Público se destacou no Gaúcho de MX em Santa Maria

Por Assessoria de Imprensa da FGM | Fotos por Bolívar Trindade | 09 de julho de 2012 - 17:00

Finalmente, após 25 anos o campeonato Gaúcho de Motocross voltou a cidade coração do Rio Grande do Sul, Santa Maria. Para marcar esse dia para sempre na memória de todos, o que não faltou foi emoção e adrenalina. Nem mesmo a chuva da quarta e quinta-feira, 5 e 6 de julho, que estragou boa parte da pista e que teve que ser refeita as pressas, foi capaz de tirar o brilho deste evento que também marcou a inauguração do Motor Speed Park, o novo centro de esportes a motor da cidade.

No sábado os reparos na pista fizeram com que os treinos livres e cronometrados fossem cancelados, ‘frustrando’ o público que compareceu em grande número. No entanto, todos aproveitaram para conhecer a estrutura do parque, o passeio nos boxes onde todos puderam conhecer pilotos e suas motos a atividade do dia. Eduardo Saçaki, o ‘Japonês Voador’ esbanjou simpatia ao público, atendendo a todos que queriam tirar fotos e pedir autógrafo.

O domingo começou gelado em Santa Maria, o público, que passou de 7.500 pessoas no domingo,  já marcava presença na pista pisando a geada assim que apareceram os primeiro raios de sol, . O warm-up, único treino da etapa passou de 10 para 15 minutos dando a oportunidade para os pilotos conhecerem o traçado e verificarem as condições da pista, mesmo com a pista pesada o pessoal enrolou o cabo do acelerador.

A pista mesmo com todos os problemas enfrentados caiu no gosto dos pilotos, o traçado e o terreno são muito bons, o túnel também foi outra novidade da pista que foi muito comentada, dando um visual diferente a corrida, esta e a segunda pista no país a ter um túnel em seu traçado. A quarta etapa do campeonato Gaúcho de Motocross teve total apoio da Prefeitura de Santa Maria.

Confira o que rolou dentro da pista na disputa da quarta etapa do Gaúcho de MX 2012 em Santa Maria.

Vinícius de Oliveira venceu a primeira na Estreantes
A categoria Estreantes Importadas foi a primeira a alinhar no gate, na largada Maiara Basso de Mato Castelhano (Cereais Basso/TBT Racing) assumiu a ponta trazendo Pablo Reginatto de Ametista do Sul (Cristal Terraplanagem/Piscuilos Pedras/PK Preparações/Borracharia do Caxambu/Neguinho Motos) na segunda colocação, na primeira mesa, em frente ao público, o líder do campeonato Bruno da Luz de Porto Alegre (Ipiranga Lubrificantes/Moka otos/Grillo Racing/Sandro Representações/Milani e Rinaldi) disse adeus a prova após uma queda, à partir daí o que se viu foi uma intensa disputa pela liderança da prova entre Maiara e Vinícius de Oliveira de Bento Gonçalves (Transpelucia Racing/Mecânica Internacional/Rayo Express/Giro Transportes/Quidita Móveis/Terra Brasil/Pista MX Brother), um pouco mais atrás Leandro Schwindt de Novo Hamburgo (Cargovale Transportes) e o piloto da casa Cássio Rossi de Santa Maria (Bramoto/Bordin Materiais de Construção/LC Motocicletas/Gráfica WR) lutavam pela terceira colocação, Cássio com problemas no moto perde rendimento e cai pra o pelotão intermediário, com isso, Elisandro Sphor de Santa Maria (Boate Kiss/GP Pneus/Xiru Motos) assumiu a quarta colocação, após algumas voltas Janaina Todeschini de Chapecó/SC (Farover Processamento de Resíduos Industriais Sem Aterro) encostou e começou a pressionar. A briga pela vitória ganhou muita emoção nas últimas voltas quando Vini cravou a melhor volta da prova (1:24.374) e assumiu a liderança mas continuou pressionado por Maiara. No final vitória de Vinícius, Maiara em segundo, Leandro em terceiro, Janaína em quarto e Elisandro na quinta colocação. Com o segundo lugar na prova, Maiara Basso assumiu a liderança da categoria no campeonato.

Vinicius de Oliveira

Vinicius de Oliveira

Pedro Moraes e Santiago da Silva vencem a 50
Os dois principais pilotos da categoria 50 B, Pedro Moraes de Marau (Miri Carrocerias/Campos Preparações/Thermarau Refrigeração/Eco Poll) e Gabriel Andrigo também de Marau (KM Motos/IMS/Spy+/Rinaldi/Jack Motos/MR PRO/Repsol/Octano Gráficos) não tiveram a oportunidade de travaram mais um duelo na briga pela vitória e liderança do campeonato, isso porque, a largada Pedro Moraes assumiu a liderança e Gabi caiu saindo na última colocação, na  em menos de duas voltas já era o segundo, mas uma nova queda pôs fim a sua recuperação, o guidão torto deixou mais difícil a chance de encostar novamente no líder, o jeito foi administrar a até o final, vitória de Pedro que cravou a volta mais rápida da prova (1:41.831) , com Carlos Eduardo Baltazar de Torres (Carlos Motos e Veículos/Mala Motos/TBT/Maia Motos/Marauto) na segunda colocação, Gabriel Andrigo em terceiro, Arthur de Oliveira de Portão (Parts Peças Especiais/Dilvo Racing Supenções/Ferragem Acasa) na quarta colocação e Pablo dos Santos de Passo Fundo (Corfio) fechando o pódio em quinto. Pela Mirim A Santiago da Silva de Frederico Westphalen (Jornal Frederiquense/Keto Bikes/Restaurante Posto Serrano) venceu a categoria de ponta a ponta, com Garmichael Giehl de Dois Irmãos (GRG Beneficiamento de Calçados/Supermercado Dois Irmãos/Navalia Sul) em segundo e Roberty Godinho de Nova Prata (Metalúrgica  Marquezini/Hemar Artefatos de Cimento/Casa de Carnes Grib) na terceira colocação.

Pedro Moraes

Pedro Moraes

Sotaque espanhol no alto do pódio da MX3
Acostumado as pistas de Velocross , o piloto da casa Fernando Sanches de Santa Maria (Auto Giro Veículos-Azzurra Motocicletas Yamaha) largou forte e assumiu a liderança da prova, logo atrás colados no líder Éder Antoniazzi de Flores da Cunha (Lider MX-M3 Racing-Vipal) e Pablo Florin do Uruguai (GK Team-FlorinMX-Race Tech-Castrol-Husqvarna-Thrill-Dirty Racing) entraram lado a lado no primeiro salto, antes da sessão de costelas, Florin já era o líder com Antoniazzi em segundo, Sanches ainda conseguiu manter ritmo, mas aos poucos foi sendo ultrapassado. Fábio Imperatorid de Garibaldi (Dilvo Racing/Mecânica Docar), Fabiano Ribeiro de Passo Fundo (Loma Noivas-TBT Racing-Artcross-Bato Fitness-Mecânica Zapanetti), Maiara Basso de Mato Castelhano (Cereais Basso/TBT Racing) e Leandro Schwindt de Novo Hamburgo (Cargovale Transportes) vinham fazendo uma grande disputa no segundo pelotão. Florin fez a melhor volta da prova (1:21.773) e manteve sempre uma boa vantagem sobre Antoniazzi e conquistou a segunda vitória na competição, Antoniazzi terminou em segundo e segue firme na liderança do campeonato seguido por Imperatori que terminou em terceiro e é o vice líder do campeonato, Maiara conseguiu a quarta colocação nas últimas curvas e Fabiano Ribeiro fechou o pódio na quinta colocação.

Pablo Florin

Pablo Florin

Roratto venceu a terceira consecutiva na Intermediária MX2
A última categoria da manhã a alinhar no gate foi a Intermediária MX2. Na largada Gabriel Carbonera de Sananduva (Vini Motos/Akrapovic/Moto Clube Sananduva) enrolou o cabo do acelerador e assumiu a ponta, Roberto Bergmann de Santa Rosa (Rinaldi/Sobre Rodas/Santa Rosa Caminhões) vice-líder do campeonato veio logo atrás na segunda colocação, o líder do campeonato Gustavo Roratto de Santa Rosa (IMS, KM Motos/TBT/MR Pró/Campos Peparações/Roratto Automóveis/Serra Azul Turismo) não fez uma boa largada e saiu na quinta colocação, mas antes mesmo do segundo salto já era o terceiro colocado e partiu para a pressão em cima de Beto Bergmann, Carbonera abriu uma boa vantagem enquanto Roratto não conseguia superar Beto, a pressão durou três voltas, depois de assumir o segundo lugar Roratto foi com tudo para o ataque ao líder, Carbonera tentou de todas as formas manter a ponta mas não suportou a pressão de Roratto que além de cravar a  volta mais rápida (1:20.305) assumiu a liderança da prova. No segundo pelotão a briga pela quarta colocação entre Jonatas Migliorini de Marau (Migliorini Autopeças), Anderson Alberton de Porto Alegre (AVM Transportes, Bob Racing/Sati Solda/Lauro Motos) e João Pedro Viecelli de Canoas (Viecelli Racing/Transpelúcia Team/M3Parts/Moto Style/Pista MX Brother/BSX Transportes/Terra Brasil), Migliorini levou vantagem deixando a briga pelo último lugar no pódio entre Alberton e Viecelli, antes a placa de duas voltas Viecelli assumiu o quinto lugar. No final Roratto cada vez mais líder em primeiro, Carbonera e segundo, Beto Bergmann em terceiro, Jonatas Migliorini na quarta colocação e João Pedro Viecelli na quinta colocação.

Gustavo Roratto

Gustavo Roratto

Gallioto venceu e assumiu liderança da Intermediária MX1
Em sua primeira vitória no campeonato, Rodrigo Gallioto-Flores da Cunha (Martini Racing Suspensões/Morangos Gallioto/Moto Style/Terra Brasil/Postos Ditrento/Sinergia) de quebra leva a liderança do campeonato. A vitória de Gallioto foi construída após uma ótima largada onde assumiu a ponta e não largou mais, Cristiano Rasia Três de Maio (TR Transportes/Real Diesel Mecânica/Real Recuperadora), Gustavo Visoto-Carazinho (Visoto Equipamentos/Klima Refrigeração), Luis Henrique Zottis-Passo Fundo (Artcross-Recomaq-PatoLoco Preparações/Clin. de Prot. Dentária Cleomar) e Fabiano Ribeiro-Passo Fundo (Loma Noivas-TBT Racing-Artcross-Bato Fitness-Mecânica Zapanetti) entraram em franca disputa pelos quatro lugares do pódio, Rasia perdeu rendimento e posições, Visoto acabou ficando fora da prova depois de quatro voltas, à partir daí o panorama da prova mudou, Alex Cavalca/Pinheiro Preto/SC ( Cpel Indúst. de Papel) assumiu a segunda colocação, Marco Müller-Nova Hartz (Geramotos/ProRace/Carbase/Spy) em uma impressionante reação marcou melhor tempo da prova (1:24.089) assumindo a terceira colocação, Rasia segurou a quarta colocação até o final e Fabiano Ribeiro fechou o pódio na quinta colocação.

Rodrigo Galiotto

Rodrigo Galiotto

Marçal Müller manteve os 100% na MX2
O piloto de Nova Hartz, Marçal Müller (Geramotos/ProRace/Carbase/Spy) está tendo uma temporada espetacular, além dos ótimos resultados obtidos no Brasileiro e Mundial de MX, manteve os 100% de aproveitamento na categoria MX2 do Gaúcho de Motocross. A quarta vitória veio depois de uma ótima largada onde saiu da quarta para a liderança da prova antes do primeiro salto, seguido por Mateus Basso de Gentil (Cereais Basso/TBT Racing) em segundo e Gustavo Roratto de Santa Rosa (IMS, KM Motos/TBT/MR Pró/Campos Peparações/Roratto Automóveis/Serra Azul Turismo) na terceira colocação, Lucas Basso de Gentil (Cereais Basso/TBT Racing) e Jonatas Migliorini de Marau(Migliorini Autopeças) brigaram pela quarta colocação, Marçal cravou a melhor volta da prova (1:18.902) e manteve a liderança sobre controle durante todo o momento, Mateus terminou em segundo e Lucas assumiu a terceira colocação deixando Roratto em quarto e Roberto Bergmann de Santa Rosa (Rinaldi/Sobre Rodas/Santa Rosa Caminhões) fechou o pódio na quinta colocação.

Marçal Müller

Marçal Müller

Felipe Moraes venceu mais uma na 65
Se na categoria 50cc dois pilotos de Marau disputam as vitórias palmo a palmo, na categoria 65cc a história também é parecida, no entanto, os pilotos são outros, Felipe Moraes-Marau ((Miri Carrocerias/Campos Preparações/Thermarau Refrigeração/Eco Poll) Felipe Migliorini (Migliorini Auto Peças). Desta vez o publico de Santa Maria conferiu a briga dos dois pilotos pelo título. Na largada Felipe Moraes saiu em vantagem deixando Migliorini em segundo, Pedro Moraes-Marau (Miri Carrocerias/Campos Preparações/Thermarau Refrigeração/Eco Poll) e Felippe Menuzzi-Dom Pedrito (Joel Preparações/Terramar Terraplanagem) vieram logo atrás na disputa pela terceira colocação, Migliorini foi a sombra de Moraes durante todo a prova, Menuzzi com problemas no freio parou voltando a prova duas voltas depois, com isso Vitor Gonçalves-São Jerônimo (Porto Rico Transportes) e Bernardo Piccoli-Marau (Ciclomoto/Transporte Dode/Poligno Engenharia) assumiram a quarta e quinta colocação respectivamente. Migliorini fez de tudo para conseguir a vitória, inclusive a volta mais rápida (1:35.954), na última volta aproveitando que a pala de Moraes caiu Migliorini fez a ultrapassagem, Moraes apertou na sessão de costelas encaixando de duas em duas e retomou a posição para receber a bandeirada, Felipe Migliorini em segundo, Pedro Moraes em terceiro, Vitor em quarto e Bernardo em quinto.

Felipe Moraes

Felipe Moraes

No intervalo da categoria 65cc e da primeira bateria da MXPró, aconteceu a abertura oficial do evento, que contou com a presença do presidente da FGM, Paulo Della Flora, o proprietário do MotorSpeed Park, Pablo Farias, o secretário de Relações de Governo e Comunicação, Giovani Manica, que contou ainda com a presença do piloto Eduardo Saçaki, que em cima de sua moto deu uma volta no circuito sendo aplaudido por todos, no entanto, a emoção tomou conta de todos ao ser lembrado que o eterno João Paulino Jr, o Marronzinho, piloto Tri-Campeão Brasileiro de Motocross, vítima de um acidente fatal durante treino no dia 26 de junho, estaria participando da 4ª etapa do campeonato Rinaldi Gaúcho de Motocross em Santa Maria, Marrom, como era chamado por todos já havia participado de duas etapas do campeonato neste ano e possuía uma estreita relação com o Rio Grande do Sul.

Cerimônia de abertura do Gaúcho de MX em Santa Maria

Cerimônia de abertura do Gaúcho de MX em Santa Maria

Enzo Lopes venceu a categoria 85
Enzo Lopes-Lajeado (Pirelli/Mobil/WN R1/KTM Usa/One Industries/Circuit/Redbull) assumiu a liderança da prova na largada, logo atrás estavam Andrio Sebben-Farroupilha (Autopeças Farroupilha/Motoclube Farroupilha) e Gabriel Della Flora-Santa Rosa (Rinaldi/SobreRodas/IMS/TBT), Enzo marcou volta mais rápida em cima de volta mais rápida (1:23.040) e não deixou chances para seus concorrentes, Andrio forçou o ritmo, na oitava volta sofreu uma queda e acabou abandonando a prova, Gabriel assumiu a segunda colocação e manteve até o final, Nicolas de Oliveira-Portão (Mila Motos/Mila Multimarcar/Binho Centro de Reparação Automotiva) foi o terceiro colocado, Leonardo Limberger/Sta. Cruz do Sul (Zanela Eventos/Works Suspencion) fechou a prova na quarta colocação e Henrique Araújo-Passo Fundo (Estofados Edu/Dr.Nelson Mocinho Tagliari) fechou o pódio na quinta colocação.

Enzo Lopes

Enzo Lopes

Marco Müller venceu a MX4
O ótimo desempenho na categoria Intermediária MX1, Marco Müller-Nova Hartz (Geramotos/ProRace/Carbase/Spy) foi com tudo para a vitória na categoria MX4, no entanto, foi Fernando Sanches-Santa Maria (Auto Giro Veículos-Azzurra Motocicletas Yamaha) que saiu na frente, Carlos Ketermann-Montenegro, o Nazysta (Real Empreendimentos/Farmapop/Real Factori/Posto Barsk/Carbu Motos/Oximonte/Total Dist. Motopeças) largou colado no líder, Marco Müller veio um pouco mais atrás esperando a hora certa para atacar, na terceira volta Milão foi com tudo e de uma só vez assumiu a liderança da prova, Fernando Sanches tentou de todas as formas segurar Nazysta, mas o ritmo mais forte do líder do campeonato prevaleceu, assim que caiu para a terceira colocação Sanches não forçou e administrou o resultado, Milão marcou a volta mais rápida (1:24.793) e manteve o mesmo ritmo forte do começo ao fim e venceu a primeira prova da temporada  com folga. Milão foi primeiro, Nazysta o segundo, Sanches o terceiro, Fabiano Kubaski-Giruá (Instituto Musical Decibel/Prefeitura Municipal de Giruá) faturou a quarta colocação depois de intensa disputa com o quinto colocado Eduardo Timmballa-São Lourenço do Sul (Pro Computer/Motomania/ProRace/SobreRodas).

Marco 'Milão' Müller

Marco ‘Milão’ Müller

Vitória de Gedielson na 230
Na largada da categoria 230cc, Vanderlei da Silva de Três Passos (Autosul Centro de Reparos Rápidos de Novo Hamburgo) saiu na frente seguido por Gedielson Sá de Cachoeirinha (Rodrigo Motos) e Maurício Mauritan-Passo Fundo (Terra Motos/Supermercado Nene/Woll e Woll Areias/Difrateli Móveis/Quina Bar/In House Club/Tai Tzu), os três entraram na primeira mesa na frente do público bem próximos, tão próximos que Vanderlei acabou errando o salto e caiu para a terceira colocação, ainda na mesma volta Vanderlei assumiu a segunda coloção, a prova manteve o mesmo panorama até o final. Vitória de Gedielson que cravou a melhor volta da prova (1:28.567), Vanderlei em segundo, Mauritan em terceiro, Rafael da Silva de Sapucaia do Sul (Rafa Motos) em quarto e fechando o pódio na quinta colocação Wagner de Bolba de Maratá (Impacto Motos/Prefeitura de Maratá/Mecânica Zapanetti/Total Distribuidora MotoPeças/Moto Clube Maratá).

Gedielson Sá

Gedielson Sá

Vitórias de Maiara Basso e Bruna Zanatta nas categorias Feminina
Novamente Maiara Basso de Mato Castelhano (Cereais Basso/TBT Racing) mostrou que é a principal piloto do Rio Grande do Sul, com uma largada perfeita Maiara assumiu a liderança da Feminina A, vencendo de ponta a ponta e fazendo mais uma vez a melhor volta da prova (1:29.028), a segunda colocação ficou com veio Janaina Todeschini de Chapecó/SC (Farover Processamento de Resíduos Ind. sem aterro) a terceira colocação foi de Caroline Zat de Arvorezinha (Erva Mate Valério/Akatu Cosméticos/MC Arvorezinha/Posto Ponto Um/Academia Saúde Total/RZ Chapeação e Pintura).

Maiara Basso

Maiara Basso

Pela categoria Feminina B a vitória foi de Bruna Zanatta de Freitas de Frederico Westphalen (Farmácia Dermatobel/Adv. Dirceu de Freitas/Polaco Motos), Bruna fez uma ótima prova com ritmo forte ficando na terceira colocação na geral, a segunda colocada da Feminina B foi Marina Becker de Gramado (Mila Multimarcar/Mila Motos/Gramado Racing), Nathália da Silva de Porto Alegre (SobreRodas/Metrobus Veículos) foi a terceira colocada, Mariana Daltoé de Cachoeirinha (Palleteira Rio Grandense) fechou o pódio na quarta colocação.

Bruna Zanatta

Bruna Zanatta

Vitória de Cordeiro na MX Pró
A categoria MX Pró teve duas baterias de tirar o fôlego e fechou a etapa de Santa Maria com chave de ouro, o grande nome da etapa foi Marcos Cordeiro de Flores da Cunha (Casa Bella/Guaresi Imóveis/M3Parts/Revoar/Circuit) que na soma dos resultados ficou com a vitória da 4ª etapa do campeonato, Cordeiro teve problemas na largada da primeira bateria saiu nas ultimas posições e conquistou o segundo lugar, a prova era liderado por Leonardo Sebben de Caxias do Sul (Viecelli Racing/Transpelúcia Team/M3Parts/Moto Style/Pista MX Brother/BSX Transportes/Terra Brasil) que acabou caindo deixando a vitória para Cale Florin do Uruguai (GK Team-FlorinMX-Race Tech-Castrol-Husqvarna-Thrill-Dirty Racing).

Leonardo Sebben

Leonardo Sebben

Na segunda bateria Leonardo finalmente conseguiu comemorar a primeira vitória em bateria da competição que lhe deu direito a manter a liderança do campeonato, no entanto, a Marcos Cordeiro pressionou durante toda a prova tendo inclusive se chocado com Sebben na disputa de uma curva, porém, nas dus últimas voltas a moto de Cordeiro começou a falhar, colocando fim a pressão no líder, Cordeiro foi o segundo colocado. Na soma dos resultados o resultado ficou assim: Cordeiro  o primeiro colocado, Leonardo Sebben o segundo, Cale Florin o terceiro, Mateus Basso de Gentil (Cereais Basso/TBT Racing) em quarto e Lucas Basso (Cereais Basso/TBT Racing) completou o pódio na quinta colocação.

Pódio da categoria MX Pró em Santa Maria

Pódio da categoria MX Pró em Santa Maria

Confira os resultados completos da quarta etapa do campeonato Gaúcho de MX 2012.

Categoria Estreante Importada

Categoria 50

Categoria MX3

Categoria Intermediária MX2

Categoria Intermediária MX1

Categoria MX2

Categoria 65

Categoria MX Pró Bateria 1

Categoria 85

Categoria MX4

Categoria 230

Categoria MX Feminina

Categoria MX Pró Bateria 2

Resultado Geral MX Pró

Clique aqui e confira a classificação do Gaúcho de Motocross após quatro etapas

A próxima etapa do Gaúcho de Motocross  será no dia 05 de agosto na cidade de Passo Fundo.

O campeonato Gaúcho de Motocross 2012 tem o patrocínio master da Rinaldi, Total Distribuidora Moto Peças Ltda., IMS e Mobil, co-patrocínio da Belparts e SobreRodas e apoio da  Mecânica Zapanetti, M3Parts/Revenda Kawasaki, Farover, Vitrine da Moto, Octano Graphics, Kimoto, SSul e Artemoto.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Olá Newton.
O Duda não participou da etapa pois ainda está em recuperação de uma lesão sofrida na etapa do Brasileiro de MX em Foz do Iguaçu. Quanto ao vencedor da MXPró, o Cordeiro com o segundo lugar nas duas baterias somou 44 pontos, o Sebben fez um terceiro lugar na primeira bateria e o primeiro na segunda bateria somando 43 pontos, o Cale Florin foi o vencedor na primeira bateria e o terceiro na segunda bateria somando também 43 pontos. Cordeiro em primeiro 44 pontos, Sebben em segundo 43 pontos e Cale Florin em terceiro com 43 pontos.

Abraço

Bolivar disse:

O Duda está lesionado.
O Cale ficou em primeiro na primeira bateria e quarto na segunda, a soma dá 43.

newton junior disse:

E Douglas Parise nao participou dessa etapa? Nao entendi o Cordeiro com 2 segundos lugares ganhou a etapa? O Clarin nao fez 1º e 3º na soma daria 45 pts.

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly