado. Roczen garantiu a terceira posição.

Justin Barcia também se recuperou de uma largada medíocre, finalizando em quarto, enquanto Musquin e Blake Wharton foram quinto e sexto respectivamente. O novato Nelson finalizou na sétima posição.

Marvin Musquin

Marvin Musquin

Justin Barcia

Justin Barcia

Na largada da segunda bateria, Jessy Nelson fez o seu segundo holeshot do dia, mas foi rapidamente superado por Wharton. Considerado um dos favoritos da torcida local, o piloto da Suzuki rapidamente começou a se distanciar de Nelson e do restante do pelotão.

Assim como na primeira bateria, Tomac largou mal, mas rapidamente começou a ultrapassar os pilotos em sua frente, e na quarta volta já era o segundo colocado.

Nas voltas seguintes, Tomac começou a perseguir Wharton, reduzindo a distância a cada volta que passava, até que finalmente conseguiu a ultrapassagem. Outro que repetiu a má largada e rapidamente ganhou posições foi Baggett. Ele começou na 13ª posição, mas na metade da corrida já era o terceiro colocado e começou a caça a Wharton.

Kenny Roczen

Kenny Roczen

Jessy Nelson

Jessy Nelson

Na última volta, os dois estavam cabeça a cabeça, mas Wharton não conseguiu emendar um pequeno triplo, entregando a segunda posição para Baggett. Tomac garantiu mais uma vitória, seguido por Baggett, Wharton, Barcia (outro que fez uma excelente corrida, após largar na 20ª posição) e Will Hahn.

“Esta é a maior reviravolta de minha carreira no Motocross. Vim conquistando pódios aqui e ali desde minha primeira prova e até então uma única vitória em Hangtown, em 2010. Ficar todo esse tempo sem vencer foi chato. Hoje sinto que tirei um grande peso dos ombros. Minhas largadas não foram boas o suficiente. Em ambas fiquei um pouco enrolado na primeira curva, o que me custou muitas posições. Depois disso meu ritmo foi melhorando o tempo todo. Nessas corridas é necessário apenas algum tempo e experiência. Agora realmente está valendo à pena”, disse Tomac.

Blake Baggett

Blake Baggett

Eli Tomac

Eli Tomac

“Não foi um dia divertido para mim. Na primeira bateria larguei mal e fiquei preso atrás de dois pilotos que caíram, e isso retardou meu tempo. Acho que saí da 19ª para a quarta posição. Na segunda saí da 37ª para a quinta. Tirei uma boa lição hoje. Nunca é ruim terminar entre os cinco primeiros, mas não é o que eu quero. Quero vencer e estar no topo”, disse Barcia.

No overall, Tomac garantiu a vitória, com Baggett em segundo e Roczen completou o pódio na terceira posição. Wharton foi o quarto e Barcia completou os cinco primeiros. No campeonato, Baggett ainda lidera com 14 pontos de vantagem sobre Roczen. Tomac está 1 ponto atrás dele e 3 na frente de Barcia. Wharton fecha os cinco primeiros.

Pódio da categoria 250 em Freestone

Pódio da categoria 250 em Freestone

Imagem de Amostra do You Tube

Resultado da etapa de Freestone na categoria 250
1. Eli Tomac (Honda)
2. Blake Baggett (Kawasaki)
3. Ken Roczen (KTM)
4. Blake Wharton (Suzuki)
5. Justin Barcia (Honda)
6. Marvin Musquin (KTM)
7. Jessy Nelson (Honda)
8. Wil Hahn (Honda)
9. Jake Canada (Honda)
10. Kyle Cunningham (Yamaha)
11. Martin Davalos (Suzuki)
12. Jason Anderson (Suzuki)
13. Travis Baker (Honda)
14. Kyle Peters (Yamaha)
15. Alex Martin (Honda)
16. Zack Freeberg (KTM)
17. Gareth Swanepoel (Yamaha)
18. Malcolm Stewart (KTM)
19. Ivan Tedesco (Kawasaki)
20. Hunter Hewitt (Suzuki)

Classificação da categoria 250 após a segunda etapa
1. Blake Baggett (94 pontos/1 vitória)
2. Ken Roczen (80)
3. Eli Tomac (79/1 vitória)
4. Justin Barcia (76)
5. Blake Wharton (55)
6. Marvin Musquin (52)
7. Wil Hahn (46)
8. Kyle Cunningham (42)
9. Ivan Tedesco (41)
10. Jake Canada (41)

Categoria WMX

Na segunda etapa do campeonato feminino, o WMX, Jessica Patterson e Ashley Fiolek fizeram resultados iguais, porém inversos (a primeira fez 1/2 e a segunda 2/1). No overall a atual campeã levou a melhor pelo primeiro critério de desempate, onde pesa mais o resultado da segunda bateria.

Largada categoria WMX em Freestone

Largada categoria WMX em Freestone

Jessica Patterson

Jessica Patterson

A australiana Meghan Rutledge completou o pódio ao finalizar na terceira posição nas duas baterias. Tarah Gieger foi à quarta (7/4) e Sayaka Kaneshiro (6/5) completou as cinco primeiras colocadas. A brasileira Mariana Balbi foi à oitava colocada (8/6).

No campeonato, Patterson ainda lidera, mas está apenas 3 pontos na frente de Fiolek. Rutledge é a terceira, Gieger a quarta e Kaneshiro fecha as cinco primeiras. Mariana Balbi ocupa a sétima posição.

Sayaka Kaneshiro

Sayaka Kaneshiro

Pódio da categoria WMX em Freestone

Pódio da categoria WMX em Freestone

Resultado da etapa de Freestone na categoria WMX
1. Ashley Fiolek (Honda)
2. Jessica Petterson (Suzuki)
3. Meghan Rutledge (Kawasaki)
4. Tarah Geiger (Honda)
5. Sayaka Kaneshiro (Honda)
6. Kasie Creson (Honda)
7. Jacqueline Strong (KTM)
8. Mariana Balbi (Honda)
9. Sara Pettersson (KTM)
10. Sade Allender (Honda)

Classificação da categoria WMX após a segunda etapa
1. Jessica Patterson (91 pontos/1 vitória)
2. Ashley Fiolek (88/1 vitória)
3. Meghan Rutledge (78)
4. Tarah Geiger (72)
5. Sayaka Kaneshiro (65)
6. Jasie Creson (61)
7. Mariana Balbi (55)
8. Jacqueline Strong (48)
9. Sara Pettersson (46)
10. Lindsen Palmer (32)

Etapas restantes do AMA Motocross 2012
Terceira Etapa – 2 de junho – Thunder Valley Motocross Park – Lakewood / Colorado
Quarta Etapa – 9 de junho – High Point Raceway – Mt. Morris / Pensilvânia
Quinta Etapa – 16 de junho – Budds Creek MX Park – Mechanicsville / Maryland
Sexta Etapa – 7 de julho – Red Bud Track & Trail – Buchanan / Michigan
Sétima Etapa – 14 de julho – Spring Creek MX Park – Millville / Minnesota
Oitava Etapa – 21 de julho – Washougal MX Park – Washougal / Washington
Nona Etapa – 11 de agosto – Motocross 338 – Southwick / Massachusetts
Décima Etapa – 18 de agosto – Unadilla Valley Sports Center – New Berlin / New York
Décima Primeira Etapa – 1º de setembro – Steel City Raceway – Delmont / Pensilvânia
Décima Segunda Etapa – 8 de setembro – Lake Elsinore MX Park – Lake Elsinore / Califórnia

Etapas restantes do WMX Motocross 2012
Terceira Etapa – 2 de Junho – Thunder Valley National – Lakewood / Colorado
Quarta Etapa – 9 de Junho – High Point National – Mt. Morris / Pensilvânia
Quinta Etapa – 7 de Julho – Red Bud National – Buchanan / Michigan
Sexta Etapa – 21 de Julho – Washougal MX Park – Washougal / Washington
Sétima Etapa – 11 de Agosto – Motocross 338 – Southwick / Massachusetts
Oitava Etapa – 8 de Setembro – Lake Elsinore MX Park – Lake Elsinore / Califórnia

Confira como foi a primeira etapa do AMA Motocross 2012
Primeira Etapa – 19 de maio – Hangtown Motocross Classic – Praire City / Califórnia

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly