Pilotos se mantém invictos no Nacional de Enduro FIM

Por Assessoria de Imprensa da CBM | Fotos por Divulgação | 07 de agosto de 2012 - 23:42

Domingo foi mais um dia de muita adrenalina em Biguaçu, Santa Catarina. Os favoritos da quinta etapa do Brasileiro de Enduro FIM 2012, realizada no sábado, 4 de agosto, mantiveram a invencibilidade na sexta etapa, no domingo, 5 de agosto.

Na categoria E1, Felipe Zanol conquistou mais uma vez o primeiro lugar, somando agora 150 pontos na competição. O fiel adversário de Zanol, Nielsen Bueno, que desde a primeira etapa mantém a segunda colocação repetiu o feito mais uma vez, e está com 132 pontos. Os dois pilotos ficaram em Biguaçu, nesta segunda-feira para treinar em solo arenoso, que será a grande característica do percurso do Rally dos Sertões, competição que os dois vão participar, de 18 a 29 deste mês.

Felipe Zanol

Felipe Zanol

Nas categorias E2, E3A e E3B os pilotos do município de Casca – RS que venceram no sábado repetiram o resultado. Diego Baesso Colett, Cassiano Marcos Tebaldi e Sergio Colett, respectivamente, estão na liderança das categorias.

Cassiano Tebaldi

Cassiano Tebaldi

O piloto Fábio do Nascimento, de Garopaba – SC, que está em segundo lugar na categoria E4 Nacional na competição ficou mais próximo do líder do campeonato, Ronald Santi. Fábio venceu a 5ª e 6ª etapa e agora está com 127 pontos, um ponto de diferença de Ronald.

Diego Colett

Diego Colett

E na categoria Estreante, Romeni Gabiatti, de Seara – SC garantiu a primeira colocação nas duas etapas do fim de semana. Agora está em 5º na categoria. O piloto Guilherme Novaes Borges é quem lidera a categoria Estreante. E, Ana Cristina Miranda, que é a única representante feminina, terminou na sexta colocação na 6º etapa. Com este resultado está em 7º lugar na categoria.

Guilherme Novaes

Guilherme Novaes

Cerca de 70 pilotos participaram da 5º etapa e 123 na 6º. O diretor de Enduro FIM da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo), Maurício Brandão destaca que a competição foi ótima. A cronometragem funcionou bem, sem atrasos e com parciais especiais a cada passagem. “A prova foi fantástica, o empenho de toda a equipe que organizou o evento garantiu uma competição sem problemas. Até um bobcat (trator pequeno) a organização conseguiu para “arrumar” as trilhas. Sábado a pista estava muito molhada e do domingo o terreno melhorou bastante, facilitando a vida dos pilotos. O público compareceu em peso. É disto que precisamos no Brasileiro, boas provas e bom público”, ressalta o diretor.

Ana Miranda

Ana Miranda

A disputa das marcas no campeonato esta praticamente definida em favor da Honda, que tem os 2 líderes da competição defendendo a marca:

Honda – 259
Gas Gas – 202
KTM – 200
Kawazaki – 166
Yamaha – 85
Sherco – 24

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly