AMA Motocross 2012 – 9ª etapa – Southwick

Por Renato Dalzochio Jr. | Fotos por Divulgação | 13 de agosto de 2012 - 14:52

Depois de duas semanas de folga após a oitava etapa em Washougal, o AMA Motocross voltou neste fim de semana para a nona etapa da temporada 2012, disputada no circuito de Motocross 338, em Southwick, com corridas intensas em ambas categorias no sábado, 11 de agosto.

Na categoria 450, Ryan Dungey venceu mais um overall, mas não foi sem problemas, já que ele perdeu a segunda bateria após um acidente, que o obrigou a fazer uma parada rápida nos pits para resolver um problema de combustível. A categoria 250 viu o líder Blake Baggett ampliar sua vantagem de pontos após faturar o overall com um desempenho dominante, sendo terceiro na primeira bateria e vencendo a segunda. E ainda teve a corrida da WMX, campeonato Americano de Motocross Feminino.

Categoria 450

O típico circuito arenoso de Southwick estava em perfeitas condições. Na largada da primeira bateria, Mike Alessi fez o holeshot e saiu na frente, com Dungey largando na segunda posição. No decorrer da bateria começou a chover e Dungey ultrapassou Alessi na sétima volta. Uma vez na liderança o piloto da KTM se manteve nela até a bandeira quadriculada. Alessi foi o segundo, Tommy Hahn o terceiro, Robby Marshall o quarto e Andrew Short completou os cinco primeiros.

Tommy Hahn

Tommy Hahn

Na segunda bateria Alessi novamente fez o holeshot, mas Dungey assumiu a liderança antes de completar a primeira volta. Alessi reassumiu a liderança na sétima volta, aproveitando-se de um tombo de Dungey. O piloto da KTM conseguiu levantar rápido e voltou em segundo, recuperando a liderança na décima primeira volta.

Ryan Dungey

Ryan Dungey

Dungey perdeu combustível do tanque de sua moto na hora do tombo, e na volta 14 fez uma parada rápida no pit stop para abastecer. Quem aproveitou para assumir a liderança foi o sul-africano Tyla Rattray, que era o terceiro colocado e havia assumido a segunda posição ao despachar Alessi. Dungey ainda conseguiu voltar em segundo, na frente de Alessi.

Tyla Rattray

Tyla Rattray

Rattray venceu a primeira bateria de sua carreira na categoria 450cc do AMA Motocross. Dungey foi o segundo e Alessi finalizou na terceira posição. Broc Tickle foi o quarto e o australiano Michael Byrne completou os cinco primeiros. No overall, vitória de Dungey, com Alessi em segundo e Tickle completando o pódio na terceira posição. Em sua primeira corrida após se recuperar de uma lesão no tornozelo, Davi Millsaps foi sétimo na primeira bateria, sexto na segunda e quarto no overall. Apesar da vitória, Rattray foi vigésimo na primeira bateria e no overall apenas completou os cinco primeiros.

Mike Alessi

Mike Alessi

No campeonato, Dungey ampliou para 85 pontos sua vantagem sobre Alessi e pode conquistar o primeiro título da KTM no AMA Motocross sábado que vem em Unadilla. Jake Weimer é o terceiro, Short o quarto e Tickle fecha os cinco primeiros.

Resultado da etapa de Southwick na categoria 450
1. Ryan Dungey (KTM)
2. Mike Alessi (Suzuki)
3. Broc Tickle (Kawasaki)
4. Davi Millsaps (Yamaha)
5. Tyla Rattray (Kawasaki)
6. Mike Brown (KTM)
7. Josh Grant (Kawasaki)
8. Andrew Short (Honda)
9. Kyle Chisholm (Kawasaki)
10. Tommy Hahn (Honda)
11. Robert Marshall (KTM)
12. Michael Byrne (Suzuki)
13. Kevin Rookstool (Honda)
14. John Dowd (Kawasaki)
15. Christian Craig (Honda)
16. Les Smith (KTM)
17. Ben Lamay (Yamaha)
18. Jake Weimer (Kawasaki)
19. Bobby Kiniry (Yamaha)
20. Phil Nicoletti (Honda)

Classificação da categoria 450 após nove etapas
1. Ryan Dungey (430 pontos / 7 vitórias)
2. Mike Alessi (345)
3. Jake Weimer (290)
4. Andrew Short (273)
5. Broc Tickle (253)
6. Josh Grant (195)
7. Justin Brayton (185)
8. Kyle Chisholm (159)
9. James Stewart (151 / 2 vitórias)
10. Brett Metcalfe (142)

Categoria 250

Na primeira bateria, Zach Bell, estreante em corridas profissionais pela equipe Geico PowerSports Honda fez o holeshot e saiu na frente. Bell liderou até a sexta volta, quando sofreu um tombo e cedeu a primeira posição para seu companheiro de equipe Eli Tomac. Tomac liderou até a bandeira quadriculada. O francês Marvin Musquin finalizou na segunda posição, seguido pelo líder do campeonato Blake Baggett em terceiro. O alemão Ken Roczen foi o quarto e Jessy Nelson completou os cinco primeiros.

Zach Bell

Zach Bell

Na segunda bateria Jessy Nelson fez o holeshot e liderou até o final da segunda volta, quando foi superado por Roczen. Baggett largou na terceira posição e assumiu a vice-liderança na quarta volta.

Justin 'Bambam' Barcia

Justin ‘Bambam’ Barcia

Roczen liderou até a penúltima volta, quando foi superado por Baggett, que venceu esta bateria. Roczen teve que se contentar com a segunda posição. Tomac foi o terceiro, Justin Barcia o quarto e Musquin completou os cinco primeiros.

Eli Tomac

Eli Tomac

No overall, vitória de Baggett, com Tomac em segundo e Roczen completando o pódio na terceira posição. Musquin foi o quarto e Barcia completou os cinco primeiros. No campeonato, Baggett ampliou para 24 pontos sua vantagem sobre Barcia. Tomac é o terceiro, Roczen o quarto e Musquin fecha os cinco primeiros.

Blake Baggett

Blake Baggett

Resultado da etapa de Southwick na categoria 250
1. Blake Baggett (Kawasaki)
2. Eli Tomac (Honda)
3. Ken Roczen (KTM)
4. Marvin Musquin (KTM)
5. Justin Barcia (Honda)
6. Malcolm Stewart (KTM)
7. Alex Martin (Honda)
8. Jessy Nelson (Honda)
9. Travis Baker (Honda)
10. Ryan Sipes (Yamaha)
11. Justin Bogle (Honda)
12. Jason Anderson (Suzuki)
13. Wil Hahn (Honda)
14. Blake Wharton (Suzuki)
15. Cole Thompson (Yamaha)
16. Jacob Hayes (KTM)
17. Tony Lorusso (Suzuki)
18. Zach Freeberg (KTM)
19. Shawn Rife (Honda)
20. Martin Davalos (Suzuki)

Classificação da categoria 250 após nove etapas
1. Blake Baggett (400 pontos / 4 vitórias)
2. Justin Barcia (376 / 2 vitórias)
3. Eli Tomac (368 / 3 vitórias)
4. Ken Roczen (345)
5. Marvin Musquin (294)
6. Wil Hahn (230)
7. Blake Wharton (197)
8. Jason Anderson (181)
9. Jessy Nelson (170)
10. Travis Baker (156)

Categoria WMX

Na sétima etapa do WMX, o campeonato feminino de Motocross, a atual campeã Ashley Fiolek faturou mais um overall ao vencer as duas baterias. Jessica Patterson foi à segunda (2/2), e Sara Petterson completou o pódio na terceira posição (4/4). Tarah Gieger foi à quarta (3/5) e a brasileira Mariana Balbi completou as cinco primeiras (7/3). No campeonato, Patterson lidera com apenas cinco pontos de vantagem sobre Fiolek, que está cinco pontos na frente de Gieger. Mariana Balbi é a quarta e Sara Petterson fecha as cinco primeiras.

Overall WMX
1. Ashley Fiolek (Honda)
2. Jessica Patterson (Suzuki)
3. Sara Petterson (KTM)
4. Tarah Gieger (Honda)
5. Mariana Balbi (Honda)
6. Sade Alexander (Honda)
7. Jacqueline Strong (KTM)
8. Sarah Whitmore (KTM)
9. Christina Older (KTM)
10. Alexah Pearson (KTM)

Classificação da categoria WMX após sete etapas
1. Jessica Patterson (280 pontos)
2. Ashley Fiolek (275)
3. Tarah Gieger (270)
4. Mariana Balbi (227)
5. Sara Pettersson (209)
6. Jacqueline Strong (206)
7. Kasie Creson (174)
8. Alexah Pearson (149)
9. Sade Allender (148)
10. Sayaka Kaneshiro (137)

Etapas restantes do AMA Motocross 2012
Décima Etapa – 18 de agosto – Unadilla Valley Sports Center – New Berlin / New York
Décima Primeira Etapa – 1º de setembro – Steel City Raceway – Delmont / Pensilvânia
Décima Segunda Etapa – 8 de setembro – Lake Elsinore MX Park – Lake Elsinore / Califórnia

Etapa restante do WMX Motocross 2012
Oitava Etapa – 8 de setembro – Lake Elsinore MX Park – Lake Elsinore / Califórnia

Confira como foram as anteriores do AMA Motocross 2012
Primeira Etapa – 19 de maio – Hangtown MX Classic – Praire City / Califórnia
Segunda Etapa – 26 de maio – Freestone – Wortham / Texas
Terceira Etapa – 2 de junho – Thunder Valley – Lakewood / Colorado
Quarta Etapa – 9 de junho – High Point – Mt. Morris / Pensilvânia
Quinta Etapa – 16 de junho – Budds Creek – Mechanicsville / Maryland
Sexta Etapa – 7 de julho – RedBud – Buchanan / Michigan
Sétima Etapa – 14 de julho – Spring Creek – Millville / Minnesota
Oitava Etapa – 21 de julho – Washougal – Washougal / Washington

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly