FFM organiza o primeiro Velocross no Estado

Por WNK Comunicação & Marketing | Fotos por Divulgação | 29 de agosto de 2012 - 18:15

Com a supervisão da Federação Fluminense de Motociclismo e organização de um de seus motoclubes filiados (Mão na Lata), foi realizado a etapa de estreia da modalidade Velocross no município de Iguaba Grande, nos dias 25 e 26 de agosto.

A prova contou com a participação de mais de 60 pilotos de todo estado do Rio de Janeiro e com 95 inscrições feitas para as 11 categorias do evento.

A primeira categoria a alinhar na tarde de Domingo foi a VX Amador e com belas disputas o piloto #34 Lucas Campos venceu a categoria, deixando o #969 Fabiano Fontes e o #22 Jonas Souza na 2o e 3o colocação, respectivamente.

Logo em seguida largou a categoria VX Júnior. O piloto de Araruama, Yuri Campello, dominou a categoria, liderando de ponta a ponta com tranquilidade, deixando a disputa entre o #14 Gustavo Queiroz, que terminou na 2o posição, e #17 André Peixoto com o 3o lugar.

Depois tivemos a categoria VX2 na pista e com ela várias disputas para o público. Nesta categoria, o piloto Raul Guilherme #6, liderou a prova desde a largada e conquistou o público com suas empinadas na última volta. Os pilotos Adeilton Gonçalves #7 e Juan Pablo #357 vieram em seguida na 2oe 3o posição, respectivamente.

A categoria mais disputada do dia com certeza foi a VX230.Quem pulou na frente, na largada, foi o piloto Leandro Maichon #85, com Adeilton #38 e Rafael Deivisom #19 em seguida, os três disputaram cada centímetro da pista quando Rafael, piloto da cidade de Iguaba, assumiu a ponta e logo na volta seguinte se chocou com um retardatário e foi ao chão. O público presente foi a loucura e quem se deu melhor foi Adeilton #38 que finalizou em 1o, seguido de Rafael #19 e em 3o lugar chegou Leandro #85.

A categoria VX Enduro, criada pela FFM, tem intuito de trazer pilotos da modalidade de enduro para o velocross. E foi exatamente isso que ocorreu.

Muitos pilotos se inscreveram nessa categoria, havendo classificatórias para montarmos o gate final. Na bateria final, quem ganhou, mesmo com uma moto inferior, foi o #15 André Correa, seguido do #4 Jaílton Lima, que disputou ferrenhamente com André, mas sucumbiu no final. Em 3o lugar ficou o piloto #21 Bruno seixas.

A categoria VX4 veio em seguida. É a vez dos mais experientes, acima de 40 anos, acelerarem. A vitória do #36 Sérgio de Souza veio de forma suada, com menos de 1 segundo de diferença para o #3 Mário Grativol.Em 3o, um pouco mais distante, o #180 Márcio Vinício.

VX Nacional no gate e mais uma categoria com muitas disputas na pista.Quem se deu melhor foram o #85 Leandro Marchon, 1o lugar, seguido de #221 Rondinho, 2o lugar, e em 3o foi o piloto #10, Ricardo Borges.

A categoria VX1, principal categoria do dia, alinhou em seguida e foi vencida novamente por Raul Guilherme #969, que agora veio de 450cc.Mas dessa vez a vitória foi suada. Depois de uma largada ruim, Raul Guilherme teve que se recuperar e passar os seus adversários, fazendo uma prova de recuperação.A 2a posição ficou com o piloto #28 Rodrigo Torrealba, que largou na ponta e acelerou forte para manter o ritmo do líder. Mas a disputa mais acirrada dessa categoria ficou entre o piloto #100 Vaguinho, o #151 Maurício Rocha e o #27 Pedro Lucas que fecharam o pódio nessa ordem.

A categoria VX Mirim, onde correm os mini-pilotos mais jovens da modalidade, contou com 2 pequenos campeões, o piloto #49 Lucas Jorge e o piloto #622 Washington Filho 1o e 2o lugar da prova.

Para delírio do público presente da cidade de Iguaba Grande, a última categoria do dia foi a VX Local, que só contou com pilotos oriundos da cidade e redondezas. O público vibrou muito com os pilotos da cidade e quem levou a categoria foio #128 Vaguinho, seguido do #7 Wagner Maia e o piloto #18 Pedro Silva fechando na 3a posição.

Após um dia intenso de competição, a Federação Fluminense de Motociclismo acaba assim supervisionando o seu 2o evento no ano (o 1o evento foi a Etapa do Brasileiro de Enduro de Regularidade em Três Rios, no mês de Julho).

“Para 2013 o nosso objetivo é, junto com os moto-clubesassociados e os parceiros e patrocinadores que conquistarmos realizarmos um campeonato completo de cada uma das modalidades do motociclismo. Ainda este ano estamos tentando viabilizar pelo menos um evento nas modalidades de Motocross, Supercross e Cross-Country, para mostrar aos pilotos a filosofia da Federação Fluminense de Motociclismo, que preza pela segurança e respeito aos pilotos”, afirmou o Diretor Esportivo da FFM, Gabriel Boardman.

Resultados da primeira etapa do campeonato Fluminense de Velocross 2012

VX AMADOR
1° Lucas Campos
2° Fabiano Fontes
3° Jonas Souza
4° Hilter Ramos
5° Renan Vieira

VX JÚNIOR
1° Yuri Campello
2° Gustavo Queiroz
3° André Peixoto
4° Lucas Pavani
5° João Cândida

VX2
1° Raul Guilherme
2° Adeilton Gonçalves
3° Juan Pablo
4° Bruno Gonçalves
5° Rodrigo Torrealba

VX MIRIM
1° Lucas Jorge
2° Washington Filho

VX230
1° Adeilton Gonçalves
2° Rafael Deivisom
3° Leandro Maichon
4° Lucas Campos
5° Ricardo Borges

VX Enduro
1° André Correa
2° Jailton Lima
3° Bruno Seixas
4° Fabiano Soares
5° Tobias Gabriel

VX4
1° Sergio de Souza
2° Mario Grativol
3° Marcio Vinício
4° Rogerio Coelho
5° Antonio Amaral

VX NACIONAL
1° Leandro Maichon
2° Rondinho
3° Ricardo Borges
4° Rafael Deivison
5° Rafael Mozer

VX1
1° Raul Guilherme
2° Rodrigo Torrealba
3° Vaguinho
4° Mauricio Rocha
5° Pedro Lucas

VX LOCAL
1° Vaguinho
2° Wagner Maia
3° Pedro Silva
4° Cristian

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly