Irmãos estarão no Sertões que começará sábado

Por Divulgação | Fotos por Divulgação | 16 de agosto de 2012 - 7:43

Onze dias, 4.846 quilômetros, cinco estados e onze cidades. O desafio é grande, mas não assusta os irmãos Ramon e Moara Sacilotti, que estão prontos para a edição do Rally dos Sertões 2012. O evento tem início neste sábado, dia 18 de agosto, em São Luís, no Maranhão, e segue até o dia 28 de agosto, com a chegada em Fortaleza, no Ceará.

Esta é a sexta participação de Ramon, que disputa a categoria Super Production. Já Moara, única mulher entre as motos, encara o maior rali do país e o segundo do mundo pela 13ª vez, na Over 45. Ambos são naturais de São José dos Campos, interior de São Paulo.

Ramon tem como meta terminar entre os cinco primeiros. Por dois anos ele foi o segundo colocado. “O Sertões é uma competição de grande desgaste, seja ele físico, emocional e também do equipamento. É claro que penso em vencer, mas se eu terminar no pelotão da frente já será um excelente resultado”, explica.

Ramon Sacilotti

Ramon Sacilotti

Moara, líder em sua classe no campeonato Brasileiro de Rally, mira o título. Seu melhor desempenho até então foi um terceiro lugar. “Estou num ritmo bom e venho surpreendendo meus adversários no nacional. Espero fazer o mesmo no Sertões. Seja qual for a dificuldade, me considero pronta para encarar”, garante.

A disputa começa com o prólogo, uma tomada de tempo na faixa de areia de São Luís. No mesmo dia, os oito melhores colocados se enfrentam em duelos eliminatórios, até chegar a um vencedor, no chamado Super Prime. O campeão terá o direito de escolher a posição para largar na manhã seguinte.

Moara e Ramon Sacilotti

Moara e Ramon Sacilotti

Já a primeira etapa contará com um total de 365 quilômetros até Barreirinhas (MA), sendo 189 de deslocamento e 176 de Especial. A largada será em solo arenoso e o caminho inclui trechos sinuosos, estreitos e sem área de escape. Confiante, Ramon não vê a hora de acelerar.

“É a primeira vez que o Sertões começa em São Luis, na areia, terreno no qual eu melhor me adapto. Nas edições anteriores, o traçado inicial era de pedras e cascalho. Estou contente, pois acredito que posso sair na frente. Esta é minha intenção, abrir vantagem logo no início”, explica.

Moara Sacilotti

Moara Sacilotti

Moara aposta na cautela. “Como dizem, o Sertões é a prova do não: não errar, não cair e não quebrar a motocicleta. Arriscar no começo pode por em jogo o resultado. O Ramon é mais ousado, eu procuro sempre ter uma margem de segurança”, pondera.

A amizade entre eles e a companhia da família é uma motivação a mais. Os pais, Roberto e Regina, e o marido de Moara, Rodolfo Bazetto, embarcam junto na aventura. Segundo os pilotos, o suporte especial no começo e fim de cada etapa faz toda a diferença.
“É muito gostoso ter a família reunida em um evento como este. O Ramon me ajuda muito com os acertos da moto, conversamos sempre sobre o que aconteceu e o que teremos pela frente. Meus pais e meu esposo estão sempre ali para dar aquela força especial”, exalta Moara.

Força é o que mais eles irão precisar, mas em se tratando de equipamento, quem contribui é a Rinaldi. Ramon e Moara irão utilizar os pneus da marca. Para a dianteira, foi escolhido o modelo HE 40, e para a traseira, o RMX 35. Com estrutura reforçada e desenho agressivo, ambos oferecem excelente performance.

“Ano passado sobrou pneu, confio muito na qualidade dos produtos e no desempenho que eles me proporcionam. Nesta edição teremos duas etapas de maratona, na qual não contaremos com ajuda mecânica, por isso é importante ter confiança no equipamento. Estamos focados e certos de que tudo dará certo”, ressalta Moara.

Programação do Rally dos Sertões 2012
18/08 – São Luís (MA) – Prólogo e Super Prime

19/08 – 1ª Etapa: São Luís (MA)/Barreirinhas (MA)
Deslocamento Inicial: 134 km
Trecho de Especial: 176 km
Deslocamento Final: 55 km
Total: 365 km

20/08 – 2ª Etapa: Barreirinhas (MA)/Bacabal (MA)
Deslocamento Inicial: 1 km
Trecho de Especial: 148 km
Deslocamento Final: 514 km
Total: 514 km

21/08 – 3ª Etapa: Bacabal (MA)/Barra do Corda (MA)
Etapa Maratona
Deslocamento Inicial: 106 km
Trecho de Especial: 149 km
Deslocamento Final: 19 km
Total: 274 km

22/08 – 4ª Etapa: Barra do Corda (MA)/Carolina (MA)
Deslocamento Inicial: 8 km
Trecho de Especial: 309 km
Deslocamento Final: 206 km
Total: 523 km

23/08 – 5ª Etapa: Carolina (MA)/Palmas (TO)
Deslocamento Inicial: 3 km
Trecho de Especial: 188 km
Deslocamento Final: 281 km
Total: 472 km

24/08 – 6ª Etapa: Palmas (TO)/Alto Parnaíba (MA)
Etapa Maratona
Deslocamento Inicial: 207 km
Trecho de Especial: 468 km
Deslocamento Final: 5 km
Total: 680 km

25/08 – 7ª Etapa: Alto Parnaíba (MA)/Bom Jesus (PI)
Deslocamento Inicial: 35 km
Trecho de Especial: 277 km
Deslocamento Final: 55 km
Total: 368 km

26/08 – 8ª Etapa: Bom Jesus (PI)/Petrolina (PE)
Deslocamento Inicial: 3 km
Trecho de Especial: 335 km
Deslocamento Final: 289 km
Total: 627 km

27/08 – 9ª Etapa: Petrolina (PE)/Iguatu (CE)
Deslocamento Inicial: 62 km
Trecho de Especial: 143 km
Deslocamento Final: 355 km
Total: 560 km

28/08 – 10ª Etapa: Iguatu (CE)/Fortaleza (CE)
Deslocamento Inicial: 184 km
Trecho de Especial: 103 km
Deslocamento Final: 170 km
Total: 457 km

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly