Pista de MX de Anchieta vai proporcionar bons pegas

Por Assessoria de Imprensa da CBM | 07 de agosto de 2012 - 23:12

Quase tudo pronto para a sétima etapa do campeonato Brasileiro de Motocross 2012 que será realizada no próximo fim de semana, dias 11 e 12 de agosto, em Anchieta, no Espírito Santo. Maquinários ajeitam a pista para receber os melhores pilotos do Brasil.

A expectativa é de que um bom número de pilotos desembarque na cidade capixaba para participar da competição. “Além de termos vários pilotos em Espírito Santo, o Estado fica geograficamente próximo a grandes centros como Rio de Janeiro e Minas Gerais. Por isso esperamos bastantes competidores para essa prova”, afirma o presidente Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM, Firmo Henrique Alves.

A sexta etapa do Brasileiro de Motocross foi realizada em Aracaju, Sergipe, no dia 22 de julho. De acordo com o presidente da Federação Capixaba de Motociclismo – FECAM, Renan Loubak, os competidores vão encontrar um percurso bem diferente em Anchieta. “Em Sergipe a pista era bem plana. Aqui a topografia é diferente. Estamos fazendo uma pista mais próxima das condições do Motocross, com bastante subidas e descidas”, afirma.

As disputas nessa sétima etapa prometem ser eletrizantes, já que a pista favorece as ultrapassagens. “O interessante é que esse formato de pista faz com que a corrida fique mais dinâmica. Essa alteração entre subidas e descidas proporciona mais ultrapassagens”, ressalta Loubak.

Inscrições

Até amanhã, quarta-feira, 8 de agosto, os competidores que fizerem as inscrições pelo site da Confederação Brasileira de Motociclismo terão direito a desconto.O valor com desconto para as categorias 65, 150 e 180 Jr. é de R$100, e para as categorias MX1, MX2 e MX3 é de R$180.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly