Mundial de Enduro 2012 – 6ª etapa – Suécia

Por Renato Dalzochio Jr. | Fotos por Divulgação | 28 de agosto de 2012 - 7:44

Após quase dois meses de recesso, o Mundial de Enduro voltou neste fim de semana para a disputa da sexta etapa da temporada. O GP da Suécia em Karlsborg colocou os melhores pilotos da modalidade frente a frente com o exigente e técnico solo arenoso da região da Escandinávia. Nas categorias Enduro 1, Enduro 2 e Enduro 3 nenhuma novidade. A França provou mais uma vez que atualmente é o país do Enduro. Confira como foi o evento deste final de semana, dias 25 e e 26 de agosto.

Primeiro Dia
Mesmo estando fisicamente incapaz de pilotar dentro de sua capacidade máxima, em razão dos efeitos de uma gripe, o francês Antoine Meo (KTM) venceu o primeiro dia na categoria Enduro 1. Meo fez uma largada cautelosa pela manhã e gradualmente aumentou o ritmo ao longo do dia para garantir sua nona vitória na temporada. Conterrâneo de Meo, Fabien Planet (Sherco) também apreciou as condições típicas da região da Escandinávia e conquistou seu melhor resultou da temporada, finalizando na segunda posição. O italiano Thomas Oldrati (KTM) fez o melhor tempo nos dois últimos Extreme Testes para finalizar em terceiro, 19 segundos atrás de Meo. O finlandês Matti Seistola (Husqvarna) terminou em quarto. Seu conterrâneo Eero Remes (KTM) cometeu diversos no Extreme Teste e viu sua chance de pódio escapar, contentando-se com a quinta posição.

Eero Remes

Eero Remes

Na Enduro 2 o finlandês Juha Salminen (Husqvarna) facilmente deu uma aula de pilotagem na areia e cravou o melhor tempo em cinco dos dez testes especiais, vencendo com quase 40 segundos de margem sobre o segundo colocado. O francês Pierre Alexandre Renet (Husaberg) não conseguiu diminuir a vantagem para Salminen, mesmo pilotando na sua melhor velocidade, e acabou se contentando com a segunda posição. O espanhol Cristobal Guerrero (KTM) conseguiu se recuperar de uma má largada pela manhã para garantir o último degrau do pódio. O francês Johnny Aubert (KTM) estava com o terceiro lugar garantido, até que uma penalidade de tempo lhe derrubou para a quarta posição. O italiano Alex Salvini (Husqvarna) completou os cinco primeiros.

Juha Salminen

Juha Salminen

Na Enduro 3 o francês Christophe Nambotin (KTM) encontrou seu ritmo durante os testes da manhã  para ganhar uma vantagem inicial. Marcando os tempos mais rápidos nos dois Cross Testes e no longo e técnico Enduro Teste, Nambotin continuou construindo sua vantagem durante todo o dia para garantir a vitória. Claramente desfrutando do solto terreno de areia da Suécia, o estoniano Aigar Leok (TM) registrou o seu melhor resultado na temporada desde o GP do Chile para terminar na segunda posição. Após uma dura batalha contra Joakim Ljunggren (Husaberg), considerado o favorito entre os pilotos da casa, Leok eventualmente colocou 13 segundos de vantagem sobre seu rival. Para Ljunggren, as esperanças de vencer em casa foram logo frustradas após cometer inúmeros erros no segundo Cross Teste. Mesmo assim o sueco conseguiu ser rápido algumas vezes na última volta e garantiu o último degrau do pódio. O italiano Manuel Monni (KTM) foi à surpresa do dia, conquistando seu melhor resultado na temporada ao finalizar na quarta posição. O finlandês Marko Tarkkala (Beta) completou os cinco primeiros.

Aigar Leok

Aigar Leok

Resultados no primeiro dia

Categoria Enduro 1
1. Antoine Meo (KTM)
2. Fabien Planet (Sherco)
3. Thomas Oldrati (KTM)
4. Matti Seistola (Husqvarna)
5. Eero Remes (KTM)

Categoria Enduro 2
1. Juha Salminen (Husqvarna)
2. Pierre Alexandre Renet (Husaberg)
3. Cristobal Guerrero (KTM)
4. Johnny Aubert (KTM)
5. Alex Salvini (Husqvarna)

Categoria Enduro 3
1. Christophe Nambotin (KTM)
2. Aigar Leok (TM)
3. Joakim Ljunggren (Husaberg)
4. Manuel Monni (KTM)
5. Marko Tarkkala (Beta)

Segundo Dia
Antoine Meo continua sendo o piloto a ser batido na categoria Enduro 1. Assumindo o controle da categoria no final da primeira volta, Meo estabeleceu um ritmo forte e ao definir os tempos mais rápidos Enduro Teste, foi capaz de garantir uma vitória confortável. Thomas Oldrati continuou impressionando no difícil terreno arenoso para terminar em segundo. Lutando arduamente para se recuperar de um acidente no primeiro Extreme Teste, Eero Remes finalizou na terceira posição, quatro segundos atrás de Oldrati. Sentindo os efeitos da briga pelo pódio no primeiro dia, Fabien Planet foi apenas o quarto colocado no domingo. 12 segundos atrás do francês, o espanhol Lorenzo Santolino (Husqvarna) completou os cinco primeiros.

Fabien Planet

Fabien Planet

Com estes resultados Meo lidera com 46 pontos de vantagem sobre Remes. O francês Rodrig Thain (Honda) é o terceiro, com Thomas Oldrati na quarta posição. Matti Seistola fecha os cinco primeiros.

Na categoria Enduro 2 Pierre Alexandre Renet melhorou da segunda posição no sábado para a vitória no domingo. Renet garantiu a vitória com 22 segundos de vantagem sobre Salminen, após encontrar algumas linhas novas no traçado do exigente Extreme Teste. Mesmo sendo mais rápido no Cross Teste, Salminen não conseguiu diminuir a diferença e perdeu terreno para o seu rival francês, sendo obrigado a se contentar com a segunda posição. Voltando ao pódio desde a primeira etapa no Chile, Alex Salvini foi o terceiro colocado. Seis segundos atrás do italiano, Cristobal Guerrero foi o quarto e Johnny Aubert completou os cinco primeiros.

Cristobal Guerrero

Cristobal Guerrero

Com estes resultados Renet lidera com apenas cinco pontos de vantagem sobre Guerrero. Salminen é o terceiro e o espanhol Ivan Cervantes o quarto. Aubert fecha os cinco primeiros.

Na Enduro 3 Nambotin voltou a vencer de ponta a ponta. O francês logo encontrou seu ritmo no esburacado Enduro Teste e assumiu o controle da categoria. Embora incapaz de livrar-se da ameaça constante de Leok (que no final da primeira volta estava 7 segundos atrás), Nambotin permaneceu forte e garantiu a vitória. Rápido durante a primeira volta, Leok foi incapaz de acompanhar o ritmo estabelecido por Nambotin durante os dois últimos Enduro Testes e teve que se contentar com a segunda posição. Embora esperasse vencer em casa, Ljunggren terminou em um distante terceiro lugar, longe do duelo entre os ponteiros. Melhorando o seu resultado em relação ao dia anterior (quando foi o décimo colocado) o britânico David Knight (KTM) ganhou seis posições e finalizou em quarto. O italiano Manuel Monni completou os cinco primeiros.

David Knight

David Knight

Com estes resultados Nambotin lidera com 65 pontos de vantagem sobre Ljunggren e pode sagrar-se campeão antecipado no próximo fim de semana na Finlândia. Leok é o terceiro, Knight o quarto e o espanhol Oriol Mena (Husaberg) fecha os cinco primeiros.

Resultados do segundo dia

Categoria Enduro 1
1. Antoine Meo (KTM)
2. Thomas Oldrati (KTM)
3. Eero Remes (KTM)
4. Fabien Planet (Sherco)
5. Lorenzo Santolino (Husqvarna)

Categoria Enduro 2
1. Pierre Alexandre Renet (Husaberg)
2. Juha Salminen (Husqvarna)
3. Alex Salvini (Husqvarna)
4. Cristobal Guerrero (KTM)
5. Johnny Aubert (KTM)

Categoria Enduro 3
1. Christophe Nambotin (KTM)
2. Aigar Leok (TM)
3. Joakim Ljunggren (Husaberg)
4. David Knight (KTM)
5. Manuel Monni (KTM)

Classificação após seis etapas

Categoria Enduro 1
1.Antoine Meo (200 pontos)
2.Eero Remes (154)
3.Rodrig Thain (149)
4.Thomas Oldrati (140)
5.Matti Seistola (136)

Categoria Enduro 2
1. Pierre Alexandre Renet (188 pontos)
2. Cristobal Guerrero (183)
3. Juha Salminen (174)
4. Ivan Cervantes (127)
5. Johnny Aubert (122)

Categoria Enduro 3
1. Christophe Nambotin (237 pontos)
2. Joakim Ljunggren (172)
3. Aigar Leok (167)
4. David Knight (162)
5. Oriol Mena (143)

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly